Feiras e Eventos

Resinas especiais – Feira reforça tendência de maior uso do plástico em substituição a outros materiais, como os metais

Maria Aparecida de Sino Reto
4 de maio de 2007
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Resinas especiais - Feira reforça tendência de maior uso do plástico em substituição a outros materiais, como os metais

    Bagageiro de PA pesa menos de 7 kg e suporta cerca de 250 kg

    Comum na Europa, os motores turbo-diesel demandaram o desenvolvimento do novo Technyl A 548BV15, anunciado por Valérie Stoeckel, responsável pelo marketing no setor automotivo. O polímero, explicou, se destina à produção de peças complexas por extrusão/sopro em 3D, sujeitas às altas temperaturas dos motores, como um componente que efetua ligação do motor com o circuito de ar.

    Outras novidades anunciadas pelos executivos franceses consistem no Technyl SI (de superimpacto) e no Technyl Xcell, desenhado para operar com a tecnologia MuCell. Segundo Robert Monti, gerente de marketing para as áreas CIG (consumer and industrial goods) e E & E (electric and electronic), a resina Technyl SI apresenta excelente resistência ao impacto e mantém inalteradas a rigidez e outras propriedades mecânicas. “O novo produto permite aliviar o peso de peças pela redução na espessura da parede, sem perda no desempenho estrutural e propriedades de impacto”, ressalta. Além disso, é altamente resistente à temperatura ambiente e ao frio. Entre as indicações de uso, substitui metal em polias e manoplas de equipamentos de ginástica, entre outras.

    A Technyl Xcell deriva de uma parceria com a empresa Trexell, detentora da tecnologia MuCell. O produto foi desenvolvido para atender este processo de injeção micromolecular, que resulta em peças com estrutura microcelular. O processo é inovador em poliamida e consiste na injeção de microbolhas junto com o polímero, conferindo redução de peso e excelente estabilidade dimensional.
    A resina, disponível nos grades XCell 6.6 e XCell 6, foi desenvolvida em especial para a indústria automobilística. De acordo com o diretor global de marketing, Vincent Lajotte, essa família de poliamida ainda reduz o empenamento, propicia redução significativa do ciclo de injeção e reproduz cópia fiel da textura do molde. Estão entre as aplicações-alvo a cobertura de motor e a tampa de comando de válvulas.

    Plástico Moderno, Resinas especiais - Feira reforça tendência de maior uso do plástico em substituição a outros materiais, como os metais

    A partir da direita: Valérie Stoeckel, Robert Monti, Vincent Lajotte e Francisco Weffort

    Lançamento mundial – A antiga unidade de negócios estirênicos da Lanxess ganhou vida própria no segundo semestre do ano passado e se tornou a mais nova empresa do grupo, batizada de Lustran Polymers. A Brasilplast serviu de palco para o lançamento simultâneo, na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina, do Centrex ST 4766, um terpolímero de acrilonitrila-estireno-acrilato (ASA) com características soft touch, considerado um produto inovador pelo gerente de marketing da Lustran Polymers e da unidade semicristalinos da Lanxess, André Fleischhauer.

    O produto possui características como baixo brilho, proteção contra os raios ultravioleta e boa resistência ao intemperismo. Portanto, suas principais indicações de uso são peças automotivas exteriores e interiores expostas aos raios solares, como painéis de instrumentos. “Nas aplicações internas, segue o mesmo conceito do ABS soft touch, que também é inovador.

    A diferença é que o ASA tem resistência aos raios ultravioleta. Ambos apresentam baixo brilho”, assegura.A expositora também anunciou o lançamento do Lustran Ultra, grade de ABS de excelente resistência térmica e maior resistência ao impacto, em relação ao ABS convencional.

    Plástico Moderno, Resinas especiais - Feira reforça tendência de maior uso do plástico em substituição a outros materiais, como os metais

    Nova Technyl XT propicia maior produtividade

    Segundo Fleischhauer, a nova resina suporta até 118ºC, enquanto as convencionais não vão além dos 95ºC e os grades de alta temperatura resistem no máximo a 108ºC.

    “A idéia do ultra é concorrer com as blendas de ABS/PC em aplicações que empregam mistura de ABS com menor teor de policarbonato”, anunciou. Ele explica que as blendas também suportam temperaturas na mesma faixa do ABS ultra, porém este tem custo menor.

    No campo dos polímeros semicristalinos da Lanxess, o gerente destaca um grade de poliamida com aditivação que lhe confere características diferenciadas, como altíssima resistência térmica e mecânica, facilidade para injeção e desmoldagem – sinônimo de maior produtividade –, e possibilidade de cromação. O produto foi aprovado para compor as carcaças dos faróis do Ford Fiesta e do Vectra 2007.

    Plástico Moderno, Resinas especiais - Feira reforça tendência de maior uso do plástico em substituição a outros materiais, como os metais

    Tanques para motos com paredes mais finas armazenam mais combustível

    Sob medida – Tradicional fabricante de especialidades em compostos de engenharia, a Pepasa Plásticos de Engenharia levou para a Brasilplast nova linha de formulações retardantes à chama não halogenadas, que atendem à tendência do mercado de substituir aditivos lesivos ao meio ambiente ou prejudiciais à saúde.

    Diretora-superintendente da empresa, Zoé Moncorvo considerou esta edição da feira mais objetiva. “Os clientes se mostraram mais focados nas consultas, nas suas necessidades.” Segundo ela, há muitas novas aplicações a caminho. Seu estande exibiu diversas peças representantes dos últimos desenvolvimentos da Pepasa, como formulações de alto desempenho à base de polissulfeto de fenileno (PPS), de alta resistência térmica e capacidade de isolamento, com aplicações na fabricação de peças auto-extinguíveis para a área elétrica. A empresa também desenvolveu um composto à base de SAN com alta precisão dimensional e resistência mecânica para compor as hélices de equipamentos de ar-condicionado de grande porte.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *