Plástico Brasil – Feira estreia com apoio da indústria de máquinas

Prévia

Com a participação de 400 marcas expositoras e público esperado de 40 mil visitantes, a Plástico Brasil – a ser realizada entre os dias 20 a 24 de março, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, pavilhão com 90 mil m² inaugurado recentemente em São Paulo – promete chamar a atenção dos representantes da indústria do plástico. Seus organizadores garantem mostrar os últimos avanços e tendências globais dos diversos segmentos que compõem a cadeia produtiva.

O evento contará com expositores representantes das indústrias de máquinas e equipamentos, instrumentação, controle e automação, além de acessórios, moldes e ferramentas, produtos básicos e matérias-primas, reciclagem, resinas sintéticas, serviços e projetos técnicos.

A iniciativa é da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) em parceria com a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), com organização e promoção da Informa Exhibitions. Em sua primeira edição, a feira vai dividir as atenções dos profissionais ligados ao setor com a Feiplastic (ex-Brasilplast), prevista para o início de abril também em São Paulo.

“As feiras são sempre importantes em qualquer momento da economia, porque são nelas que as empresas mostram para o mercado os lançamentos, novas tecnologias e estudos”, ressalta Liliane Bortoluci, diretora da Plástico Brasil.

O evento nasce em momento de recessão para a indústria. Surge como boa oportunidade para os expositores conversarem com clientes antigos e em potencial em ambiente amigável. Os diálogos nem sempre resultam em negócios, mas geram condições para entendimentos que resultem em futuras vendas.

Aspecto Tecnológico

Liliane destaca o aspecto tecnológico. Para ela, a Plástico Brasil é importante no momento atual, no qual a indústria procura por processos mais produtivos, capazes de fabricar produtos em maior quantidade e qualidade diferenciada com redução no consumo de energia. “A feira receberá visitação altamente qualificada de transformadores e profissionais de setores consumidores, como os de construção civil, automóveis e autopeças, agricultura, móveis, eletrônicos e outros”, afirma.

A força da Abimaq

A indústria de base será o carro-chefe da Plástico Brasil, muito embora a presença de empresas de outros segmentos também mereçerá a atenção dos visitantes. As principais fornecedoras de máquinas e equipamentos nacionais ligados à indústria do plástico marcarão presença, fato incentivado por ser a Abimaq uma das idealizadoras da feira. Várias dessas empresas optaram pela participação exclusiva, abrindo mão de montar estandes na Feiplastic.

Nesse time se encontra a Romi, uma das principais marcas do segmento, fornecedora de injetoras e sopradoras. “Estaremos exclusivamente na Plástico Brasil para levar as novidades aos nossos clientes em um ambiente preparado para recebê-los”, justifica William dos Reis, diretor da unidade de máquinas para plásticos. Newton Zanetti, diretor comercial da Pavan Zanetti, não deixa por menos. “Feiras sempre trazem boas perspectivas, principalmente a principal feira de plásticos no país, agora a Plástico Brasil”.

Outro a engrossar o time é a fabricante de extrusoras Carnevalli.

Plástico Moderno, Extrusora para filmes multicamadas será destaque da Carnevalli
Extrusora para filmes multicamadas será destaque da Carnevalli

O diretor comercial Wilson Carnevalli Filho avalia que o evento vem sendo planejado com nível internacional, como as grandes feiras do setor.

“Com essa organização, ela com certeza vai conquistar um lugar entre as três maiores feiras de plástico do mundo”. O dirigente destaca a infraestrutura do São Paulo Expo.

“O local é novo e tem instalações de excelente qualidade, teremos oportunidade e totais condições de apresentar nossas novas linhas”.

A posição das empresas, no entanto, não é unânime. Existem casos de fornecedores de equipamentos que participarão tanto da Plástico Brasil quanto da Feiplastic. São os casos, por exemplo, da Wortex, fabricante nacional de equipamentos para reciclagem e de extrusoras, e da fabricante de robôs Star Seiki. Com participação exclusiva ou não, marcas importantes da indústria de base nacional montarão estandes. Estarão por lá Polimáquinas, Hece, Rulli Standard, MTF Termoformadoras, Maqplas, Multipak, Mega Steel, G4 Máquinas/Boy Service, entre outras.

Destaque também para importantes marcas internacionais. Não por acaso. O evento conta com apoio da Euromap, entidade que agrega os fabricantes europeus de máquinas de plásticos e borracha, e representa 40% da produção mundial e 50% das exportações globais do setor. Estarão presentes nomes como Krauss Maffei, Engel, Arbug, Sumitomo Shi Demag, Nissei ASB, Wittmann Battenfeld, Tsong Cherng, Eurotech – BMB, Bausano, Hudson Sharp e Hermann Ultrasonic.

O segmento de equipamentos, acessórios e componentes contará com pesos-pesados, como Piovan, Sepro, Moretto, Dal Maschio, Intermarketing Brasil, Bosch Rexroth, By Engenharia. Na área de moldes, Polimold e Tecnoserv, e em automação e robótica, Staubli e Dal Maschio, entre outras. Já entre empresas com máquinas e equipamentos para reciclagem, farão parte Tria, Gneuss, LGMT e Seibt. Marcas do setor de chillers como Frigel, Korper, Mecalor, Transcalor, Refriac, Refrisat e Aquatech também confirmaram presença. Além disso, as principais fornecedoras do setor de fabricação de moldes, como Polimold, Tecnoserv, GGD Metals, On Time, Eisbar Z-Moulds Intravis e Moldes Brasil divulgarão seus produtos.

Máquinas para transformação

Os visitantes poderão encontrar muitas novidades nos estandes dos fornecedores nacionais de máquinas para os principais processos de transformação.

Plástico Moderno, Sopradoras Romi C 5TS e MX 20L estarão presentes no estande
Sopradoras Romi C 5TS e MX 20L estarão presentes no estande

A Romi apresentará seis equipamentos, entre os quais as injetoras EN 600 e EN 220, a injetora para paredes finas em ciclos ultrarrápidos ES 300 e as sopradoras C 5TS e MX 20L. Também será apresentado o Centro de Usinagem D 800, equipamento indicado para as ferramentarias.

Todas injetoras e sopradoras exibidas estarão equipadas com o novo comando de operação CM20.

De acordo com a empresa, eles possuem altíssima velocidade e capacidade de processamento, interface gráfica multitouch de 19″ full HD e plena conectividade, sendo possível acessá-lo remotamente via browser, tablets ou smartphones.

“Os recursos interativos do comando CM20 e as diversas possibilidades de automação dos equipamentos proporcionam aos clientes o aumento da eficiência e da produtividade em sua cadeia produtiva, rumo à Indústria 4.0”, afirma Reis.

Plástico Moderno, Sopradoras Romi C 5TS e MX 20L estarão presentes no estande
Sopradoras Romi C 5TS e MX 20L estarão presentes no estande

A co-extrusora para alta produção de filmes de cinco camadas será a atração principal da Carnevalli.

“Hoje somos os únicos da América Latina a produzir esse tipo de equipamento. A máquina, exposta na recente edição da K, na Alemanha, está apta a produzir mil kg/h”, afirma Carnevalli. Também será divulgada toda a linha de extrusão voltada para alta e baixa densidade. Recentemente a empresa adquiriu a Permaco, tradicional fabricante brasileira de rebobinadeiras. “Vamos expor a linha mais moderna e automática de rebobinadeiras produzidas por nós”.

A fabricante de sopradoras Pintarelli, de Blumenau-SC, mostrará seu modelo Versátile, com capacidade para produzir frascos de até cinco litros. Também divulgará toda sua linha de periféricos, como esteiras transportadoras, cortadoras de cabeça perdida, testadoras de furos, enfardadeiras, paletizadores, sistemas de rebarbação e manipulação de peças, além de divulgar a possibilidade de desenvolver projetos especiais destinados a automatização da indústria do sopro.

Plástico Moderno, Injetora EM 220 conta com comando CM20, preparado para Indústria 4.0
Injetora EM 220 conta com comando CM20, preparado para Indústria 4.0

A Multi Pack Plas, criada em 1995 e com sede em Osasco-SP, também especializada em máquinas para sopro, vai demonstrar as características principais dos modelos de suas linhas Eco Blow e Autoblow. Entre outras características, as máquinas da empresa possuem estruturas tubulares monobloco, conjuntos de fechamento por alavancas contrapostas e carros trabalhando sobre guias lineares apoiadas em barramento, inéditos sistemas patenteados de troca rápida de moldes e pinos de sopro propiciando tempos de set-up reduzidos. Nas sopradoras Eco Blow são usados servomotores para controlar todos os movimentos.

Marcas internacionais de renome também mostrarão suas armas. O grupo austríaco Wittmann Battenfeld colocará em funcionamento em seu estande a injetora Smartpower 180/750 Insider, já com robô e esteira integrados. Outra atração será a injetora Ecopower 110/350, elétrica e indicada para injeção de peças técnicas com elevada precisão. As duas injetoras serão equipadas com o sistema Wittmann 4.0 de integração dos periféricos e o comando Unilog B8. Em paralelo, serão mostradas linhas completas de robôs, desumidificadores, alimentadores e dosadores.

A fabricante de injetoras alemã Arburg terá em seu estante duas máquinas. Uma delas será a Allrounder 720 H 2900-1300, com 2,9 mil kN de força de fechamento, indicada para a produção de embalagens. De acordo com a empresa, possui elevada capacidade de produção, proporciona ciclos rápidos e economia de energia. O outro equipamento será o Allrounder 470 E 1000-290, com força de fechamento de mil kN. Com elevado grau de precisão, é indicado para a injeção de peças técnicas com alto comprometimento dimensional.

Periféricos

Os visitantes interessados em conhecer novidades em equipamentos periféricos terão vários estandes a explorar. Empresa bastante tradicional no segmento, a Piovan lança a nova geração de misturadores gravimétricos da linha Quantum, formada por modelos com capacidade de produção entre 70 e 800 kg/h. De acordo com a empresa, o equipamento foi projetado para suportar vibrações provenientes das máquinas transformadoras, garantindo precisão da mistura mesmo em condições extremas.

Outra inovação da marca, lançada na feira K, em outubro passado, será apresentada em primeira mão ao mercado brasileiro. É o WinFactory 4.0, software de supervisão voltado para indústrias que trabalham de sob o regime 4.0. O aplicativo permite a adoção de um conjunto de procedimentos e tecnologias voltadas para a implementação da fabricação digital.

A Körper promete uma série de novidades e lançamentos na sua linha de refrigeração. Uma das atrações é a unidade de água gelada modelo KRA-130 com o novo CLP de 7”, que estará disponível no estande para teste e operação dos novos e exclusivos recursos técnicos. Contam com novos controles projetados para oferecer maior segurança, controle e estabilidade ao processo e ao equipamento, além de facilitar a operação e a manutenção. Outra novidade é a nova série de chillers KPA Professional, equipamentos equipados com compressores de tecnologia inverter. Os modelos da linha KRE Performance, de minichillers, e a nova linha de torres de resfriamento compactas, a Série Q40, completam os lançamentos.

Moldes

Um time de expositores promete atrair a atenção dos especialistas na confecção de moldes. A Polimold divulgará sua linha de porta-moldes, câmaras quentes, controladores de temperatura, componentes e acessórios para ferramentarias. O item de destaque será o sistema valvulado com dez vias Facility, bastante utilizado, por exemplo, em aplicações para a indústria automobilística. Um modelo virtual do sistema Facility estará à disposição do visitante interessado em conhecer em detalhes como esse recurso pode ser aproveitado na obtenção de peças complexas.

Plástico Moderno, Sistema valvulado com dez vias Facility gera peças complexas
Sistema valvulado com dez vias Facility gera peças complexas

Outra empresa com anos de atuação no fornecimento no ramo, a Tecnoserv irá apresentar seu amplo portfólio.

Entre os produtos, câmaras quentes, manifolds, controladores de temperatura modulares para câmaras quentes, porta moldes e ampla linha de componentes padronizados.

Além de produtos com marca própria, ela também representa toda a linha de produtos da alemã Strack Normalien. Uma das características de seus porta-moldes é apresentar todos os furos para alojamento de buchas e colunas de guia com as mesmas dimensões de coordenadas, o que proporciona a inexistência de furos deslocados e facilita a montagem.

Matérias-primas

Replas

Representante dos fornecedores de matérias-primas presentes na feira, a Replas, distribuidora nacional das principais resinas termoplásticas e filmes de BOPP, também atua no mercado de filmes de polietileno e termocontrátil (shrink), com fábrica em Manaus-AM e capacidade de produção para 350 kg/hora.

Como fabricante, a empresa apresenta uma novidade. Trata-se da entrada em operação, no último mês de janeiro, da máquina para PP em filme plano (cast film) de cinco camadas, com capacidade de produção de até 700 kg/h de filme.

 

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios