Plástico

Plástico Brasil 2019 – Retomada econômica anima expositores

Jose Paulo Sant Anna
21 de março de 2019
    -(reset)+

    Injetoras – Os principais fabricantes de máquinas injetoras de todo o mundo mostrarão na feira modelos de última geração, capazes de atrair a atenção dos compradores por oferecerem índices de produtividade bastante superiores aos dos modelos antigos. São máquinas que trabalham com ciclos reduzidos, geram peças de alta qualidade e proporcionam elevada economia de energia. Ótimos motivos para atrair compradores.

    Plástico Moderno, EN-220 com Stop and Go opera ciclos rápidos e mais precisos

    EN-220 com Stop and Go opera ciclos rápidos e mais precisos

    Plástico Moderno, Reis oferece máquinas de alta tecnologia e produtividade

    Reis oferece máquinas de alta tecnologia e produtividade

    A brasileira Romi será uma das representantes desse nicho de mercado. Em seu estande de 500 m² exibirá dois modelos de injetoras. A Romi EN 220, equipada com sistema de acionamento “Stop and Go”, é indicada para linhas de produção onde se exige atingir alta precisão em ciclos muito rápidos, com reduzido consumo de energia. A máquina possui versões para injeção de PVC, pré-formas de PET e de multimateriais ou materiais multicores. Também será exibido um modelo ES 300, dotado de simultaneidade completa de movimentos acionados por servo-motores, além de sistemas de injeção por acumulação e servo-válvula. Todas as máquinas são equipadas com o comando CM20, que proporciona monitoramento remoto de todos os parâmetros dos processos realizados pelos equipamentos.

    Para o diretor da Unidade de Máquinas para Plásticos da Romi, William dos Reis, o evento é uma excelente oportunidade de novos negócios, assim como foi em 2017. “Ao participarmos de eventos como a Plástico Brasil temos a oportunidade de apresentar ao mercado produtos de altíssima tecnologia e soluções em produtividade”, afirma.

    Uma linha de produção equipada com injetora modelo Systec de 350 toneladas de força de fechamento produzirá doze tampas para embalagens com diâmetro de 120 mm em ciclos de 3,8 segundos será a grande atração da multinacional Sumitomo Demag. “Ela proporciona movimentos dinâmicos com maior velocidade e mais precisão, e tem um sistema de proteção de molde mais apurado. Trabalha com reduzido consumo de energia”, explica Christoph Rieker, diretor geral do escritório brasileiro.

    Plástico Moderno, Injetora Sumitomo Demag da linha Systec vai operar na feira

    Injetora Sumitomo Demag da linha Systec vai operar na feira

    Plástico Moderno, Riecker sente que projetos começaram a sair das gavetas

    Riecker sente que projetos começaram a sair das gavetas

    A expectativa de Rieker em relação à participação da empresa na exposição é a melhor possível. Ele explica que no ano passado as vendas da Sumitomo Demag no Brasil corresponderam às expectativas e aposta em crescimento em 2019. A realização da feira colabora com essa expectativa. “O ano começou um pouco fraco, mas acredito que muitos projetos estão saindo das gavetas”.

    O portfólio da multinacional Wittmann Battenfeld é composto por todos os equipamentos necessários para a implantação de linhas de injeção, o que inclui injetoras e todos os periféricos necessários, inclusive robôs. A feira contará com uma demonstração disso: estará montada uma linha dotada com injetora modelo Macro Power com 650 toneladas de força de fechamento. Durante o evento deve produzir (possibilidade ainda não confirmada até o fechamento desta edição) rodas para cadeiras de rodas. “A injetora Macro Power é servo-acionada, permite ciclos rápidos e forte economia de energia”, informa o engenheiro de vendas Marcos Cardenal.

    O especialista se mostra otimista com a participação da Wittmann Battenfeld. “As vendas no início do ano ainda não esquentaram, mas o número de consultas está bastante positivo”. Para ele, um fator preocupante foi o fechamento da fábrica da Ford na região do ABC paulista. “Espero que isso não atrapalhe a recuperação prevista para este ano”.

    Plástico Moderno, Cardenal: volume de consultas está em fase de crescimento

    Cardenal: volume de consultas está em fase de crescimento

    A alemã Arburg mostrará três diferentes linhas com diferentes opções de equipamentos. Uma delas terá a injetora Allrounder 720 H (P), que funcionará acoplada em um sistema de in mold label e produzirá seis copos de polipropileno com volume de 250 ml (13 gramas) em ciclos de cinco segundos. Outra atração será uma célula de produção flexível equipada com máquina Allrounder 320 C Golden Edition. Esta produzirá as duas partes de um pião de brinquedo feito de poliestireno em ciclos de 25 segundos. Na célula, um robô de seis eixos retira as peças moldadas na injetora e as encaminha para a próxima estação, na qual as duas partes serão soldadas por ultrassom. Os piões prontos para usar serão colocados em uma esteira transportadora. Por fim será mostrada uma Allrounder 470 C Golden Edition usada para a produção de oito peças médicas (12 gramas) em ciclos de 20 segundos.

    Plástico Moderno, Extrusora DR 75-32, da linha da Extrusão Brasil

    Extrusora DR 75-32, da linha da Extrusão Brasil



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *