Provedora de soluções de poliéster oferece versões biodegradáveis: Embalagem Flexível – Economia Circular

Poliéster e Biopolímero

Poliéster e biopolímero – Provedora de soluções de poliéster hoje empregadas em stand up pouches, retortables, refis de produtos de higiene e limpeza, entre outras embalagens flexíveis, a Terphane também tem as estruturas monocamadas entre seus focos.

Uma delas, a embalagem oven bag, já utilizada em outros mercados, similar ao que no Brasil é conhecido como ‘assa fácil’, permite que um alimento, frango, por exemplo, vá diretamente para o forno, com embalagem e tudo.

Mas a embalagem ‘assa fácil’ exige dois componentes: um externo – o flow pack, geralmente feito de PE e poliéster, ou BOPP com PE –, dentro do qual há um saco de poliéster no qual deve ser colocado alimento que irá para o forno.

“Por sua vez, o oven bag é uma embalagem única, de poliéster, que sai do freezer e vai diretamente para o forno, eliminando o flow pack. Além de ser monomaterial, utiliza 45% menos plástico”, descreve André Gani, diretor de vendas e marketing do Grupo Terphane,

Simplificam-se também outras estruturas de outras embalagens:

“Leite em pó tradicionalmente tinha embalagens tri-laminadas, com duas camadas de poliéster e uma de PE. Mas temos hoje nesse mercado embalagens com uma camada de poliéster e uma de PE”, exemplifica Gani.

Plástico Moderno - Provedora de soluções de poliéster oferece versões biodegradáveis ©QD Foto: Divulgação
André Gani, diretor de vendas e marketing do Grupo Terphane

“E o mercado de atomatados já substituiu quase integralmente, nas embalagens, a folha de alumínio por um filme de poliéster metalizado com camadas nanométricas, que não impedem a inserção da embalagem na cadeia de reciclagem”,

acrescenta.

Em sua linha Ecophane, a Terphane oferece versões biodegradáveis, ou com pelo menos 30% de conteúdo reciclado de filmes de PET.

Esses últimos, já são utilizados em embalagens de leite em pó, atomatados, artigos higiene e limpeza, entre outros.

“Nos primeiros quatro meses deste ano, vendemos cinco vezes mais esse material com conteúdo reciclado que em todo o ano passado”, relata Gani.

A distribuidora Biesterfeld Simko vê potencial de negócios em um produto recentemente integrado ao seu portfólio: o biopolímero derivado de milho Inzea, produzido pela espanhola Nurel.

Resinas e Aditivos

Para Comprar Resinas e Aditivos consulte o GuiaQD

 

De acordo com Walter Atolino, diretor comercial da Biesterfeld Simko, ele atende às normas europeias de compostabilidade, e no Brasil já foi aprovado para contato com alimentos.

Pode ser utilizado em embalagens alimentícias, recobrimento de papel, filmes tipo papel, filmes termoencolhiveis, entre outras aplicações.

No rol dos preceitos para o desenvolvimento de embalagens mais sustentáveis Atolino inclui mais duas palavras iniciadas com ‘R’, no já conhecido conjunto composto por Reduzir, Reusar e Reciclar. Uma delas:

“Recusar poderá ser a substituição gradual de embalagens de difícil manejo e alto impacto ambiental por outras”, diz.

“Repensar envolve desde o descarte consciente até o projeto de embalagens mais fáceis de reciclar, com componentes identificáveis”, acrescenta.

Linha de produtos feitos de poliéster pela Terphane Plástico Moderno - Provedora de soluções de poliéster oferece versões biodegradáveis ©QD Foto: Divulgação
Linha de produtos feitos de poliéster pela Terphane

Previsão de expansão: Fabricantes de embalagens flexíveis aproveitam esses e outros desenvolvimentos para colocar no mercado produtos mais sustentáveis.

Caso da catarinense Canguru, cuja presença é mais intensa no mercado de pet food e em segmentos de higiene e limpeza, como lenços umedecidos, absorventes e fraldas descartáveis.

Embalagens de lenços umedecidos, diz Vanessa de Oliveira, especialista de P&D da Canguru, podem requerer barreiras para proteger essências e ativos bactericidas, enquanto nas de pet food, especialmente em produtos premium, pode haver uma camada interna, muitas vezes de PET metalizado, para formar barreira à migração da gordura.

Para essas e outras embalagens, a Canguru desenvolveu uma solução 100% em PE, e a denominou Nano Pack.

“Essa solução está agora em desenvolvimento em clientes de pet food e de higiene e limpeza”, diz Vanessa.

Por enquanto, ressalta Taylor Lompa da Silva, especialista de marketing da Canguru, as soluções mais sustentáveis, até por exigirem P&D, podem ter custo de aquisição mais elevado.

“Mas seu uso certamente evoluirá”, prevê.

Essa perspectiva de expansão do uso dessas embalagens é endossada por Leda, do Ital.

Afinal, além de demandarem menos matéria-prima, relativamente a outros materiais – e mesmo às embalagens plásticas rígidas –, elas proporcionam benefícios relacionados a logística e armazenamento.

“E são eficazes na proteção dos alimentos, evitando um desperdício que caso ocorresse também geraria um problema de sustentabilidade”, destaca.

“Mas muitos fabricantes não informam de qual material a embalagem é feita e isso dificulta a separação e a reciclagem”, ressalta a pesquisadora.

Quando não podem ser reciclados, resíduos de embalagens flexíveis servem como combustível de fornos de siderúrgicas e cimenteiras, ou como matéria-prima para as reciclagens energética e química, lembra Alfredo Schmitt, vice-presidente da Abief.

Plástico Moderno - Provedora de soluções de poliéster oferece versões biodegradáveis ©QD Foto: Divulgação
Alfredo Schmitt, vice-presidente da Abief

“Embalagens flexíveis são importantes para a segurança alimentar e o transporte seguro de cargas. Sua indústria, bem como toda a cadeia do plástico, tem trabalhado bastante no sentido de promover a economia circular”, afirma Schimitt.

 

 

Reportagem Completa:

Leia a Primeira Parte desta Reportagem: Embalagem Plástica flexível fica mais Reciclável e evolui para Facilitar a Reciclagem: Economia Circular.

Leia a Segunda Parte Parte desta Reportagem: Só Polietileno nas embalagens, se possível: Reciclagem de Embalagens: Parte II: Economia Circular

 

Leia Outras Reportagens:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios