Aditivos e Masterbatches

Plasticultura – Uso de aditivos na plasticultura cresce e testemunha seu avanço

Maria Aparecida de Sino Reto
23 de março de 2010
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Pedro Caldari, Coordenador de negócios de aditivos e pigmentos para plásticos da Basf, Plasticultura - Uso de aditivos na plasticultura cresce e testemunha seu avanço

    Caldari assegura bloqueio acima de 80% à sua linha antiUV

    Bloqueio de UV – Também a Basf concorre no segmento de aditivos para garantir aos agrofilmes resistência aos raios ultravioleta, bloqueadores em especial. “Bloqueia acima de 80% dessa radiação e promove o efeito antivírus”, assevera Caldari. A linha ainda engloba estabilizantes, antioxidantes e pigmentos especiais para gerenciamento de luz e de temperaturas. “Somos grandes provedores de estabilizantes do tipo Hals e Nor-Hals, capazes de suportar os agentes de degradação catalisada pelos componentes dos agroquímicos.” Entre esses agentes, o enxofre e o cloro são as principais substâncias que catalisam o ciclo de degradação do agroplástico.

    Na avaliação do coordenador, a maior demanda pela tecnologia Nor-Hals é uma tendência, pois ela propicia melhores condições de cultivo, assim como os aditivos especiais para gerenciamento de luz e/ou temperatura. Incorporados ao polietileno, promovem a absorção de radiação solar da região do UV e sua conversão em comprimentos de ondas na faixa fotossinteticamente ativa no interior da estufa, potencializando o crescimento da planta. “O aditivo transforma uma luz que não é aproveitada pela planta em outra que ela utiliza, aumentando, assim, a fotossíntese e a produtividade, pois há mais fotoconversão e a planta responde com maior produção por m²”, pormenoriza Caldari.

    Os produtos especiais para gerenciamento de temperatura atuam na radiação infravermelha e constituem uma das novidades da Basf. Em fase de lançamento, começam a chegar aos transformadores os primeiros produtos colocados à venda. E essa postura constitui uma das estratégias da empresa, na avaliação de Caldari. Segundo ele, o perfil desse segmento de negócios é atuar também na ponta, entre os convertedores, para avaliar as necessidades desses clientes finais. As informações coletadas são transportadas para dentro da empresa e direcionadas para o desenvolvimento de novos produtos, a fim de suprir essas lacunas de mercado. “A Basf considera o negócio de plasticultura estratégico”, declara.

    Plástico Moderno, Enio A. Ferigatto, Gerente de projetos e produtos, Plasticultura - Uso de aditivos na plasticultura cresce e testemunha seu avanço

    Ferigatto: concentrados, os aditivos têm melhor desempenho

    Aditivo concentrado – A Cromex se considera uma das principais fornecedoras de masterbatches para a cadeia do agronegócio, com atuação em mais de 60 países. Bem abrangente, a linha envolve concentrados pretos, brancos e de aditivos de alto desempenho, como a linha de produtos para proteção aos raios ultravioleta, com absorvedores, antiUVs convencionais e com alta resistência a pesticidas. Segundo Ferigatto, este último master possui em sua formulação um aditivo apropriado para assegurar maior vida útil a filmes em contato com pesticidas, que entram em reação com a molécula do antiUV, que protege a cadeia polimérica da degradação.

    Outro concentrado importante confere aos filmes redução do calor no ambiente interno da estufa – são os absorvedores de raios infravermelhos. A Cromex também formula em seus concentrados difusores de luz (responsáveis por difundir a luz de modo homogêneo), antigotejo e antiestáticos.

    Para o transformador, a aplicação direta de aditivos ou o uso dos concentrados pode fazer diferença, sim. A composição de ativos na forma de masterbatches leva a vantagem de oferecer melhores condições de dispersão e homogeneização no processo. “A incorporação do aditivo direto pode prejudicar essa dispersão e homogeneização”, pondera Ferigatto.

    Os concentrados da empresa suprem as diversas ramificações do agronegócio. Além do mercado de filmes (para cobertura e mulching), as formulações de aditivos e também os pretos e brancos especiais entram na composição da nova vedete do mercado, os silos-bolsas, de tubos e mangueiras para irrigação, gotejadores e outros itens variados.

    Ele ressalta a possibilidade de adotar o poliácido láctico (PLA), resina biodegradável proveniente do milho, como substrato para masterbatches destinados à fabricação de filmes (mulching) e tubetes injetados para a produção de mudas.

    Outro nome de peso no ramo dos concentrados de aditivos para o mercado de plasticultura é a americana Ampacet, há mais de setenta anos no mercado, com 18 plantas industriais espalhadas pelo planeta, além de escritórios comerciais em 80 países e centros de desenvolvimento em cada continente. Responsável pelo marketing na América do Sul, Débora Costa informa que a empresa dispõe de uma ampla linha de produtos desenvolvidos para o segmento agrícola. As opções abrangem concentrados antiultravioleta e formulações com filtro UV e fotosseletivas. Neste último caso, Débora explica que a composição protege os filmes das radiações UV e podem atuar especificamente sobre a visão de certos insetos transportadores de vírus dentro da estufa, eliminando, assim, sua presença.

    A linha também conta com masterbatches de barreira aos raios infravermelhos e de ação antifog. Estes últimos, segundo Débora, conseguem manter a propriedade antigotejo por período máximo de um ano.

    Ainda constam do cardápio concentrados brancos especiais para uso em produtos sujeitos a intempéries (formulados com insumos resistentes à radiação ultravioleta), negros com diferentes graus de absorção de UV e coloridos com alta resistência à luz, estes, formulados para aplicações que precisem barrar determinados comprimentos de onda prejudiciais às culturas, ou em mulching para busca de diferentes alterações das condições do solo.

     

    Leia a reportagem principal:



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *