Vitrine Brasilplast 2009 – O que há para ver na feira*

ROMI

Líder nacional na produção de máquinas para o processamento de plástico, a Romi estará com um amplo estande, no qual apresentará novidades em injeção e sopro. Um destaque ficará por conta do reforço no conceito das máquinas elétricas, com a Romi Eletramax 150, Euromap 485, 269 g. A série Eletramax terá lançamento simultâneo com a Romi Itália. A máquina tem novo painel de comando e.ONE, e estará transformando biopolímero Basf, material biodegradável, obtido por fonte renovável. Em um conceito de célula de produção, do granulado à peça embalada, o visitante poderá ver um equipamento capaz de economizar até 80% de energia, em relação aos modelos convencionais, e água em até 75%, além de apresentar nível de ruído de 60 dB.

Outra novidade será a máquina híbrida Primax 300 H, que conta com acionamentos hidráulicos, para os movimentos de fechamento e injeção, e acionamento elétrico, para o movimento de plastificação. Tem capacidade para 300 toneladas de força de fechamento e o diferencial de reduzir o consumo energético em até 30%, por causa da plastificação elétrica. O ciclo também é menor, cerca de até 15% mais rápido, em comparação a um modelo com plastificação hidráulica.

No segmento do sopro, mostrará a sua recente aquisição de tecnologia da DigMotor para a fabricação de sopradoras para pré-formas de PET. Ainda neste segmento apresentará o modelo 5 TD, com cabeçote duplo, dupla produtividade e extrusor de 90 mm da linha de sopro convencional Romi JAC.

Plástico Moderno, Vitrine Brasilplast 2009 - O que há para ver na feira*
Rotomoldadora é voltada ao mercado de grande porte

ROTOLINE

A empresa exibir a máquina de rotomoldagem da série DC Shuttle. Desenvolvida para rotomoldar os mais diversos produtos em PELMD, entre outras resinas, trata-se de máquina provida de dupla estação, que opera com forno central e duas estações de resfriamento, possuindo dois carros com suporte para a instalação de moldes. Também será divulgado na oportunidade o lançamento da Rock and Roll Oven Shuttle. Trata-se da RR7030DC que chega ao mercado para atender às necessidades de rotomoldadores de grande porte como tanques e barcos e que possui forno central com capacidade para moldes com três metros de diâmetro e sete metros de comprimento.

ROTO PLASTIC INTERNACIONAL

Uma das novidades desse fabricante de equipamentos para rotomoldagem se trata do Sway. O modelo permite ao cliente sua montagem de forma paulatina, ou seja, à medida que a produção cresce, pode-se montar um novo braço do equipamento. Dessa forma, ao adquirir todos os braços, este vai se transformando no modelo Carrossel. Outro equipamento da marca é o tradicional Spinner, mais conhecido no mercado nacional como Shuttle. O fabricante também divulgará um diferencial de seus equipamentos: a unidade de medida e controle da temperatura interna do molde, modelo TemLogger. O seu sistema interage com o programa de comando da máquina, monitorando automaticamente os ciclos de trabalho.

Plástico Moderno, Vitrine Brasilplast 2009 - O que há para ver na feira*
Linha EC 130 de chapas, da Rulli

RULLI

O visitante poderá apreciar três linhas completas para extrusão e coextrusão de filmes e de chapas. Na linha para chapas será exibida a EC 130, para largura de 2,30 m. A linha de coextrusão de filmes de três camadas tem 1800 mm de largura e a linha de monoextrusão de filmes destacará o modelo EF-2.1/2”.

SABIC

Com um estande interativo para proporcionar uma experiência diferenciada aos visitantes, a Sabic Innovative Plastics pretende divulgar as diferentes texturas, cores, formatos e inúmeras soluções que seus produtos podem oferecer. Os principais destaques ficarão por conta das linhas com foco na sustentabilidade e na eficiência térmica, mecânica e de design. Quem for ao estande, poderá ver as vantagens das resinas da família iQ, o composto Faradex, os copolímeros de policarbonato Lexan, a linha de alto brilho e as resinas Ultem PEI de alto brilho.

As resinas iQ funcionam como soluções imediatas e ambientalmente responsáveis, produzidas do PET pós-consumo. Essa linha de PBT e PBT/PC tem desempenho equivalente ao dos compostos, misturas e ligas que contêm o PBT fabricado tradicionalmente, e agrega economia de energia aos processos de fabricação, entre outras características. Na feira, dessa série, a Sabic divulgará novos grades, como o Valox iQENH4550, um PBT com 30% de fibra de vidro, retardância à chama e livre de halogênios.

Outro destaque: o novo grade de compostos Faradex, termoplásticos condutivos eletricamente, utilizados na blindagem eletromagnética. A sua principal vantagem é evitar a interferência eletromagnética em celulares, GPSs, equipamentos médicos e afins. A Sabic também apresentará seu amplo portfólio de copolímeros de policarbonato Lexan. A resina PC Lexan, conhecida por ser transparente e resistente ao impacto e à temperatura, ganhou grades com propriedades, como a alta resistência a intempéries e ao risco, baixa emissão de fumaça e toxicidade, além de ótima processabilidade, e uma nova linha, a resina Lexan HFD, de alto fluxo, produzida com matéria-prima renovável.

As resinas de alto brilho e resistência ao risco também estarão em foco. Desenvolvidas nas resinas Lexan PC, Cycolac ABS e Noryl PPO modificado, permitem a eliminação da pintura e possuem grades com propriedades antichama, além de serem livres de halogênio, contam com alta resistência ao impacto e a intempéries. A petroquímica desenvolveu ainda a resina Ultem Super High Flow. Essa linha apresenta características de alta resistência térmica e autoclavagem, antichama inerente, resistência química e transparência na cor âmbar, com um alto fluxo para injeção.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios