Chapas e Perfis

Tubos, chapas e perfis: Segmento de tubos de PE mantém ritmo de crescimento, apesar de cenário incerto

Renata Pachione
6 de junho de 2014
    -(reset)+

    A Extrusão Brasil não tem boas recordações de 2013. Período para esquecer? Talvez, afinal, não houve crescimento. “O ano foi ruim, as vendas não deslancharam”, afirma Borges. De qualquer maneira, os modelos mais comercializados foram os conjuntos completos para extrusão de tubos e perfis, com extrusora dupla rosca paralela de 67mm e 75mm. Estes foram os campeões em vendas, mas outros equipamentos também tiveram boa aceitação, como a dupla rosca cônica para telas de PVC e perfilados nos tamanhos de 80/156 e 92/188.

    Este ano, no entanto, embute a promessa de recuperação. Apesar de considerado difícil, Borges aposta em crescimento de 10% em relação ao ano anterior. Segundo ele, a Extrusão Brasil é líder em vendas de máquinas dupla rosca paralela e cônica para a produção de tubos e perfis. Ou seja, tem o aval do mercado para ditar tendências. Ele aposta em máquinas menores e cada vez mais produtivas comandadas por CLP capazes de controlar além da extrusora, todos os periféricos da linha.

    Perfis – A demanda por perfis industriais e de uso no mercado automobilístico segue um constante ritmo de crescimento. O avanço tecnológico dos plásticos de engenharia reforça esta tendência de se incluir cada vez mais tubos e perfis plásticos na produção de automóveis, ônibus, caminhões e demais aplicações automotivas, como alternativa aos produtos utilizados anteriormente. “Existe um consumo emergente para linhas de extrusão de tubos e perfis automotivos, em consonância com a permanente substituição de elementos metálicos nos sistemas de alimentação, arrefecimento, frenagem, entre outros”, explica Enrico Miotto, diretor da Indústria de Máquinas Miotto.

    Essa ascensão pouco tem a ver com o mercado de perfis para janela. Apesar do boom imobiliário no que tange às residências de alto padrão, os pedidos não fazem jus ao potencial do produto. Pelo menos, por enquanto, afinal, na avaliação de Miotto, os perfis plásticos para janela apresentam inúmeras vantagens em relação a outros materiais.

    No geral, o cenário é adverso. O aumento da taxa de juros e a alta da inflação são apenas alguns dos percalços enfrentados pelos fabricantes de extrusoras de tubos e perfis. No entanto, para a Indústria de Máquinas Miotto, 2013 foi positivo. Apesar do crescimento esperado não ter sido alcançado, bons negócios se efetivaram, atenuando as perdas registradas no ano anterior. A ajuda para sustentar o saldo no azul veio das linhas de extrusão para encapamento de fios e cabos, incluindo os modelos automáticos que podem atingir velocidade de até 1.000 m/min. As máquinas foram concebidas e executadas pela Miotto e, segundo seu diretor, caracterizam-se pela excelente relação custo-benefício na fabricação contínua de condutores elétricos para os segmentos da construção civil, indústria automotiva, cabos de controle e de instrumentação.

    Os destaques do seu portfólio são as máquinas monorrosca 75 mm (linha econômica de extrusão de eletrodutos) de diâmetro e a dupla rosca com diâmetros de 75 mm, 90 mm, 110 mm ou 140 mm,  para produção tubos de água e esgoto.

    Esta que é uma das mais tradicionais fabricantes de máquinas extrusoras do país, a Miotto, aponta as melhorias no gerenciamento do processo produtivo como as recentes evoluções tecnológicas aplicadas às linhas de extrusão. O diretor exemplifica com recursos da sua fábrica, como os dispositivos ópticos para medição e correção automática, arquivos de receitas autoajustáveis, sistemas por ultrassom para monitoramento automático de espessuras, bombas dosadoras para extrusão de precisão e telas de alarme e manutenção preditiva, comunicação de parâmetros em rede e softwares para registro e controle estatístico de processo.

    A KraussMaffei, fabricante alemã de extrusoras para chapas, tubos e perfis, tem no Brasil suas vendas concentradas no segmento de tubos, no entanto, Sommer observa incrementos no volume de pedidos de máquinas para perfis de PVC. “Isso se dá devido ao aumento ainda que pequeno na demanda de esquadrias de janelas em PVC, e também pelo crescente consumo de máquinas para sistemas construtivos de PVC”, explica o gerente.

    Até por isso, considerada uma das gigantes na fabricação de máquinas para perfis em PVC no mundo, a KraussMaffei agora abastece o mercado também com linhas completas de extrusão de perfis de PVC. Denominadas XS, essa novidade se destina em especial para os segmentos de perfis técnicos e de janela. São produções padronizadas: 80-100kg/h, 200kg/h, 300kg/h e 400 kg/h. “As máquinas têm alto rendimento e uma excelente relação de custo-benefício”, afirma Sommer.

    Investir em setores que vão além dos tradicionais tubos tem sido positivo, pois os megaeventos esportivos não resultaram até agora em um cenário favorável para a indústria de extrusão de tubos. “A promessa das grandes obras de infraestrutura não foi realizada”, lamenta Sommer.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. MIGUEL LARA PACHECO

      OLA BOA TARDE GOSTARIA DE SABER SE VOCES TRABALHA COM TUBOS 3 METROS SEGEMNTO RETO 75 MM E 80 MM E 100 MM



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *