Ferramentaria Moderna

21 de agosto de 2017

Robôs: Locação reduz investimento inicial

Mais artigos por »
Publicado por: Jose Paulo Sant Anna
+(reset)-
Compartilhe esta página
    Plástico Moderno, O articulado RA605 pode ser alugado pelos transformadores

    O articulado RA605 pode ser alugado pelos transformadores

    A fabricante de equipamentos para automação industrial Mectrol, de origem taiwanesa e com fábrica há dois anos no Brasil, adotou no ano passado uma medida pioneira no mercado brasileiro. Para driblar a redução das vendas de robôs gerada pela crise, ela passou a oferecer aos clientes a oportunidade de alugar esses equipamentos. A estratégia vem apresentando resultados comerciais satisfatórios e se transformou em alternativa para os transformadores de plástico interessados em automatizar suas linhas de produção.

    “A locação é mais interessante para empresários com menor disponibilidade de capital”, avalia Adriano Oliveira, responsável pelo departamento de marketing da empresa. Ele informa que a aquisição de um robô exige investimento inicial de R$ 60 mil a R$ 110 mil, conforme o modelo. Já a locação sai por R$ 5 mil a R$ 6 mil por mês. “No caso do aluguel, não é necessário mexer com o fluxo de caixa e o payback é mais rápido. Outra vantagem, a manutenção do equipamento fica a cargo da Mectrol, o cliente não precisa se preocupar com esse problema”.

    O aluguel se dá mediante contratos com duração de 24 a 36 meses. “Adotamos um procedimento, realizamos uma consulta histórica da empresa interessada e avaliamos sua atuação no mercado”. A empresa atende transformadores do país todo. Estão à disposição tanto os modelos da marca fabricados no Brasil quanto os fabricados no exterior. “Os importados têm componentes mecânicos fabricados em Taiwan e itens eletrônicos procedentes da Alemanha”. Oliveira promete atender os interessados com agilidade. “Entregamos os fabricados aqui em um prazo de trinta dias, caso o cliente prefira um modelo importado o prazo é de sessenta dias”.



    Compartilhe esta página







      0 Comentários


      Seja o primeiro a comentar!


      Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *