Máquinas e Equipamentos

Rotomoldagem – Determinados a expandir o mercado de atuação, os processadores apostam nos polímeros especiais

Rose de Moraes
16 de fevereiro de 2008
    -(reset)+

    Tigre afia as garras – Os recursos e benefícios oferecidos pela rotomoldagem também estão se consolidando na Tigre. Sua adesão recente ao processo provavelmente ajudará a propagar a boa imagem dos rotomoldados e a influenciar positivamente todo o mercado, expandindo sua fabricação em todo o país. Essa é, pelo menos, a expectativa dos executivos e técnicos envolvidos com os novos projetos, prevendo maior número de incursões da companhia nesse processo, compartilhado cada vez mais por um número maior de empresas.

    Plástico Moderno, Paulo Gorayeb, gerente de produto da linha hidráulica da Tigre S.A. Tubos e Conexões, Rotomoldagem - determinados a expandir o mercado de atuação, os processadores apostam nos polímeros especiais

    Gorayeb produzirá caixas-d’água rotomoldadas e também injetadas

    Referência nacional no consumo de plásticos como PVC e polietilenos e na tradicional produção de centenas de produtos, anos atrás, o grupo Tigre deixou frustrados muitos defensores da moldagem rotacional quando lançou a primeira linha de caixas-d’água injetadas, de alta produtividade, sem entrar no mérito da relação entre custo e benefício, principal bandeira da rotomoldagem, e que permite produções de mais baixo investimento.

    Pois bem, agora, para aumentar a preocupação da concorrência e a satisfação daqueles que torcem para o crescimento do processo, a partir de março, usuários residenciais, prediais e industriais deverão encontrar no varejo de materiais para construção as primeiras caixas-d’água rotomoldadas de mil litros, com o “selo” Tigre de qualidade.

    Fabricadas em Rio Claro-SP, no centro operacional de alta capacidade da companhia, e próximo às regiões de maior consumo, essas caixas-d´água constituem, na realidade, o terceiro projeto a ser concretizado de uma família de rotomoldados, antecedida por caixas-d´água de 310 litros e 500 litros, que começaram a ser produzidas no final de 2005.

    Produzir caixas-d’água e reservatórios de maior capacidade por rotomoldagem necessariamente não implica desativar as linhas de injeção instaladas. “Nós daremos continuidade à produção pelos dois processos e caberá aos usuários finais sinalizar sua preferência por caixas-d’água injetadas ou rotomoldadas, mas de fato estamos apostando nessa tecnologia por causa do bom desempenho”, informou Paulo Gorayeb, gerente de produto da linha hidráulica da Tigre S.A. Tubos e Conexões, sediada em Joinville-SC.

    Fabricadas em uma única camada de PEMDL em máquinas do tipo shuttle, as caixas rotomoldadas da Tigre oferecem um diferencial dimensional ao mercado porque apresentam baixa altura, compartilhando área de produção com os reservatórios injetados em PEAD.

    Plástico Moderno, Rotomoldagem - determinados a expandir o mercado de atuação, os processadores apostam nos polímeros especiaisDurante vários anos, a Tigre abasteceu o mercado nacional e também países vizinhos com caixas-d’água injetadas em PEAD, fabricadas pelo processo “strutural foam”, que confere às peças alta resistência ao alongamento e à ruptura, além de elevada estabilidade à presença de químicos.

    A injeção, contudo, começou a dividir espaço com a rotomoldagem porque propiciou à empresa aliar maior economia e qualidade em uma única solução. “Por meio da rotomoldagem, conseguimos fabricar caixas-d’água mais leves, de menor espessura e a custos mais competitivos”, informou Gorayeb.

    Segundo o gerente, o grande entrave da baixa produtividade observada, no passado, nos equipamentos de rotomoldagem, em comparação com o ritmo acelerado da injeção, já não impõe tanta barreira, pela própria evolução das máquinas. “Os fabricantes de equipamentos introduziram muitas melhorias no processo nos últimos anos, permitindo a produção de rotomoldados com bom padrão de qualidade e a menor custo”, enfatizou.

    Plástico Moderno, Rotomoldagem - determinados a expandir o mercado de atuação, os processadores apostam nos polímeros especiais

    Polietileno linear da média densidade molda carrinho

    A versatilidade oferecida pelo processo é outro ponto forte, capaz de convencer grandes empresas como a Tigre a dar continuidade aos investimentos feitos nesse setor. Futuros lançamentos de caixas-d’água de 750 litros e 1.500 litros, entre outras novidades, já foram programados e não deverão tardar para chegar ao mercado.

    Do México para o Brasil – Dispostos a manter a maior distância possível da concorrência chinesa, José de Jesús Villanueva Urtis e Luis Roberto Martinez Carabantes, respectivamente presidente e gerente-geral da Tick Tack Toys, uma das mais tradicionais empresas de brinquedos do México, especializada em bonecas rotomoldadas com PVC, com 25 anos de atuação, escolheram o Brasil como sede do seu primeiro empreendimento fora do México. Trata-se da segunda unidade fabril da Tick Tack Toys, em Americana-SP. Com produção totalmente direcionada à rotomoldagem, a Tick Tack Toys, empresa do grupo Muñecas Jovi, pretende inicialmente produzir dois modelos de carrinhos para passeio em PEMDL para o público infantil.

    “A nossa estratégia é fabricar brinquedos de maior volume para evitar a concorrência com os brinquedos chineses”, revelou Urtis, em visita à Rotomec, onde adquiriu uma nova rotomoldadora do tipo shuttle, máquina para comportar dois carros, com composições de braços porta-moldes e sistema de resfriamento para regulagem de vazão a ar/água. Na ocasião, o empresário revelou grande entusiasmo por poder dar início à produção fora do México, provavelmente a partir de maio, direcionada às crianças, e com potencial de consumo bem mais atrativo em relação àquele país, uma vez que a população brasileira é quase duas vezes mais numerosa do que a mexicana, hoje avaliada em cem milhões de habitantes.

    Detentora de larga experiência na produção de carrinhos rotomoldados – é praticamente a única fabricante desse tipo de brinquedo no México –, a Tick Tack Toys, com apenas quatro anos de atuação, tem se destacado no fornecimento ao mercado mexicano de 200 mil unidades ao ano para importantes redes de varejo e de auto-serviço, lojas especializadas e grandes atacadistas.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *