Máquinas e Equipamentos

Transformação – Proteção de molde: como regular

Plastico Moderno
7 de junho de 2016
    -(reset)+

    Por isso, a necessidade de se regular o tempo de proteção de molde precisamente de acordo com a velocidade, pressão e posições determinadas, sendo essa última etapa de toda a regulagem

    Na maioria dos casos, os moldes de injeção não se amassam simplesmente ao fechar com a peça dentro. Eles são amassados se travarem com alguma coisa dentro deles, até mesmo fiapos decorrentes dos bicos, câmaras quentes ou bicos quentes são causadores de cavidades amassadas.

    A proteção de molde é uma regulagem que deve ser precisa, fundamental e extremamente necessária no set-up, na preparação e na regulagem das máquinas injetoras.

    Temos como comprovar a importância deste item através do depoimento do encarregado geral Thiago G. Vitto, da empresa Trali, localizada na zona leste de São Paulo. Ao concluir o treinamento sobre Segurança de Moldes, integrante do curso de Analista Técnico do Processo de Injeção na Escola LF, implantou na empresa em que trabalha a maneira correta de regular esse recurso, resultando numa queda de 52% nas manutenções dos moldes. “Antes da implantação, eram geradas peças com rebarbas causadas pelos moldes amassados com as altas velocidades e pressões usadas no fechamento e sem a devida proteção. Houve então, um ganho de 22% na produção e redução da mão de obra utilizada em rebarbar as peças”, afirmou.

    Outro depoimento de como o aprendizado da regulagem correta da proteção de molde é importante, vem do trocador de moldes Rinaldo S. Pacheco, da empresa São Bernardo, em Itaquaquecetuba-SP, que com outros colaboradores também aprendeu a regular esse recurso de maneira correta, chegando a zerar o número de moldes amassados.

    “Há um ano não temos mais moldes amassados por causa da aplicação correta da proteção de molde. Ocorrem quebras de moldes por outros motivos, mas não mais por erros de ajustes de proteção”, confirmou.

    Podemos concluir, portanto, que os técnicos e preparadores de máquinas ao aprender a regular corretamente esse recurso disponível em todas as máquinas injetoras podem evitar sérios problemas com os moldes, eliminando a quebra de pinos, gavetas e machos hidráulicos, e amassamentos em placas e cavidades decorrentes de uma peça que não caiu após a extração, ou de um canal de injeção que ficou preso no molde e até mesmo pela presença de fiapos originados por bicos quentes ou câmara quente.



    Recomendamos também:








    3 Comentários


    1. VICENTE GUIMARAES

      No caso da Prática 80, quando ocorre o travamento do molde e ele não abre nem por decreto, como proceder para abrir o molde e continuar o trabalho?
      Porque, afinal, ocorre o travamento do molde?


    2. Daniel

      Perfeito! Material repleto de informações,me sanou muitas dúvidas, obrigado


    3. Roberto

      Obrigado pelas informações, muito bom.



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *