Setor Automotivo Puxa as Vendas dos Plásticos de Engenharia no País

Plástico nos Automóveis

Em 2013, o consumo aparente de ABS, PA (poliamida), POM (poliacetal), composto de PP, PC (policarbonato) e PBT (tereftalato de polibutadieno) ficou próximo de 430 mil toneladas, um crescimento de aproximadamente 8% em relação a 2012. Desse volume, cerca de 55% foi usado nas aplicações para o setor automotivo.

O bom crescimento em 2013 foi reflexo principalmente do desempenho na indústria automotiva, na qual a produção cresceu 10%.

A expectativa, até o ano passado, era manter esse ritmo de crescimento no consumo de plásticos de engenharia, principalmente devido a dois fatores:

  1. Programa Inovar Auto, programa de estimulo à redução do uso de combustíveis fósseis, que na indústria automotiva se traduz principalmente em ter um carro mais leve, priorizando assim a substituição de peças metálicas por plásticas.
    Além disso, terão benefícios empresas com maior participação nacional na produção dos componentes.
  2. Bom desempenho da produção automotiva, talvez num menor patamar para o mercado interno, mas num ritmo crescente para as exportações, existindo até um programa do setor sendo estudado, o Exportar Auto.

Porém, o início deste ano mostrou um cenário não tão otimista.

O setor automotivo enfrenta queda nas vendas e aumento nos estoques.

As empresas já tomaram medidas para redução da produção, como férias antecipadas e programas de demissão de funcionários.

Além do fraco desempenho no mercado doméstico, houve redução de 33% nas unidades exportadas no primeiro trimestre de 2014.

Assim, o consumo de plásticos de engenharia em 2014 pode ter um crescimento menos robusto que anteriormente previsto, mas o perfil dinâmico e muito atrelado à inovação no uso de tais produtos deve continuar proporcionando boas oportunidades no setor.

Encontre Fornecedores das Matérias-Primas citadas nesta reportagem (automotivo):

Taís Marcon Bett Plástico Moderno, Setor automotivo puxa as vendas dos plásticos de engenharia no país
Taís Marcon Bett

 

 

Texto: Taís Marcon Bett

  • Engenheira Química
  • Gestora de Química & Especialidades e Materiais Especiais da consultoria Maxiquim.

 

15 Reportagens sobre Plásticos de Engenharia:

  1. Plásticos de Engenharia: Polímeros Modernos respondem a desafios mais complexos
  2. Plásticos nos automóveis – Aplicações automotivas crescem
  3. Transformação: Polímeros de Engenharia – Polioximetileno (POM)
  4. Plásticos de Engenharia – Policarbonato PC
  5. Volante de PU reduz descartes – Plásticos nos automóveis
  6. Plásticos nos automóveis – Ultrassom garante soldar plásticos
  7. Plástico no automóvel: Advento do carro elétrico gera desafios adicionais
  8. Caminhões ganham pedais feitos apenas de plásticos
  9. Carro anda 100 mil km para provar resistência de buchas – Plásticos
  10. Carro de corrida terá motor feito de plásticos
  11. SAE discute avanços em materiais automotivos
  12. Com capital japonês, Produmaster crescerá no mercado automotivo
  13. Empresa eleva produção para atender o setor automotivo
  14. K 2007 – Indústria destaca alternativas para os plásticos de origem fóssil
  15. Perspectivas 2007 – ABTB – Tormento quer tornar indústria mais competitiva

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios