Máquinas e Equipamentos

Transformação – Moldes de Injeção para Termoplásticos

Plastico Moderno
23 de agosto de 2016
    -(reset)+

    Passo 4 – Escolher o tipo de aço do porta-molde. Os aços de construção dos porta-moldes são construídos em Aço 1 ou Aço 3.

    Aço 1 – corresponde ao aço SAE 1045 (DIN 1.1730), contém quantidade média de carbono, facilidade de usinagem e é recomendado para moldes com alojamento de postiços.

    Aço 3 – Corresponde ao aço P20, recomendado para cavidades usinadas diretamente nas placas. Este aço é beneficiado e fornecido com dureza entre 28 a 34 HRc, é de alta capacidade de usinagem e possibilita excelente polimento, além de contribuir para a vida útil do molde.

    OBS: Somente as placas P1 e P2 serão fornecidas em aço P20, as demais placas que compõem a estrutura do porta-molde serão fornecidas em aço SAE 1045.

    Passo 5 – planejar o curso de extração e o conjunto extrator. O curso de extração para retirar a peça do macho é determinado em função da altura do produto. Os porta-moldes possuem cursos predeterminados pelo fabricante, cabe ao projetista escolher o mais próximo das opções existentes.

    Passo 6 – Escolher o tipo de montagem do porta-molde. Os fabricantes dispõem de 6 tipos de montagem, a saber:

    Montagem 1 – Colunas e buchas nas placas P1 e P2.

    Montagem 2 – Colunas e buchas + colunas no conjunto extrator (coluna fixada na placa base inferior).

    Montagem 3 – Colunas e buchas + colunas no conjunto extrator (coluna fixada na placa suporte).

    Montagem 4 – Colunas e buchas + colunas no conjunto extrator (coluna fixada na placa base inferior) + pinos de retorno.

    Montagem 5 – Colunas e buchas + colunas no conjunto extrator (coluna fixada na placa suporte) + pinos de retorno.

    Montagem 6 – Tudo da montagem 5 + anel de centragem.

    Plástico Moderno, Transformação - Moldes de Injeção para Termoplásticos

    Após essas etapas, inicia-se o projeto em si, extraindo-se e modelando as cavidades macho e matriz ( OBS. A figura de cavidades também pode ser usada aqui). O próprio software especializado em projetos de moldes para plásticos já fornece os pontos críticos para extração das cavidades.

    A última etapa é inserir no porta-molde o modelamento das cavidades, observando detalhes de fixação, refrigeração, extração e sistema de alimentação.

    Com o projeto executado, apresenta-se a todos os envolvidos no FMEA, ou seja, engenharia, ferramentaria, produção, controle de qualidade e, de preferência, o cliente, que é o maior interessado no assunto.

    O projeto sendo aprovado por todos, é encaminhado à ferramentaria para iniciar a construção do molde.

    Hoje em dia, as empresas estão construindo apenas as cavidades, pois não compensa mais financeiramente executar o porta-molde.

    Concluímos que muitos passos e profissionais são envolvidos quando se deseja obter um molde e consequentemente um produto final de qualidade, inclusive o cliente que é o maior interessado e beneficiado no assunto.



    Recomendamos também:








    Um Comentário


    1. Edes

      onde encontro artigos sobre todos tipos de sistemas de extração



    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *