Máquinas e Equipamentos

Transformação: Óleo hidráulico – parte 1

Plastico Moderno
29 de dezembro de 2017
    -(reset)+

    Completando essa análise, deve-se ressaltar que para um lubrificante ter maior durabilidade é necessário que ele seja mantido frio, limpo e seco. No entanto, nem sempre é possível reduzir a temperatura, até mesmo pelas condições de aplicação, mas podemos mantê-lo seco (evitando a umidade) e principalmente limpo (com troca de filtros ou com processos de filtragens).

    Nos sistemas hidráulicos, em especial, a contaminação do lubrificante é considerada a causa primária do desgaste dos componentes e é responsável pela perda de eficiência e confiabilidade. Se a partícula contaminante for maior que a folga entre as superfícies da máquina, ocorre o desgaste abrasivo. As partículas de desgaste originadas iniciam uma reação em cadeia, aumentando ainda mais o número de partículas.

    O desgaste por fadiga ocorre quando há contaminação e partículas se alojam entre duas superfícies, causando ranhuras. Mesmo que o fluido seja limpo e essas partículas retiradas, as ranhuras permanecem e passam a ser um ponto frágil. Com o tempo e a operação, essas ranhuras tendem a aumentar até gerar novas partículas de desgaste. A contaminação por sólidos, seja sujeira ou desgaste, aumenta a velocidade de oxidação do lubrificante, porque essas partículas são compostas por metais que catalisam a reação de oxidação. A presença de água também reduz a vida útil do lubrificante por facilitar essa degradação. Sendo assim, a contaminação por partículas e por água pode acelerar o processo de oxidação em até 50 vezes, reduzindo drasticamente a vida útil do lubrificante. As normas ISO 4406 e NAS 1638 determinam a contaminação pela contagem de partículas presentes no lubrificante.

    Na próxima edição, serão abordados os seguintes assuntos:

    – Como coletar o óleo corretamente

    – Caso de sucesso – manutenção preventiva



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *