Sopradoras – Fabricantes ampliam oferta de modelos de alto valor agregado

Economia, aliás, é palavra de ordem. Recentemente, a indústria brasileira de bebidas se viu às voltas com um novo padrão do finish para as garrafas (PCO 1881) em substituição ao PCO 1810, cuja tendência é desaparecer. Na prática, as terminações ficaram mais curtas – houve uma redução de altura de 21 mm para 17 mm.

A Krones se prepara desde meados de 2007 para essa migração. Na época, desenvolveu a tecnologia short height, que pode ser aplicada a todas as sopradoras da fabricante com a aquisição de kits de adequação. Os itens principais são as trocas de mandril, estrela de entrada e pinças de agarre e bocal de sopro.

Plástico Moderno, Sopradoras - Fabricantes ampliam oferta de modelos de alto valor agregado
Linha prioriza múltiplas cavidades

Estar em sintonia com as tendências do setor só poderia trazer resultados positivos. No ano passado, a Krones vendeu 13 linhas completas de produção (da sopradora até a paletização) – exclusivamente, em relação às sopradoras foram cerca de dez modelos (contabilizando as que foram negociadas com as linhas). “A tecnologia de sopro é uma das que mais cresceu dentro da nossa companhia”, comenta Irokawa. A empresa fabrica sopradoras de oito a 36 cavidades, e também conta com modelos de duas a seis cavidades, por meio da empresa Kosme, do mesmo grupo.

A Pavan Zanetti entrou no mercado de PET em 2009. Apesar de as vendas atualmente estarem aquém do esperado – houve uma queda no volume de pedidos no ano passado –, a fabricante acredita no potencial desse segmento. “Continuamos confiantes em vender um bom número de máquinas, com o lançamento da linha nacional Petmatic”, comenta o diretor Newton Zanetti.

Em 2011, a fabricante desenvolveu o modelo Petmatic 3C/2L para sopro de até dois litros de PET, e já o modificou com a introdução de estiramento no sopro por servomotor, a fim de elevar a produção de 3 mil frascos de 500 ml para 4 mil. “Esse não é o nosso maior mercado, mas a tendência é de crescimento”, prevê Zanetti.

A fabricante se preparou para a expansão do mercado de sopro. Até o final de maio, a empresa estará em novo endereço (com 13.200 m² de área construída) também em Americana-SP. A inauguração é esperada já há algum tempo, mas só agora está na sua fase final. “É um processo complexo, são muitas máquinas de usinagem, pontes rolantes e almoxarifado, além dos sistemas de informática, que devem atender as duas unidades simultaneamente”, justifica Zanetti.

Página anterior 1 2 3 4

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios