Reciclagem

Transformação: Diferentes processos podem ser aplicados na termoformagem

Plastico Moderno
7 de setembro de 2017
    -(reset)+

    Press molding

    Para se compreender esse processo, primeiramente precisamos conhecer um pouco sobre vácuo.

    A pressão atmosférica ao nível do mar é de 1 atmosfera (atm), ou aproximadamente 1 bar, e é a pressão a que estamos expostos na natureza. Toda vez que retiramos o ar de um ambiente essa pressão é reduzida. Quanto menor a pressão, mais vácuo será obtido, ou seja, a ausência de matéria (oxigênio, nitrogênio, argônio, etc.) é maior, a ponto de chegarmos quase à pressão zero.

    Plástico Moderno, Transformação: Diferentes processos podem ser aplicados na termoformagem

    Press Molding

    A necessidade de se obter melhor desempenho nos processos de termoformagem a vácuo gerou um novo processo que utiliza ar comprimido para a moldagem de peças termoformadas. Esse processo consiste em colocar uma chapa aquecida num molde com a cavidade à qual será aplicado ar comprimido numa câmara, chegando à pressão de aproximadamente 7 a 8 bar (dependendo do produto que será moldado), fazendo com que a chapa amolecida pegue o formato da cavidade do molde.

    Existe ainda a aplicação do vácuo para ajudar na saída de ar do molde, evitando assim bolhas de ar no produto.

    A máquina possui um forno conhecido como “hamburgueira”, com aquecimento de ambos os lados, sendo mais curto e pequeno em relação aos dos outros processos.

    Os moldes são construídos com alumínio e, em alguns casos, com aço, pois o fechamento do molde é hidráulico, gerando algumas toneladas de força de fechamento, de acordo com a área do produto a ser moldado e a pressão de ar que será utilizada para moldar o produto, portanto, o sistema deverá ser robusto.

    Nesse processo, o set up não é um fator decisivo, mas sim a produtividade aliada a altas produções, sendo que a tecnologia empregada neste sistema se torna cada dia mais surpreendente. Esse processo é muito aplicado quando se trabalha com resinas de polipropileno na fabricação de copos descartáveis, pratinhos para festas, potes de margarina, copos d’água, etc.

    Ver desenho abaixo

    Vacuum casting

    O vacuum casting é um processo mais antigo e pouco usado atualmente, no qual é possível utilizar chapas de qualquer um dos materiais plásticos citados anteriormente.

    Plástico Moderno, Transformação: Diferentes processos podem ser aplicados na termoformagem

    Vacuum Casting

    A máquina nada mais é do que uma prensa, na qual é fixado um molde macho e fêmea que é alimentado com chapas previamente aquecidas. No fechamento do molde (não é gerada pressão como no press molding) é somente aplicado vácuo nos dois lados, fazendo com que a chapa tome o formato do produto. Em alguns casos, o vácuo é aplicado somente em uma das partes do molde e toda a extração do produto é feita de forma manual.

    Plástico Moderno, Transformação: Diferentes processos podem ser aplicados na termoformagem

    Alexandre Farhan

    Esse processo era utilizado somente para peças de baixa demanda, de alta complexidade e em casos nos quais o produto não podia ser fabricado pelo processo de injeção. Foi muito aplicado também na confecção de protótipos, aplicação que perdeu espaço para a impressão 3D.

    Alexandre Farhan é administrador de empresas e técnico em plásticos pelo Senai-SP, com 30 anos de atuação no setor. Atualmente, é diretor da Escola LF, especializada na formação de profissionais para a indústria de transformação plástica pelos processos de injeção, sopro e extrusão. www.escolalf.com.br – alexandre@escolalf.com.br



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *