Vitrine Brasilplast 2009 – O que há para ver na feira*

GNEUSS

Inovações nos sistemas rotativos de filtração e seu mais recente desenvolvimento, o sistema de extrusão MRS, integrarão o estande da empresa. Esse último se trata de uma tecnologia única de dosagem de polímeros, que se baseia num sistema multiuso, de rosca e tambor com parafusos satélites, capaz de fornecer ampla e rápida troca de massa na superfície de degasagem. A extrusora MRS assegura o processamento de flakes ou chip/pellets de garrafa PET úmidos, diretamente, para chapas, fibras ou fitas de arquear, com um sistema de vácuo simples de 20 a 40 mbar. Conta com um design simples modular, tornando-se ideal para o processamento de materiais extremamente contaminados. Além disso, em conjunto com o viscosímetro on-line Gneuss, o monitoramento contínuo da viscosidade da massa se torna possível.

Já no caso dos sistemas de filtração, os visitantes poderão conferir dois tipos: o SFXmagnus e o RSFgenius. O primeiro é particularmente adaptado para aplicações nas quais é importante o processo constante e/ou operação de pressão constante, mas a autolimpeza não é tão necessária por conta dos longos intervalos entre a troca de elemento filtrante. É caracterizado por sua operação simples, segura e fácil, cujo design evita influência externa como a umidade do ar. Já o RSFgenius estabeleceu o padrão de filtração de massa por meio do processo com sistema de autolimpeza desde sua introdução no mercado há mais de dez anos. O equipamento também oferece troca de telas sem interferência no processo, área de filtração ativa de até 5.140 cm² e compatibilidade com todos os tipos de polímeros, entre outras características.

HAITIAN

Pela primeira vez exposta no Brasil, a máquina da série Vênus, totalmente elétrica, foi desenvolvida e fabricada na Alemanha pela Zhafir, que mantém unidade na China para atender aos pedidos do mercado mundial. Em operação em países como Estados Unidos e México, essas máquinas se destacam por sua velocidade e segurança. No estande, também estarão sendo expostas máquinas das séries Marte e Saturno. As primeiras promovem economia de energia e apresentam baixo nível de ruído, além de precisão, enquanto as segundas podem ser configuradas de acordo com as necessidades dos clientes, sempre levando em consideração o custo/benefício.

HDB REPRESENTAÇÕES

A empresa mostrará uma nova série de termorreguladores de sua representada da Suíça HB-Therm. O equipamento apresenta alto desempenho e conta com novo display colorido, com opção de vinte línguas diferentes e sistema de ajuda integrado ao software; o monitoramento do fluxo do fluido de transparência térmica é padrão, utilizando novo método de controle de vazão por ultrassom, o que permite resposta rápida e precisa. Além disso, possui um revolucionário sistema de monitoramento do desempenho da bomba, possibilitando ao usuário saber em quais condições o equipamento está operando e os dados de processo podem ser salvos no próprio aparelho ou ser armazenados em um pen-drive. O HB-Therm série 5 também mantém suas características fundamentais, como sistema hidráulico fechado, sem contato com oxigênio e totalmente confeccionado em material não-corrosivo e resistente ao desgaste; resfriamento indireto; controle de temperatura nas linhas de avanço ou de retorno; resfriamento com segurança e esvaziamento de molde standard.

HTMIR

O grupo, composto pelas empresas HTinn, com sedes na Itália e China; Mir, da Itália; e Wave, com sedes na Itália e Suíça, exibirá três de seus modelos, com ênfase na injetora HTSilver 250, de tecnologia híbrida, equipada com inversor de frequência no motor principal, comando Gefran e hidráulica Rexroth. De acordo com o expositor, a série Silver se destaca pela qualidade europeia (certificada CE) aliada a um custo baixo, competitivo com as injetoras asiáticas no mesmo patamar de preços. Todos os equipamentos do grupo são certificados pela CE e padronizados nas normas Euromap. O grupo considera seu diferencial a oferta de uma vasta flexibilização construtiva pelo fato de só fabricar injetoras. Assim, abrange grupos de fechamentos mecânico, hidroblock, hidráulico (de duas placas), grupos de injeção com motor hidráulico ou elétrico na carga, além de injetoras totalmente elétricas. A HTinn produz injetoras nas séries Silver e Gold com forças de fechamento entre 60 t e 4.000 t; a Mir, máquinas convencionais desde 60 t até 10 mil t de força de fechamento e injetoras especiais (verticais, para processamento de elastômeros, termofixos, BMC e injeção de múltiplos materiais); e a Wave, injetoras de 40 t até 450 t de força de fechamento para as áreas médica e farmacêutica, entre as quais se inserem equipamentos totalmente elétricos e com fechamento hidroblock.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38Próxima página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios