Borracha

Prévia Expobor 2014: Encontro da borracha promete atrair visitação superior ao evento passado

Maria Aparecida de Sino Reto
7 de maio de 2014
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Prévia Expobor 2014: Encontro da borracha promete atrair visitação superior ao evento passadoO espaço do Expo Center Norte ainda abriga no período a Pneu-Recaufair 2014 – Feira Internacional da Indústria de Pneus, considerado o maior evento de negócios do continente que integra a cadeia completa de produção de pneus: matéria-prima, reforma, manutenção, equipamentos e reciclagem.

    Questões como o Selo Verde e a tendência para o uso de pneus de alto desempenho, considerados mais amigáveis do meio ambiente, entram nas discussões desse espaço reservado aos pneumáticos, que conta com a apresentação “O Brasil sem a Reforma de Pneus? Benefícios e Impactos da Reforma no Meio Ambiente e Sustentabilidade do País”, ministrada por Roberto de Oliveira, presidente da Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus (ABR), dentro do Painel Pneushow.

    No entender de Oliveira, o Selo Verde chega como um instrumento de conscientização das empresas do setor para a importância da manutenção dos seus processos e minimização dos impactos ambientais. “O programa de rotulagem ambiental será desenvolvido de forma a compatibilizar-se com a norma ABNT NBR ISO 14024:2004 – Rótulos e declarações ambientais – rotulagem do tipo I, que foi elaborada para ser aplicada a todos os tipos e portes de organizações. O objetivo é a contínua preservação do meio ambiente, caminhando cada vez mais para sermos considerados empresa verde”, explica.

    Expositores promovem novidades em matérias-primas e máquinas

    Presença obrigatória nas exposições da indústria do plástico e da borracha, a Braskem apresenta na Expobor o seu portfólio específico direcionado ao setor, representado pela sua Unidade de Negócio Insumos Básicos. O principal objetivo da petroquímica no evento, como ressalta Adriana Morasco, responsável pela Unidade, é divulgar a sua resina hidrocarbônica Unilene, com o intuito de reforçar tratar-se de um produto Braskem. Isso porque, como ela explica, o insumo é produzido apenas pela empresa na América Latina. “Por isso a ideia de reforçar que é da Braskem, associando o nome do produto à empresa.” Além disso, pretende fortalecer o relacionamento com os clientes e os stakeholders do setor de borrachas.

    “É importante mostrar, ao público geral, que a Unilene é uma resina diferenciada e competitiva, se comparada com outras resinas hidrocarbônicas, e que tem grande volume de vendas para o mercado de pneus.” Entre as vantagens e diferenciais, ela ressalta que o produto é compatível com uma grande gama de materiais, tais como elastômeros, polímeros termoplásticos, resinas termofixas e diversos tipos de plastificantes, entre outros. Também apresenta boas características de “pegajosidade” para adesivos de contato à base de borracha e hot-melts ativados por temperatura; é solúvel em grande parte dos solventes orgânicos, exceto álcoois; proporciona boa resistência à água em formulações de tintas e adesivos; e pouco interfere na coloração de tintas e adesivos.

    Plástico Moderno, Misturador Banbury Kneader tem capacidade para 35 l

    Misturador Banbury Kneader tem capacidade para 35 l

    Além do principal foco na aplicação da resina hidrocarbônica de petróleo na indústria de borracha, a Braskem aproveita o evento para expor em segundo plano as suas demais aplicações, nos segmentos de tintas e vernizes, no de adesivos (hot-melt) e ainda no de plásticos, na cura de concreto, na indústria do papelão, na indústria madeireira, e em asfalto.

    Outro destaque no estande da empresa fica por conta da divulgação de uma nova patente de aplicação para os polibutilenos (PIB) para o setor de borrachas. Adriana menciona o seu uso em óleo e lubrificantes, filmes do tipo stretch (esticáveis), adesivos, cosméticos, e explosivos para mineração, e ainda couro.

    A atenção para o desenvolvimento de soluções inovadoras para crosslinking direcionadas ao mercado transformador de elastômeros e plastômeros, leva a Retilox a exibir novos grades de peróxidos em masterbatch, para uso em artefatos transparentes; novos peróxidos para cura mais rápida, sem odor e sem blooming,  para mangueiras automotivas; além de grades especiais e exclusivos, com patente internacional, para vulcanização contínua em túnel de ar quente na presença de oxigênio. Produtos especiais em masterbatches, comercializados com as marcas Retieva Mix e Retimicropor, desenhados para elevar a produtividade e reduzir os custos de artefatos de EVA e de borracha microporosa, nessa ordem, completam a exposição da fabricante.

    Distribuidora de matérias-primas para os segmentos de borracha, plástico, látex e adesivos, a Auriquimica comparece ao evento tanto com o propósito de divulgar os novos produtos incorporados ao portfólio, como também o de buscar aprimoramento técnico através do Simpósio e de interações globais com diversos profissionais, além da tradicional troca com seus clientes e fornecedores.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *