Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira

Textos elaborados com base nas informações enviadas pelos expositores

3V SIGMA

Presente no Brasil com uma filial desde 2001, essa fabricante de especialidades químicas sediada nos Estados Unidos exibirá um portifólio que entre outros itens tem polímeros sintéticos e moléculas químicas orgânicas. “Como produtores globais de aminas HALS, absorvedores de UV, antioxidantes e branqueadores ópticos, estamos muito bem posicionados para oferecer as soluções que o mercado brasileiro necessite”, afirma Guillermo Walter, diretor da 3V Sigma Brasil.

ACTIVAS

Utilizará o evento como um palco no qual pretende “exibir a jornada percorrida pelo Grupo Activas até a certificação oficial como a primeira distribuidora de resinas plásticas do mundo integrante do Sistema B”. Certificação que, de acordo com Laércio Gonçalves, CEO do grupo, qualifica segundo rígidos critérios rígidos de avaliação sustentável as empresas que equilibram lucro nos negócios com impactos positivos nos campos social e ambiental, promovendo um sistema econômico mais inclusivo, equitativo e regenerativo. “É um dos certificados mundiais de ESG mais importantes, e no Brasil atualmente contempla 275 empresas, de vários setores”, ressalta Gonçalves.

ADITIVE

Mesclará em seu estande a divulgação de fatos já mais conhecidos pelo mercado – como sua relevante presença no segmento dos aditivos anti-UV – com o lançamento de produtos; entre eles, o Masterfil Promotor de Adesão, que propicia a adesão de filmes poliméricos de PE e BOPP, por exemplo, sem comprometer a atuação de aditivos anti-fog, que evitam o embaçamento dos filmes.

Material, detalha o diretor-técnico João Ortiz, comercializado em grânulos sólidos, que age durante o processo de laminação aquecida. Apresentará ainda outras novidades, como um absorvedor UV que pode ser aplicado em filmes stretch e shrink para evitar alterações dos produtos embalados. “Mostraremos ainda aditivos termoestabilizantes aplicados em tubos corrugados de poliamida para motores de carros elétricos, e a linha de aditivos para PET, entre outros produtos”, complementa Ortiz.

ALFAFLEXO

A fabricante de impressoras flexográficas Alfaflexo estreia no evento. Na exposição os visitantes poderão conferir os equipamentos que são a especialidade da empresa, as impressoras de cilindro central. Um dos destaques é o modelo Gearflex, que trabalha com oito cores e foi projetada para atender as necessidades do setor de embalagens flexíveis.

De acordo com informações prestadas pela empresa, trata-se de equipamento robusto, com tambor central refrigerado e metalizado, laterais de monobloco, janelas para troca rápida de camisas anilox e porta clichê, além de sistema gearless para montagem ágil de novo trabalho. “Esta é uma impressora de alta precisão e que apresenta consumo de energia reduzido”, informa Henrique Pereira, gerente comercial.

ARBURG

Em estande de 300 m², a fabricante europeia de injetoras Arburg vai expor duas máquinas. Uma delas será o modelo elétrico Allrounder da série Golden Electric, com 200 toneladas de força de fechamento, que estará equipada com robô Arburg Multilift Select. A outra será uma Allrounder da série Hidrive, com acionamento híbrido e força de fechamento de 250 toneladas, com sistema de automação para o uso da tecnologia in mold label.

As máquinas estarão equipadas com o novo comando Gestica, que entre outras inovações conta com o aplicativo FillAssist, que faz a simulação do preenchimento da cavidade do molde. “Também apresentaremos o sistema Arburg ALS, que estará conectado a todas máquinas e fará a gestão de todo o processo produtivo”, explica Leandro Goulart, gerente de vendas.

AVIENT

Divulgará o lançamento da linha de antioxidantes A4R que, pelas informações da empresa, oferece uma solução “confiável e de custo efetivo” para proteção das resinas PCR em maiores quantidades de ciclos térmicos e processamentos industriais, mantendo sua qualidade e evitando a formação de defeitos como géis e pontos pretos, e simultaneamente melhorando as características de processamento, mecânicas e visuais.

Resinas recicladas em geral, bem como embalagens, fibras e bens de consumo, constituem as principais aplicações da linha A4R, especifica Alessandra Neves, gerente sênior de marketing e sustentabilidade dessa empresa produtora de compostos termoplásticos, cores e aditivos, entre outros produtos utilizados pela cadeia do plástico, que tem sede nos Estados Unidos e no Brasil mantém plantas nos municípios paulistas de Suzano e Itupeva.

BORCHE

A Borche, fabricante chinesa de injetoras com estrutura própria de representação no Brasil, lança na exposição o modelo Bi-320, novo integrante da linha Bi oferecida pela marca. Sua principal característica, de acordo com informações prestadas pela Borche, se encontra na tecnologia presente voltada para atender as exigências da Indústria 4.0.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

O modelo conta com componentes que permitem a integração de informações sobre produção, estatísticas de qualidade, alarmes em geral e outros processos. Também pode ser conectada a periféricos e robôs novos ou já existentes na planta dos clientes.

Outras características do lançamento ressaltadas pela empresa são sua maior velocidade, alta precisão e repetibilidade, qualidades atribuídas aos avanços do sistema hidráulico embarcado, além de possuir curso de abertura maior do que a de versões similares do mercado.

CARNEVALLI

A brasileira Carnevalli, fabricante de equipamentos para extrusão de filmes, reserva para os visitantes três atrações: uma linha monocamada para materiais reciclados de todos os tipos de polietilenos com capacidade de produção de até 250 kg/h; um equipamento de coextrusão para filmes de cinco camadas; e uma linha de rebobinadeiras da série NewPermaco.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

De acordo com Wilson Carnevalli Filho, diretor comercial, as duas extrusoras a serem apresentadas permitem o desenvolvimento de embalagens da nova economia circular, na qual reciclados e materiais prime são utilizados em conjunto de forma a agregar valor ao produto final, reduzir custos e contribuir com o meio ambiente.

A bobinadeira, por sua vez, é indicada para bobinas de grande diâmetro e conta com sistema de corte circular para filmes rígidos, flexíveis, papéis ou alumínio.

CHEN HSONG

O modelo JM 168, da série MK6, será uma das máquinas divulgadas pela Chen Hsong, marca chinesa de injetoras com estrutura para atendimento do mercado da América do Sul montada na capital paulista.

A série MK6 representa a sexta geração da linha JetMaster, que de acordo com a empresa foi desenvolvida a partir da tecnologia japonesa Precision Hedraulic Technology, que garante estabilidade e suavidade durante a realização dos ciclos. Outra série a ser divulgada é a Speed, de injetoras indicadas para a produção de peças de paredes finas.

COLORFIX

Sua linha de produtos sustentáveis Revora, com cores e aditivos desenvolvidos para PCR, resinas compostáveis e biorresinas, além de aditivos para otimização de processo para o uso de resinas virgens, será o principal destaque de seu estande.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

“Acreditamos muito nessa marca, uma vez que cada vez mais há a discussão da sustentabilidade na indústria de transformação de plástico”, ressalta o diretor-superintendente Francielo Fardo. “Traremos também as cores tendências para 2023, e as novas cores marmorizadas da linha Marble, desenvolvidas tanto para resinas recicladas quanto para resinas virgens”, complementa.

COLORTRADE

Disponibilizando produtos hoje fornecidos por cinco empresas representadas, evidenciará novidades como o aditivo condutivo permanente Ionphase, da Cargill (que recentemente adquiriu o portfólio da Croda). “Diferentemente dos demais condutivos, esse não agrega cor ao produto”, afirma Marcelo Lopes, gerente comercial da Colortrade.

Também focará o portfólio de sua representada Rianlon, fornecedores de aditivos abrangidos pelo conceito anti-aging (anti-envelhecimento), como antioxidantes, absorvedores e protetores de UV. “Esses produtos têm muito potencial de aplicação em mercados como indústria automobilística, eletroeletrônicos, agronegócios, entre outros”, complementa o profissional da Colortrade, que mostrará ainda integrantes mais tradicionais de seu portfólio, como dióxido de titânio e pigmentos perolados.

CRISTAL MASTER

Mostrará, entre outros lançamentos, uma linha de aditivos para reciclagem que conta com absorvedores de umidade, modificadores de impacto, compatibilizantes, antioxidantes, auxiliares de fluxo, neutralizadores de odor, melhoradores de viscosidade para PET, alvejantes e branqueadores ópticos, além de aditivos que combinam mais de uma função em um único produto. Masterbatches e compostos biodegradáveis veiculados em PBAT e PLA também serão salientados.

“A reciclagem mecânica é o método mais usado para o reaproveitamento de resíduos plásticos pós-consumo e pós-industrial, e o movimento que impulsiona o uso consciente de plásticos visa também proporcionar o acesso a materiais alternativos, como os polímeros biodegradáveis”, justifica a gerente técnica Patrícia Miranda.

A empresa destacará ainda uma linha de efeitos especiais, com produtos para gerar efeitos de madeira, mármore e mescla. “Ela é indicada para fabricação de peças de polietileno e polipropileno, proporcionando a entrega de projetos cada vez mais inovadores e exclusivos, com efeitos únicos”, acrescenta Patrícia.

CROMEX

Um dos lançamentos que programou para a Plástico Brasil é o do GrapheX, de masterbatches com grafeno: ingrediente que, de acordo com Cesar Ortega, diretor de vendas da empresa, fundamenta uma tecnologia muito inovadora que consegue alterar as propriedades das aplicações plásticas de modo a permitir, sem perda de propriedades, a redução das espessuras tanto de aplicações flexíveis quanto rígidas.

“Todos os dias teremos em nosso estande um especialista vindo de Cingapura fazendo palestra sobre grafeno”, diz Ortega. Enfatizará também os integrantes de seu portfólio Act Green, Live All Colors, no qual reúne as soluções focadas na demanda por sustentabilidade.

Algumas delas: rC-Black, masterbatch preto formulado com negro de fumo obtido pelo reprocessamento de pneus usados; masterbatches pretos identificáveis por tecnologias de leitura óptica, que dificilmente reconhecem essa cor; masterbatches feitos com resinas PCR. “Vem crescendo a demanda por essas soluções, o conceito de sustentabilidade já está enraizado na cadeia do plástico”, enfatiza Ortega.

DACARTO

Apresentará sua linha Dgreen, recentemente lançada, de compostos de PVC fabricados com plastificantes de origem vegetal. “Esses produtos são certificados com o selo USDA BioBased, que garante que eles contêm uma quantidade verificada proveniente de recursos agrícolas renováveis”, destaca Paulo Reche, diretor comercial da empresa.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

“Essa linha atualmente atende aos segmentos de calçados e fios e cabos, mas iremos ampliar esse portfólio”, acrescenta. Presente no mercado há mais de cinquenta anos, a Dacarto fornece, além de compostos de PVC, também masterbatches e especialidades poliolefínicas, e seus produtos são utilizados em diversas aplicações, de vários mercados: fios e cabos, mangueiras, calçados, rígidos em geral, construção civil, hospitalar, farmacêutico, embalagens, filmes, automobilística, vedantes, frascos, entre outros.

DAKHIA

Compartilhará seu estande com a Produmaster que, assim como ela, fornece compostos destinados à indústria automobilística, ao agronegócio, ao setor eletroeletrônico e a outros produtores de bens de consumo e industriais. Ambas apresentarão um portifólio de compostos, para injeção e extrusão, de poliamida 6, 6.6 e 5.6, ABS, PC, ABS/PC, POM, PBT, PP, PMMA, entre outras.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

“Também apresentaremos nossa linha de soluções sustentáveis, que inclui compostos com um PA 5.6 origem renovável, cuja marca é Qualinyl ECO, com o PE proveniente de cana-de-açúcar da Braskem, e com resinas pós-consumo”, destaca Josimar Fazolare, diretor comercial da Dakhia. “Lançaremos um novo grade da linha Qualinyl Eco: o PA 5.6T, para altas temperaturas, com ponto de fusão de 308ºC”, especifica.

ECO VENTURES

Seu principal produto, destaca a vice-presidente executiva Bruna Folster, é o P-life, um catalisador oxidativo que “leva os plásticos não degradáveis à bioassimilação na natureza, pois no final da transformação do grupo carbonila eles são bioassimilados sem deixar quaisquer resíduos nocivos”; produto, ela ressalta, novamente certificado de acordo com a mais recente atualização da norma ASTM D 6954-18 pelo “mais conceituado laboratório da Escandinávia”, o RISE, e detentor também da certificação SASO 2879, dos Emirados Árabes.

Além de destacar esse produto, para essa que é sua primeira participação como expositora em um grande evento setorial, concebeu um estande qualificado como “lixo zero”, no qual tudo será reciclado, reutilizável ou biodegradável, começando pelos materiais utilizados na construção e chegando aos brindes que serão distribuídos e às embalagens, canudos e mexedores das bebidas servidas.

ENGEL

A europeia Engel, especializada em injetoras, que atua com estrutura própria de representação no Brasil, vai expor três máquinas. Os modelos foram selecionados de forma a abranger os três setores de negócios mais importantes da empresa no país: automotivo, de injeção técnica e de embalagens.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Poderão ser conferidas in loco a injetora 100% elétrica modelo e-mac 380, a máquina sem colunas modelo Victory 160 com um robô integrado na carenagem e uma máquina de duas placas marca Wintec modelo t-win 650. “Não vamos exibir nenhum lançamento, mas nossas máquinas sofrem aperfeiçoamentos contínuos, principalmente na parte de softwares”, explica o diretor Udo Löhken.

FG RESINAS

Exibirá toda a sua linha de cores e aditivos, ressaltando itens como os masterbatches brancos e os dessecantes. “Diferentemente do restante do mercado, que trabalha com embalagens de 25 kg, nossos dessecantes são embalados em sacos poli-nylon a vácuo, de 5kg cada um, evitando o desperdício e otimizando o processo de fabricação do cliente. Na linha de masterbatches brancos, temos desde produtos menos concentrados, visando preço competitivo, até linhas concentradas para filmes técnicos”, justifica o diretor comercial Paulo Garnica.

FORTYMIL

“Lançaremos na Plástico Brasil diversos grades de resinas PCR: entre eles, grades especificamente desenvolvidos para ráfia, injeção de tampas, frascos em geral, linha branca, linha moveleira, entre outras aplicações”, destaca Ricardo Guerreiro Mason, diretor dessa empresa cuja atuação mescla a distribuição de resinas – com os produtos da Braskem, mas também ABS e SAN, entre outras – com a fabricação de resinas PCR e PIR, compostos e micronizados, além de prestação de serviços de granulação e micronização. “Nossas resinas recicladas são hoje utilizadas em autopeças, eletrodomésticos, embalagens, entre outras aplicações”, enfatiza Mason.

GERDAU GRAPHENE

Uma das grandes apostas atuais de quem busca projetar a evolução das tecnologias do plástico, o grafeno será a grande e única atração dessa unidade do grupo Gerdau que, conforme destaca o diretor-executivo Alexandre Corrêa, foca o desenvolvimento, a produção e a comercialização de aditivos químicos, minerais e masterbatches com grafeno, e que em 2022 já lançou masterbatches com grafeno para polietileno e polipropileno.

“Esse produto teve boa aceitação de diversos clientes nacionais e também da Ásia, demonstrando excelente ganho de performance e permitindo o desenvolvimento de produtos mais finos e resistentes”, afirma Corrêa. Haverá, ele prossegue, a apresentação de aplicações nacionais nas quais há grafeno, como filme stretch e embalagem de filme base PE, com palestras sobre os ganhos da utilização dessa tecnologia, bem como sobre sua aplicação na cadeia de poliolefinas e informações mais gerais do mercado do grafeno.

IMCD

Instalada no Brasil há oito anos, a filial brasileira dessa distribuidora com operações próprias em cinquenta países e presença destacada nos mercados globais de produtos químicos e ingredientes utilizará o mesmo conceito no qual fundamentou sua participação na mais recente edição da Feira K: “Sustentabilidade com produtividade”.

Para materializar a aplicação desse conceito, ressaltará a presença de alguns novos integrantes de seu portfólio. Um deles, os compostos de PLA (poliácido láctico), produzidos pela empresa ERT, da qual agora é distribuidora em toda a América do Sul. Outro, os agentes de purga da japonesa Asahi Kasei, que, de acordo com o gerente comercial João Ponchio, reduzem desperdício de material e melhoram a produtividade. Outro destaque será a linha de PET-G e os copoliésteres Tritan, fornecidos pela Eastman. “São produtos que possibilitam maior reuso e têm versões de fontes renováveis, como o Tritan Renew”, salienta Ponchio.

KALAY

Mostrará tecnologias próprias de coloração para PET. Uma delas, a Microbatch, que, pelas informações da empresa, “fornece uma alta concentração de pigmentos em partículas esféricas com um intervalo de diâmetro de 300-500 micrômetros, garantindo excelente homogeneização e dispersão na resina”.

Outra, o sistema KMB, baseado em micro grânulos, com pellets de tamanho entre 1,0 mm a 1,5 mm, capazes de garantir “compatibilidade perfeita com a resina”. Aproveitará o evento para também anunciar o lançamento do agente de purga PET-CS2, desenvolvido para os processos IMM (de injeção de pré-formas), e ISBM (injeção, estiramento e sopro).

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação
Luiz Jardim da Kalay

Esse agente de purga, afirma Luiz Jardim, vendedor técnico da empresa, “resulta em excelente desempenho para mudanças de cor e remoção de incrustações no processo PET”.

KÖRPER

Reconhecida fabricante de equipamentos e sistemas de resfriamento, a Körper enfatizará durante a feira os chillers de grande capacidade para atender a nova demanda do mercado, focando sempre na economia de energia e desempenho superior.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Os visitantes poderão conhecer o portfólio com modelos com condensação a ar e a água, com capacidade até 800 mil kcal/h, incorporando o mais moderno software para controle de capacidade e perfeita interação com o processo. Todos os equipamentos incorporam tecnologia para integração ao sistema de Indústria 4.0.

KRAUSS MAFFEI

A multinacional Krauss Maffei, fabricante de máquinas e sistemas para produção e processamento de plásticos e borracha, oferece produtos e serviços que abrangem as tecnologias de injeção, extrusão, máquinas de processo de reação e manufatura aditiva. Em seu estande, a empresa promete apresentar soluções tecnológicas voltadas para atender as grandes demandas atuais das empresas de transformação.

De acordo com Renato Dias Flausino, diretor de vendas do escritório brasileiro, serão divulgados um completo modelo produtivo da economia circular com possibilidades de monitoramento online do funcionamento dos equipamentos e o sistema smartOperation, formado por botões que facilitam a programação das operações.

KRISOLL

Atua em duas frentes de negócios. Uma delas, a produção de compostos de resinas de engenharia, comercializadas com as marcas Sollamid A e Sollamid B, de PA 6.6 e de PA 6, respectivamente, Sollaform (poliacetal), e Kmid, de poliamidas que a própria Krisoll recicla a partir de resíduos tanto industriais (borras de nylon, por exemplo), quanto pós-consumo, como capa de radiadores, furadeiras, maçanetas.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

“Já reciclamos mais de 5 mil toneladas nos últimos cinco anos e no ano passado ampliamos em mais de 100% nossa capacidade de reciclagem”, relata o diretor de marketing Gustavo Nascimento. Mas também revende resinas, como as poliamidas Ultramid, da Basf, e especialidades. “Incluímos novos produtos em nosso portfólio de especialidades, como o tie layer (adesivo de coextrusão) da Lushan; poliamida amorfa, PA 6.10 e outras poliamidas especiais da Guangying; PLA para filamento 3D e embalagens, da Futerro”, complementa Nascimento.

MAGO AUTOMAÇÃO

A brasileira Mago Automação é conhecida no mercado como Dal Maschio, nome da empresa italiana produtora de robôs manipuladores cartesianos que representava no Brasil. Pioneira no país na fabricação desses equipamentos, a empresa deixou de operar com a marca italiana no final de 2020 e passou a trabalhar de maneira independente. Ela promete duas novidades para a exposição.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

A primeira será a apresentação de uma unidade de sua nova linha de robôs RCQ, produzidos sob encomenda na China. “Ela tem sistema livremente programável, foi desenvolvido e produzido de acordo com a NR12 e conta com robustez acima da média”, conta o diretor José Luiz Gomes. A outra notícia é a parceria realizada com a empresa sueca Wemo Robotics. “É um dos maiores players europeus”. Também serão divulgados os robôs da série DMG, oferecidos há anos pela empresa no Brasil.

MAIS POLÍMEROS

Com uma oferta composta por resinas commodities e especialidades, ao lado de aditivos, cargas e masterbatches, destacará sua linha de soluções sustentáveis que entre outros itens inclui os integrantes dos portifólios I’m Green e Wenew, ambos da Braskem, e resinas recicladas de PE, PP e PS. “Mostraremos inclusive novas parcerias para fornecimento de materiais pós-indústria e pós-consumo”, conta a gerente comercial Renata Cruz.

MEGACAL

Companhia 100% brasileira, a Megacal vai divulgar na feira seus equipamentos para processos de refrigeração e aquecimento industrial por meio de água, óleo térmico ou soluções aquosas, que proporcionam aos usuários o alcance de temperaturas -30ºC a 250ºC. São unidades de água gelada, torres de resfriamento, termo reguladores, termo misturadores, trocadores de ar frio, resfriadores de óleo, reservatórios de água, projetos especiais, instalações industriais, instalações de condicionamento de ar. Entre os produtos, vários são destinados à indústria de transformação de plástico e borracha. Destaque para a linha de chillers e termorreguladores.

MITUTOYO

A japonesa Mitutoyo, com 50 anos de atuação no mercado brasileiro, é especializada no segmento de metrologia dimensional. A empresa, além dos equipamentos de medição tradicionais, apresentará lançamentos. Entre eles, o Quick Vision Apex Pro, máquina de medição óptica CNC. Sua aplicação principal é no processamento de imagens e medição de elementos geométricos. Outras novidades são o HR-600, durômetro universal, e o Formtracer Avant, equipamento de medição de contorno e rugosidade de alta exatidão e velocidade.

MORETTO

A italiana Moretto, com estrutura própria de representação no Brasil, irá apresentar toda a sua linha de equipamentos periféricos, formada por alimentadores individuais ou centralizados, secadores e sistemas de desumidificação, moinhos, dosadores volumétricos e gravimétricos, entre outros equipamentos. Mostrará novidades, como a evolução dos sistemas de comunicação e conectividade OPCUA, que podem integrar os equipamentos da marca com os sistemas de gestão oferecidos no mercado, nova linha de desumidificação que atua sem a utilização de fontes adicionais de ar comprimido e água gelada e um sistema especial de alto desempenho para linhas que atuam com PET.

OERLIKON HRS FLOW

A Oerlikon HRSflow, uma divisão do Grupo INglass, consiste numa empresa com presença mundial que projeta e produz câmaras quentes para uma ampla gama de aplicações no setor da moldagem por injeção. É a primeira vez que a empresa, que no passado atuava como HRSFlow, se apresenta em um evento com nome ligado à bandeira da empresa sueca Oerlikon, à qual foi incorporada. Uma novidade a ser divulgada é a maior diversificação de sua linha de produtos.

Antes bastante concentrada na indústria automobilística, a empresa agora conta em seu portfólio com soluções para as indústrias eletrônica, de bebidas, utilidades domésticas e embalagens medicinais. Um de seus destaques é a série Flex Flow, sistemas de câmaras quentes com acionamento de agulhas feito por motor elétrico.

PIOVAN

Em um estande de 200 m², o grupo Piovan vai expor equipamentos com as marcas próprias Piovan, Penta, Aquatech e Doteco, além da marca Bunting, que representa no Brasil. Serão anunciados dois lançamentos da Doteco voltados para a medição de filmes: o dosador gravimétrico que controla o peso por metro Dotego Grado Adroit e o anel de ar Vento, para controle de espessura.

Também serão divulgados nova linha de chillers da Aquatech, agora ampliada em modelos e capacidades, o novo dosador gravimetrico Quantum 12, fabricado no Brasil, a nova geração de sistemas de alimentação e transporte Easypowder para compostos de PVC em pó e o equipamento de separação de metais da Bunting indicado para operações de reciclagem.

Plástico Brasil 2023: Avanço em eficiência e na sustentabilidade ©QD Foto: iStockPhoto

PIRAMIDAL

Além de expor os produtos integrantes de suas áreas de negócios tradicionais (resinas commodities, resinas de engenharia e soluções circulares), divulgará a criação de uma nova unidade: vinílicos e novos negócios. “Além de permitir a atuação com produtos adicionais, como PVC, borrachas, TPE, TPO, dentre outros tipos de compostos termoplásticos, essa nova unidade complementa o portfólio da empresa, oferecendo ao setor plástico masterbatches coloridos e pretos, além de cargas e uma gama de aditivos”, ressalta o gerente comercial Tadeo Zilli.

“O objetivo é ampliar ainda mais o que já é o maior portfólio do mercado de distribuição do Brasil, além de abrir seu escopo de atuação a novas bandeiras na indústria petroquímica”, acrescenta.

POLIMOLD

A fabricante nacional de componentes padronizados para moldes de injeção Polimold promete montar ampla estrutura em um estande com 150 m². No espaço, divulgará sua linha completa de produtos, formada por sistemas de câmaras quentes valvuladas e de múltiplas cavidades, porta-moldes de diversas configurações, linha de acessórios e componentes além dos controladores de temperatura com a marca Mini Smart.

Destaque para a nova linha de porta-moldes formada pelas séries Basic, Classic e Classic Plus, que conta com diversas possibilidades de padronização, diferentes opções de aços e que são fornecidos, quando houver interesse, com alterações de componentes e usinagens.

RADICI

A linha de poliamidas Renycle, na qual há conteúdo proveniente de resíduos pós-consumo – em um processo integralmente controlado, tanto na logística quanto na qualidade, por essa multinacional de origem italiana –, será um de seus principais destaques.

“Já há empresas do setor automotivo usando essa linha aqui no Brasil”, ressalta Jane Campos, diretora-geral da Radici na América do Sul, que pretende aproveitar o evento também para divulgar o investimento, concretizado no ano passado, realizado na operação brasileira da empresa para ampliação de sua capacidade produtiva em 35%.

REPLAS

Um dos integrantes de seu portfólio a enfatizar no evento será o poliestireno fornecido pela Innova, da qual é distribuidora oficial de PS Cristal, PS Alto Impacto, da nova linha de PS 3D para filamentos, e de EPS. “É um de nossos carros-chefes”, diz a gerente comercial Talisy Costa.

Destacará também os produtos de seu principal fornecedor internacional, a Sabic, de quem já disponibiliza PP homopolímero, copolímero e random; PE de alta densidade para sopro, filme, injeção e aplicações com alta injeção com UV; PE linear para injeção vindo da Ásia, e agora também da planta recentemente inaugurada pela empresa em Houston-TX (EUA). “Do PE linear vindo dos Estados Unidos temos tanto o buteno quanto metalocênico, ambos com e sem aditivos”, detalha Talisy.

ROMI

A brasileira Romi mostrará seis equipamentos em seu estande, quatro injetoras e duas sopradoras. A grande expectativa se encontra na apresentação da nova linha de injetoras, que de acordo com a empresa trará ganhos significativos em espaço entre colunas, produtividade e economia de energia. Uma das sopradoras é do modelo P 5L, por extrusão contínua, desenvolvida para sopro de frascos até 5 litros.

A outra será a C 5TD, por extrusão contínua com mesa dupla para alta produtividade, cujo destaque está na maior área de molde e força de fechamento elevada. Os dois modelos possuem programador de parison com 512 pontos de perfil e controle independente da temperatura nas zonas de aquecimento do cabeçote.

RULLI STANDARD

Com 500 m², o estande da brasileira Rulli Standard, fabricante de equipamentos para extrusão, será dividido em duas ilhas temáticas. De um lado, apresentará dois modelos para coextrusão de filmes, e de outro uma extrusora de chapas representando a divisão de rígidos. Entre as máquinas para filmes, se encontra o mais recente lançamento da empresa, a Rulli Coex ABA, que chegou ao mercado no ano passado.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Trata-se de coextrusora que, de acordo com a empresa, tem como grande diferencial a economia de energia. O outro equipamento para filmes será uma unidade Rulli Coex 3 modelo Standard. As duas máquinas estarão em operação durante a exposição. A unidade para chapas será a Rulli EC-100 modelo Smart, essa extrusora pode chegar a mais de 20 metros de comprimento – na feira serão exibidas partes do equipamento que darão aos visitantes total noção de seu funcionamento.

SEPRO

Empresa europeia especializada em robótica, a Sepro vai expor três modelos de robôs de cinco eixos da série Success. Eles são equipados com punhos acionados por servos que, de acordo com a empresa, permitem que o robô “saiba” exatamente onde eles e suas garras estão posicionados o tempo todo.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação
Oscar da Silva, da Sepro

“O robô pode se mover em todos os 5 eixos a qualquer momento com total controle, e isso permite que possam ser realizados movimentos complicados, como extrair peças complexas em espaços mínimos ou entre as colunas das placas ou posicionar peças em ângulos distintos para operações secundárias”, explica Oscar da Silva, diretor da subsidiária brasileira.

Outros dois robôs da empresa poderão ser vistos em operação no estande da fabricante de injetoras Chen Hsong.

SIMCO

A Simco, há 26 anos no mercado, é uma empresa nacional representante de marcas que trabalham com soluções de manufatura e Indústria 4.0 para diversos segmentos, entre eles o de transformação de plásticos e impressão 3D. Na feira, a empresa lança no mercado nacional a injetora termoplástica LOG elétrica.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

De acordo com a empresa, o equipamento opera com economia de energia e água, com desempenho estável. A máquina conta com servomotor de alta resposta, codificador de alta precisão e sensor de pressão de injeção. O mecanismo de acionamento direto para injeção permite o controle responsivo e de alta velocidade, com excelente proteção para baixa pressão.

STAR SEIKI

A japonesa Star Seiki, produtora de robôs com escritório próprio de representação no Brasil, mostrará uma unidade da nova versão do modelo GXW-800RVIP, indicado para processos especiais, como colocação de insertos nas peças ou de rótulos pelo processo in mold label.

“O equipamento conta com reforço estrutural e aumento de capacidade de carga. Possui estrutura do eixo vertical telescópico reforçado para peças de até 8kg”, revela Márcio Morioka, diretor de vendas. Além da atração, a ser apresentada em seu estande, a empresa contará com mais sete equipamentos em operação em estandes de parceiros fabricantes de injetoras.

SUMITOMO DEMAG

A multinacional Sumitomo Demag é bastante conhecida como fabricante de injetoras. A maior novidade da empresa na feira, no entanto, será o robô cartesiano SAM-C, desenvolvido e fabricado pela empresa na Alemanha. O robô foi lançado na última edição da K’.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Trata-se de uma versão integrada ao painel da máquina para aplicações convencionais de retirada e empilhamento. No campo das injetoras, a empresa vai destacar a linha de máquinas elétricas. Na exposição, os visitantes poderão conferir dois desses modelos. Um é da série SE180EV-A, fabricada no Japão. O segundo será um da série IntElect, fabricada na Alemanha.

SUPER FINISHING

Especializada em tratamentos de diversos tipos de superfícies, enfatizará, como não poderia deixar de ser, os tratamentos com emprego na cadeia do plástico, como Níquel Duro Químico, Níquel-Lub, Anodização Dura, Níflon e Cromo Duro. “Esses revestimentos têm como objetivo proporcionar maior resistência à abrasão, corrosão e desgaste para matrizes extrusoras, roscas, moldes e outros componentes”, diz o diretor comercial Alberto Araujo.

TECNOSERV

A linha completa da empresa de produtos padronizados para moldes de injeção será divulgada pela brasileira Tecnoserv. Entre os itens, produtos de fabricação própria, casos de porta-moldes e câmaras quentes e outros, e de marcas representadas pela empresa no território nacional. Um dos destaques será o porta-molde com placas temperadas totalmente usinado com dureza entre 50 e 52 HRC.

“Ele tem o objetivo de aumentar a longevidade da ferramenta e garantir a melhora de seu fechamento durante os ciclos”, explica Wilson Teixeira, diretor técnico. Outra atração será um sistema de câmara quente com múltiplas cavidades e acionamento com válvula única. “Ele garante a abertura e fechamento simultâneo dos gates”. Também serão apresentados controladores de temperatura, controladores de acionamento de válvulas para injeção sequencial, novos modelos de bicos quentes e outros produtos.

TERMOCOLOR

Exibirá toda a sua linha de soluções, na qual há masterbatches, aditivos, compostos e soluções para tingimento de resinas, entre outras.

“Tendo produzido mais de 17 mil cores ao longo dos seus mais de 38 anos de história, a Termocolor aponta para as tendências de cores de 2023, repletas de ousadia e vivacidade, misturando tons vibrantes e exóticos com nuances mais suaves e delicadas”, destaca Murilo Feltran, que recentemente assumiu o cargo de gerente de contas especiais dessa empresa sediada em Diadema-SP, citando embalagens, utilidades domésticas e cosméticos como os principais mercados para essas tendências de cores.

“Do laranja brilhante nas novas linhas de eletrodomésticos e em brinquedos – transmitindo uma mensagem de energia e entusiasmo – ao azul-turquesa que confere um ar de limpeza e frescor nos produtos de limpeza e higiene pessoal, a cor exata agrega valor aos produtos plásticos”, acrescenta Feltran.

TRÊS-S

A Três-S, fabricante nacional de produtos padronizados para moldes de injeção, irá expor todos os produtos que fabrica, de porta-moldes e sistemas de câmaras quentes a punçoes, pinos, lâminas extratoras, molas, bases de estampo e outros. Também será exibido no estande um vídeo institucional pelo qual os visitantes poderão conferir as instalações da nova fábrica da empresa, localizada em Cravinhos-SP.

VALGROUP

Promoverá sua unidade de negócios de Compostos e Masterbatches, cujo portfólio inclui compostos de carbonato de cálcio e de talco, antioxidantes, deslizantes, antiestáticos, antibloqueios, auxiliares de fluxo e secantes, além de masterbatch branco.

Quem visitar seu estande, verá essas soluções materializadas em aplicações, “além de soluções para novos negócios, como filmes respiráveis, sopro, injeção, XPS, ráfia e agro”, destaca Eduardo Freitas, gerente comercial de compostos e masterbatches da Valgroup, cuja presença na cadeia do plástico abrange também a transformação de produtos como filmes e pré-formas, e a reciclagem, e tem plantas em outros países latino-americanos além do Brasil, bem como nos Estados Unidos e na Europa.

WISE

A estratégia de sua participação no evento tem entre seus pilares a divulgação da conquista da certificação Eucertplast, que garante a rastreabilidade e origem dos resíduos 100% pós-consumo (base das resinas que recicla). “A Wise é a primeira recicladora de plásticos rígidos a obter essa certificação”, ressalta Ana Toledo, diretora comercial da empresa que recentemente teve a maior parte de seu capital societário adquirido pela Braskem.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

Apresentará ainda sua linha Oceanowise de resinas de PE e PP integralmente produzidas a partir de resíduos plásticos coletados em cidades e regiões litorâneas no Brasil, e resinas da linha Ecowise. “Comparativamente a resinas virgens, as resinas Ecowise geram 71% menos CO2 em sua produção, além de gerar economia de 88% de energia e 51% de água”, acrescenta a diretora da empresa, cujas resinas recicladas são utilizadas por marcas do porte de Comfort, Omo, Clear, Dove, Natura e Tramontina, entre outras.

WITTMANN BATTENFELD

A multinacional Wittmann Battenfeld mostrará três injetoras, além de uma série de periféricos e robôs produzidos pela empresa. A maior novidade da empresa é a injetora EcoPower Xpress, totalmente elétrica. Ela atinge velocidades de injeção de até 600 mm/s e pressões até 2500 bar. Uma unidade SmartPower 120/525, equipada com um robô Primus 16, vai demonstrar aos interessados as possibilidades oferecidas pela tecnologia Airmould de injeção a gás.

Plástico Brasil 2023: As novidades da Feira ©QD Foto: Divulgação

O sistema é indicado para a produção de peças ocas, aplicações em que permite significativa economia de matéria-prima. A injetora EcoPower 180/750, equipada com um robô W818, será apresentada como exemplo de eficiência energética.

Uma experiência que promete chamar a atenção será oferecida pelo robô WX143 que no estande estará jogando xadrez com os visitantes interessados em desafiá-lo. Para tanto, será montado um tabuleiro de aproximadamente 4 m² que ficará na posição vertical, onde as peças do jogo ficarão presas de forma magnética.

WORTEX

A brasileira Wortex, especializada em equipamentos para extrusão, contará com estande de 300 m², onde estará reservado um espaço para a italiana Amut, parceira da empresa. Entre outras atrações, a Wortex montará no estande duas linhas de máquinas, a Challenger Recycler Wex-CHWR 105 mm L/D42 e a Challenger Compounder WEX-CHWR-165 mm L/D42 Geração III.

“A nova geração da linha Recycler foi projetada para reciclar materiais plásticos, rígidos, flexíveis e expandidos, ou misturas desses materiais em qualquer proporção”, informa o diretor Paolo De Filippis. No estande serão processados grande variedade de materiais termoplásticos, além de resíduos de filmes lisos, impressos, metalizados e multicamada, entre outros.

Os visitantes também poderão conferir a ampla gama de produtos da Amut, especializada em soluções de extrusão e reciclagem, entre elas linhas para a produção de membranas impermeabilizantes, tecnologia de fundição para a produção de filmes extensíveis, além de soluções integradas de triagem e lavagem.

WUTZL

A Wutzl, empresa brasileira fabricante de sistemas de impressão exporá diversas máquinas de suas linhas de hot-stamping, heat-transfer e tampografia. A empresa aponta como destaques em seus produtos alguns aspectos tecnológicos. São os casos de máquinas de tampografia elétricas acionadas por servomotores e de células de gravação com diferentes técnicas alimentadas por robôs. As máquinas são adaptadas ao conceito da Indústria 4.0.

YUDO

A Yudo, de origem sul-coreana e com fábrica no Brasil, lança na exposição novos produtos ligados ao segmento de câmaras quentes. O destaque vai para o sistema PS, desenvolvido para o mercado de embalagens e cosméticos, dotado com tecnologia projetada para eliminar ponto morto nos canais do manifold. Também será divulgado o Yudrive ECO.

“É um sistema valvulado com servo motor que permitir reduzir o consumo de energia em até 90% em comparação a produtos similares”, explica João Paulo Lourenço, diretor geral. Outra novidade é o Yudata, equipamento que durante a realização do ciclo permite verificar temperatura do molde e da câmara, o consumo de energia e contar ciclos, entre outras possibilidades.

Leia Mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios