Plástico

Plástico Verde – Em prol da saúde do Planeta, a indústria do plástico injeta recursos em fontes renováveis

Maria Aparecida de Sino Reto
15 de dezembro de 2009
    -(reset)+

    plantas. “O produto substitui a mesma resina de origem fóssil e garante desempenho idêntico e funcionalidade”, revela Kantt. Os tempos ainda são de plantar no mercado brasileiro, mas o setor automotivo já demonstrou especial interesse no produto.

    Uma outra família de politereftalatos de trimetileno (PTT) com base em amido de milho, comercializada sob a marca Biomax, contempla a indústria de embalagens com variedades de resinas e semiacabados, como filmes. “Nos Estados Unidos, o produto é especialmente usado em embalagens de bombons, que se degradam com água e são reabsorvidas pela natureza”, afirma Jansen.

    Empregar tecnologias menos agressivas ao meio ambiente e desenvolver produtos inseridos nesse mesmo conceito constituem diretrizes em expansão no país, em linha com a maior parte do comportamento global. Desta vez sem subsídios, o etanol tem tudo a seu favor e a indústria brasileira do plástico, uma vantagem a mais.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *