Plástico

Tampas – Mercado incorpora leveza aos novos sistemas de fechamento

Renata Pachione
11 de fevereiro de 2012
    -(reset)+

    A Clever Pack tem sede no Rio de Janeiro e conta com três linhas de tampas. São modelos à prova de crianças, com lacre integrado e com trava. Todas são flip-top e feitas de PP.

    Verde – Outro viés voltado ao menor impacto ambiental das tampas plásticas se dá com o uso de matéria-prima de fonte renovável. A Tetra Pak no início deste ano anunciou que todas as tampas de rosca StreamCap utilizadas em suas embalagens cartonadas passaram a ser feitas com polietileno produzido com cana-de-açúcar. Em parceria com a petroquímica Braskem, a companhia resolveu ampliar o fornecimento do que chama de ‘tampas verdes’. “O objetivo é fazer com que a nova tampa seja uma realidade no dia a dia de todos os brasileiros”, explica Eduardo Eisler, vice-presidente de estratégia de negócios da Tetra Pak. As tampas de StreamCap estão sendo utilizadas no Brasil nas embalagens cartonadas assépticas da Tetra Pak, disponíveis em diversos modelos e volumes.

    E essa não foi a primeira iniciativa da companhia. Em agosto do ano passado, a Nestlé Brasil, em parceria com a Tetra Pak e a Braskem, lançou a primeira embalagem cartonada com tampa de PE de fonte renovável. O próximo passo será a utilização de PEBD ‘verde’ (a ser desenvolvido pela Braskem) nas camadas internas que integram as embalagens.

     

     

    Confira também: Demanda aquecida incentiva renovação do setor

    <h/3>

     



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *