Plastech – O que há para ver na feira

ACTIVAS

Tradicional no mercado varejista de resinas, a Activas comparece ao evento com o propósito de estreitar o relacionamento com os clientes da Região Sul. Dona de cinco centros de distribuição (Pernambuco, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e com atuação nacional, a empresa irá ocupar um estande de 99 m² para divulgar os produtos de suas representadas Braskem, Unigel, Lanxess, Basf, Eastman, Formosa, Cromex, Bayer, Kraton e Indorama, compreendidos em duas divisões comerciais: commodities e especialidades. A novidade fica por conta de um copoliéster de nova geração da Eastman, comercializado sob a marca Tritan, uma alternativa inovadora em termos de design e aplicações. De acordo com o expositor, a resina alia facilidade de processamento e propriedades de transparência, tenacidade, resistência à temperatura e elevada resistência química. A divisão de especialidades ainda inclui resinas acrílicas, estirênicas, poliacetal, policarbonato e blendas (ABS/PA, ABS/PC), entre outras. Além de polietilenos, etileno-vinil acetato (EVA), poliestireno, polipropileno e seus compostos, a divisão de commodities dispõe ainda de masterbatches e aditivos. A exposição se completa com os produtos de uma empresa do grupo, a Actuplus, que aproveita para divulgar suas resinas modificadas e coloridas.

ADITIVE

Dedicada ao mercado de concentrados de aditivos e compostos termoplásticos, a expositora preparou dois lançamentos para a feira: um concentrado classificado pela expositora como inédito no país, comercializado sob a marca Termag, e a blenda PET/PC (marca Terpec). O primeiro confere propriedade magnética aos termoplásticos que, quando submetidos a equipamento para detecção de metais, sinaliza a sua presença no material. Quanto à blenda, a Aditive assegura excelentes propriedades mecânicas a produtos moldados pelos processos de injeção e sopro.

Além das novidades, os visitantes terão a oportunidade de conhecer os outros produtos de linha da fabricante: extensa família de concentrados de aditivos (antiestático, antiultravioleta, deslizante, antiblock, auxiliar de fluxo, antioxidante, antifogging, agentes de limpeza, expansores, antiderrapante, antichama e bactericidas), masterbatches preto e branco em variadas resinas, e compostos baseados em diversos polímeros e blendas formulados com diferentes tipos de cargas, reforços e aditivos.

APTA

A empresa distribuidora aproveita a oportunidade para ampliar a parceria com a Evonik, da qual assume a comercialização das linhas de produtos da unidade de polímeros de alta performance em todo o país. O portfólio da expositora passa a incluir diversas variedades de poliamidas (12, 6.12, 6.10, 10.10, elastomérica, 12 em pó, transparente) e ainda as poliftalamidas (PPA), e poliéter-éter-cetona (PEEK), entre outros produtos especiais e também leva ao evento toda a linha de PA6 e 6.6, e seus compostos, bem como formulações de poliacetal (POM) e elastômeros termoplásticos da Radici Plastics, além dos poliuretanos termoplásticos da Basf. Alguns parceiros como a Laja (compostos de borracha termoplástica e de PVC), a Basf Plásticos (ABS, SAN, MABS, SBS, ASA, PSU, PPSU, PESU), a Chem-Trend (toda a linha de produtos auxiliares) e a Evonik Acrílicos poderão ser encontrados no estande.

AURIQUÍMICA

Especializada na distribuição e comercialização de matéria-prima para vários segmentos da indústria química, em especial borracha, plástico e adesivo, a empresa aproveita a feira para apresentar seu portfólio de produtos para a indústria do plástico. Os benefícios dos agentes expansores, copolímero de etileno octeno/buteno, nitrílica em pó, EPDM, peróxidos para reticulação, plastificantes, polietileno clorado e fluorelastômeros poderão ser conferidos no estande.

AX PLÁSTICOSPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Presente no mercado há sete anos na fabricação de máquinas extrusoras para laboratório, a expositora destaca em sua primeira participação na feira a miniextrusora AX16 com calandra laminadora para experimentos com biopolímeros, polímeros biodegradáveis e comuns, simples ou compostos, masterbatches e aditivos. Os visitantes poderão conferir também a menor extrusora do mundo para filme tubular, com peso de 27 kg e rosca de 10 mm de diâmetro.

BETTONIPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Dedicada ao desenvolvimento de equipamentos de automação para a transformação de plástico, a expositora mostra sua linha de produtos, entre os quais alimentadores monofásicos e trifásicos com recipientes feitos de aço inox, dosadores de pigmento volumétricos e gravimétricos, secadores de matéria-prima, com silos de aço inox e dupla camada com isolante térmico. Também divulga desumidificadores mono ou dupla torre para materiais higroscópicos, com silos de aço inox e dupla camada com isolante térmico; centrais de distribuição de matéria-prima, secagem e desumidificação; tanques de armazenagem de matéria-prima preparados para receber a sonda do alimentador ao lado da injetora, sopradora ou extrusora. Funis isolados, para a manutenção da temperatura da matéria-prima na entrada da máquina, e outras soluções sob medida para as necessidades do cliente também poderão ser encontrados na feira.

BRASFIXOPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A expositora destaca quatro produtos, entre eles a chave catraca para uso em porca ou parafuso que não danifica a porca sextavada, fornecida com duplo encaixe. Com a construção robusta, as chaves catraca evitam a utilização de chave fixa e são ideais para apertos rápidos. Outro destaque é a prateleira para armazenagem de moldes, que facilita o deslocamento de peças pesadas pelo uso de guindaste, elimina o uso de empilhadeiras quando usado com pontes rolantes e também reduz o espaço ocupado com paletes no chão. A prateleira dispõe de sistema inovador para armazenagem e reduz o tempo de set-up, além de facilitar e otimizar a estocagem, com mais durabilidade dos porta-moldes e ferramentas. Sua estrutura modular possibilita regulagem na altura das gavetas e suporta moldes e ferramentas desde 100 kg até 10 toneladas. A empresa apresenta também o olhal de elevação giratório modelo BWLP, desenhado para tombar e virar moldes. Disponível em vários tamanhos e com capacidade para até 50 toneladas. Além disso, o público confere no estande a linha de tombadores de moldes e bobinas, estampos e ferramentas. 

CAGEPLAST

Estreante na feira, com o principal intuito de difundir sua marca, a fabricante de tubos gaúcha, de Farroupilha, divulga o seu cagetubo, para aplicações como canalização de efluentes líquidos, drenagem de solos, canalização de águas pluviais e redes coletoras e emissoras de efluentes residenciais e industriais. Feito de polietileno de alta densidade reciclado, com paredes lisas (interna e externa) e encaixe por rosqueamento, o produto é ofertado em barras de 6 m de comprimento e diâmetros desde 300 mm até 1.200 mm.

COLORFIX

A empresa exibe toda a linha convencional de masterbatches coloridos, de efeito e aditivos e também destaca produtos que excedem a coloração: formulações que agregam valor ao produto final e, em alguns casos, proporcionam melhoria de processo, sinônimo de produtividade para o transformador. A empresa aproveita para anunciar que aprimorou o desenvolvimento e a produção da sua linha de concentrados para PET e ainda pretende investir em mais uma linha para atender à expansão desse mercado. Também demonstra seus lançamentos em aditivos com aprovação para contato com alimentos (Weldinfix, Biofix e Bactfix), incorporados à linha Fix. A exposição se completa com as linhas Sustentabilidade e Cooler de produtos coloridos e transparentes, compostos condutivos e masterbatches pretos de alta performance, indicados para produtos que exigem alta dispersão e tecnologia, como tubos de PEAD de alta pressão, tubos para irrigação e agrofilmes.

COMM5 TECNOLOGIAPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A empresa, dedicada a criar soluções em automação e conectividade, aproveita a oportunidade para lançar no mercado brasileiro o microterminal inteligente TI-2000 para automação comercial, industrial e vigilância. O produto une um microterminal a um módulo de entradas e saídas digitais, por onde é possível acionar máquinas, motores, entre outros por relés, determinando comandos como ligar/desligar e abrir/fechar. Além de admitir a conexão com equipamentos (serial, USB ou PS2), também comporta a rede TCP/IP para tráfego de dados e alimentação de sistemas de gestão. O TI-2000 opera com autonomia e pode substituir um microcomputador e ser usado para registrar apontamento de produção em indústrias, lançamentos de vendas no comércio etc., com identificação em áreas de acesso restrito ou controlado.

CRISTAL MASTER

Com foco institucional, a fabricante de masterbatches vê na feira uma oportunidade para consolidar a marca e aumentar a participação no sul do país. Para tanto, leva para o evento soluções completas em pigmentação para termoplásticos. Seu amplo portfólio compreende: concentrados brancos, pretos e coloridos; aditivos; monobase com alta concentração de pigmentos dispersos; cristal microperolizado – pigmento encapsulado; cristal micropelletizado; cristal collorblend (preparação pigmentária) e compostos diversos, além de tingimentos técnicos.

CROMEXPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Em sua primeira participação na Plastech, a empresa apresenta as novas linhas de cores e aditivos para plásticos verdes, com destaque para a linha destinada ao polietileno produzido com eteno derivado do etanol da cana-de-açúcar e desenvolvido pela Braskem. Disponíveis em diversos tipos de cores e efeitos especiais, esses aditivos conferem propriedades ao plástico, como antibloqueio, barreira aos raios ultravioleta, antiestáticos e antiflog, entre outros, sem alterar as suas propriedades de sustentabilidade. Além disso, os visitantes podem conferir produtos desenvolvidos para melhorar a reciclagem, como os aditivos que eliminam a água residual e facilitam a processabilidade. Outro destaque é a linha de compostos voltados a melhorar o processo de fabricação da ráfia, com os produtos PP-RF 10146 (antifibrilante + dióxido de titânio), o PP-RF 10149 (antifibrilante) e o PP-RF 5453 (com propriedade anti UV e capacidade de redução no arraste de água). Entre as vantagens, os componentes inibem a geração do pó, o que evita a abrasão e o desgaste das máquinas; reduzem a formação de aparas, melhoram o desempenho mecânico e diminuem o arraste de água no composto final. Para aumentar a capacidade e buscar processos mais eficientes, a empresa passa por melhorias em suas instalações e espera oito extrusoras na unidade de São Paulo para a fabricação de masterbatches coloridos e especialidades. Pretende também ampliar sua capacidade produtiva de 132 para 150 mil toneladas/ano, até 2012. Na unidade baiana, a Cromex colocou em operação nova extrusora há cerca de um ano para a produção de corantes pretos e em 2011 investiu em outra máquina para a fabricação de brancos. A participação na Plastech reforça a presença na Região Sul onde a empresa pretende ampliar a sua atuação. 

DAX RESINASPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A distribuidora de resinas leva a linha de produtos que comercializa: polietileno, polipropileno, poliestireno, polietileno pulverizado, ABS, aditivos e compostos de carbonato de cálcio. Como novidade, os visitantes podem conferir o Purgex, agente de purga da empresa norte-americana Neutrex Inc., desenvolvido para os processos de injeção, extrusão e sopro. De acordo com o expositor, suas fórmulas proporcionam troca rápida, eficiente e segura de cores, até mesmo em câmaras quentes e acumuladores. A empresa aproveita a oportunidade para anunciar a inclusão da Basf em seu portfólio com a família Luwax, de ceras de polietileno empregadas como lubrificantes para PVC. Os produtos conferem alto desempenho ao processo, sinônimo de maior frequência energética, evitam paradas constantes para limpeza do equipamento e ainda aumentam a resistência ao impacto em perfis, tubos e conexões.

DEB’MAQPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Com o foco na tendência de consumo sustentável, a expositora destaca a injetora para plástico Spazio DW-190V Platinum Plus, da série ecológica, linha de máquinas-ferramentas projetadas para economizar energia elétrica e evitar desperdícios na indústria de transformação. Na linha de injetoras SE-Ecológica, a empresa oferece máquinas com servomotor e inversor de frequência, com a proposta de contribuir com o mercado na redução do impacto ambiental. De acordo com o expositor, o equipamento opera com alta precisão e baixo consumo de energia elétrica. Comparadas às injetoras de bomba de vazão, a redução é de 35%; e ainda maior quando confrontadas a injetoras convencionais de bomba de vazão fixa, chegando a 50% na diminuição.

DOMPLAST

Com presença institucional, a expositora apresenta sua estrutura fabril, dividida por linhas de processo: injeção, sopro, tampografia, (hotstamping) e matrizaria, além de destacar sua área de engenharia de projetos e desenvolvimento de moldes para termoplásticos e a sua consultoria técnica e comercial. A empresa, que possui em seu portfólio a exclusiva fabricação das embalagens da AK Cosméticos, mostra aos visitantes seu diferencial para elaborar projetos especiais. Com logística própria e atendimento personalizado, a Domplast acredita que os clientes ganham mais agilidade, qualidade e fidelização.

DORNBUSCH

Reconhecida no ramo de cilindros de alto desempenho, fabricados com tecnologias brasileira, alemã e americana, a empresa expõe sua linha de cilindros laminadores bimetálicos e espelhados, chill roll e cilindros gravados com tecnologia digital, além de chapas gravadas e calandras de gofragem de simples operação.

D’ZAINERPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Fornecedora de acessórios para móveis, a empresa aproveita a oportunidade da feira para apresentar o RD51N PU Cristal, um rodízio desenvolvido internamente que se adapta, por meio de uma diversidade de fixações, a qualquer projeto. O produto é injetado em material termoplástico de alta resistência, com a capacidade de carga estática de até 45 kg. Outra novidade da linha Cristal é o RIL 50, produto industrial leve, indicado para pisos de madeira, pedra, cerâmicos e pintados. Ele é produzido com aço estampado com giro sobre esfera e roda em material termoplástico de alta resistência, com capacidade de carga estática até 50 kg, ideal para a aplicação em cama e colchões, equipamentos, prateleiras e racks. Além disso, a empresa estará expondo os produtos do novo segmento de logística: três modelos de caixas plásticas. A Caixa DP e a Caixa Agrícola, ambas com capacidade para 36 litros e a Caixa DZ29 de 29 litros – todas produzidas com polietileno de alta densidade. Pisos plásticos (de PEAD), estruturas modulares e acopláveis para aplicação em diversas superfícies, como câmaras frias, decks de piscina e revestimento de áreas externas, também poderão ser conferidos no estande, junto com o transbox, um carrinho versátil composto por quatro cantos plásticos com rodízios, estrutura metálica e cabo de tração, destinado à movimentação de cargas.

FERGUS

Fabricante de resistências elétricas industriais há 30 anos no sul do país, a empresa expõe seu tradicional sistema de aquecimento para injetoras e extrusoras. O público poderá conferir resistências de alumínio tipo cinta, com revestimento térmico, que eliminam a reposição durante o processo de trabalho. Seu sistema é fabricado em duas partes, de operações separadas. Além disso, são 100% recondicionáveis, com redução de 40% no consumo de energia, e eliminam em 100% a inércia de temperatura. A expositora ainda destaca as resistências para líquidos e ar forçado fabricadas com aço inoxidável, chumbo ou revestidas com teflon. Uma estufa para secagem de materiais plásticos com sistema especial que economiza até 40% no consumo de energia – 18 gavetas com capacidade de 10 kg cada uma – também estará à mostra.

FURNAXPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A importadora de equipamentos destinados ao mercado de injeção avisa que leva vantagem com condições especiais para o visitante que fechar negócio na feira. Entre os produtos exibidos, a empresa destaca as injetoras MJ-35 e EM-180. Compacta e de alta “repetibilidade”, de acordo com o expositor, a primeira é indicada para produzir peças pequenas e corpos de prova. Entre outros atributos, possui painel Ai-01 desenvolvido no Japão e vertido em português, de fácil manuseio e em acordo com os padrões de aceitação JIS. Possui painel de comando com monitor LCD colorido e resolução 320 x 240 megapixels e armazenamento de dados por mais de cinco anos, mesmo com a energia desligada. O outro modelo pertence à série Easymaster, que oferece benefícios como menor consumo energético (possui bomba de vazão variável), precisão e velocidade. O painel de comando dessa máquina é o Ai-11, também de origem japonesa e normas JIS, monitor LCD colorido com 640 x 480 megapixels de resolução, conta com versão em português e é de fácil manuseio. Entre os recursos nele disponíveis, a empresa destaca dados de monitoramento de temperatura, tempo de ação e dados do produto sob a operação automática. Também controla os movimentos e ações de operação da máquina.

GRUPO ALLTECH / STEELMACHPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Pela primeira vez na Plastech, a expositora apresentará em seus 55 m² a injetora da marca Rhino, modelo HHF330X, com capacidade de fechamento de 330 toneladas. O equipamento possui curso de abertura de 605 mm e distância entre as colunas de 680 x 680 mm. Os volumes de injeção variam de acordo com o diâmetro da rosca. O equipamento possui sistema de aquecimento por relés de estado sólido, ajuste de altura do molde automático e contrapressão digital. Conta ainda com a possibilidade de incluir rosca e canhão bimetálicos, servomotor, alimentador, secador e interface para robô.

HAITIAN

Consideradas pela empresa como consagradas no mercado brasileiro, as injetoras da família Marte são a principal atração da expositora, que ressalta nos modelos características como redução de energia, “repetibilidade” e baixo ruído. Em âmbito global, essa série representou cerca de 70% das máquinas comercializadas no ano passado. A empresa dispõe de injetoras de cinco pontos, hidráulicas e de dupla injeção.

INEALPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A fabricante de periféricos exibe os equipamentos oriundos da joint venture com a Syncro. Entre eles, destaque para os dosadores gravimétricos das linhas eaSYbatch e SYline, que contribuem para aumentar a qualidade do filme, ampliam a produtividade da máquina e reduzem os desperdícios. Segundo o fabricante, esses equipamentos asseguram precisão na mistura e controle rígido no processo. A Ineal também apresenta toda a linha de controle e espessura que passa por anéis de ar automáticos, com destaque para o Flyer, capaz de garantir a espessura por igual em todo o filme e aumentar a produção da extrusora em mais de 70%. Além disso, a empresa enfatiza o amplo portfólio de produtos composto por esteiras de fabricação própria, sistemas de alimentação, dosagem, secagem, desumidificação e moagem. A empresa oferece na linha de alimentação equipamentos especiais para transporte de material moído, além de sistemas completos para transporte e pesagem de PVC em pó que automatizam o processo e diminuem a propagação de pó dentro da área fabril. A expositora também mostra seus sistemas de desumidificação, com novo design e porte (estão menores). Para completar, a Ineal anuncia a aquisição recente de uma máquina de corte a água que vai elevar a qualidade de seus periféricos.

KARINA

O público poderá conferir a linha de produtos formada por compostos de PVC, especialidades poliolefínicas e masterbatches. Seus produtos se destinam a diversos segmentos no mercado, entre os quais as indústrias de calçados, embalagens flexíveis e rígidas, fios e cabos elétricos, vedantes, tubos e conexões, automobilístico, sacolas e materiais descartáveis. A empresa conta com um laboratório para desenvolver e testar diferentes compostos a fim de atender às demandas de clientes em diversos países. São milhares de formulações já catalogadas e a cada mês centenas são desenvolvidas.

LINEFORM

A fabricante de embalagens termoformadas aproveita a oportunidade da feira para mostrar seu portfólio, com maior foco nas resinas de PET, com formatos diferenciados. Além de outros materiais como poliestireno, ABS, PP, PVC, entre outros. Os visitantes poderão conferir também alguns outros produtos da linha de termoformagem produzidos pela empresa, entre eles, caixas transparentes em processos de corte e vinco, berços de espuma e EVA e embalagens em papel-cartão ou kraft.

LORENZON

Atuante no ramo de recuperação de resinas na Região Sul do país, a expositora comercializa polietilenos de alta, baixa e média densidade e polipropileno. A matéria-prima é oriunda de indústrias parceiras na gestão dos resíduos sólidos, depósitos, associações e cooperativas de catadores. A recicladora expõe seu portfólio de produtos compreendido por resinas de diversas cores e padrões técnicos. Por meio de representação comercial, a Lorenzon também atende o mercado de embalagens e reembalagens plásticas, direcionadas a diversos produtos. A empresa informa participar da customização e desenvolvimento do produto adequado à necessidade de cada cliente.

LUNA INJECT

Estreante na Plastech, a fabricante de peças plásticas, expõe produtos para diversos segmentos das indústrias moveleira, calçadista, de embalagens, de cutelaria e agrícola. Além disso, ainda executa serviços em injeção para terceiros e presta assessoria em projetos e produtos. A empresa destaca que foi premiada nos primeiros lugares no projeto realizado pelo Sebrae com o tema “Desenvolver o setor plástico na Serra Gaúcha”.

MACROPLASTPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Referência na coloração de resinas, mercado onde atua há 40 anos, a expositora apresenta seu amplo portfólio formado por compostos, concentrados de cor e de aditivos, com foco na nova linha de aditivos Mastercolor. Essa série de concentrados engloba protetores UV para filmes agrícolas bicomponentes, antiestáticos para embalagens alimentícias, retardante à chama, auxiliares de fluxo e dissecantes. Outras novidades ficam por conta dos concentrados de cor para poliamidas e polibutileno tereftalato (PBT), da linha Macromaster, e dos novos produtos incorporados à linha Macrofilled: blendas ABS/PC, PA com fibra e PP composto com especificações FIFA-UV e antichama V-O. Completam a exposição os outros produtos de linha da expositora.

MAINARDPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Além de condições especiais de pagamento, a fabricante de instrumentos oferece aos seus visitantes a vantagem de levar para calibração e manutenção todos os seus aparelhos, que serão aferidos e consertados após a feira. Principal vedete da expositora, a linha de medidores para medição contínua, indicados para filmes flexíveis na saída de extrusora, promete controle de espessura com precisão absoluta, além de vida útil prolongada. O destaque é para o modelo M-73161DG – rolete duplo total, de leitura milesimal (0,001) e curso de 12,5 mm. Seus roletes são formados por rolamentos blindados de alto desempenho, sinônimo de um deslizamento suave do filme. O aparelho, fabricado com base plana de aço inox com 10 mm de diâmetro e arco de 120 mm de alumínio fundido estabilizado, é dotado de relógio comparador digital. A empresa ainda aproveita para divulgar seus medidores de leituras decimal, centesimal ou milesimal disponíveis em modelos digitais ou analógicos, mesas de medição para laboratórios, e durômetros shore, com arcos que apresentam profundidade de 30 mm até 500 mm, pontas planas entre 10 mm e 50 mm de diâmetro e disponibilidade de pontas esféricas, abauladas, cônicas, com roletes, entre outras possibilidades. Especialista em consertar e calibrar medidores de todas as marcas e modelos disponíveis no mercado, a Mainard assegura assistência técnica permanente para todos os seus medidores.

MÁQUINAS PREMIATAPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A empresa especializada na fabricação de misturadores e secadores apresenta um misturador vertical modelo PRM 200 NP com capacidade de mistura até 200 kg. Inovador e exclusivo, segundo o fabricante, o equipamento compacto ocupa pouca área física na empresa e possui rosca externa que facilita a limpeza nas trocas de cor ou material. As opções de capacidade variam de 100 a 300 kg. Além disso, a empresa fabrica equipamentos periféricos e acessórios para os setores de transformação e reciclagem de plástico.

MATRIPEÇASPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

O visitante confere a linha padronizada de algumas soluções em componentes para montagem dos moldes de injeção de plástico, alumínio ou zamak. A empresa oferece também soluções personalizadas, com medidas e características de acordo com as características de projetos específicos. A expositora ressalta entre os seus diferenciais a garantia de pronto atendimento, assegurada por seu alto estoque de produtos semiacabados. Também conta com equipe especializada e parcerias com indústrias nacionais e italianas.

MEGGAPLÁSTICOPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A importadora de máquinas para plásticos destaca a injetora SB 150 da linha Sinitron-Borchê, com comando Tecmation, que memoriza até 120 moldes, com ajuste automático dos parâmetros de altura de molde e injeção, além de permitir controle de robô e oferecer informações sobre erros, falhas e correções. A novidade nesses equipamentos é a introdução do sistema de segurança em acordo com a norma brasileira. A máquina possui três especificações diferentes, com diâmetro de rosca de 34, 40 ou 45 mm, capacidades de plastificação de 17, 24 ou 32 g/s e velocidade da rosca de 280 r.p.m. para todos os modelos. Também as características da unidade de fechamento são as mesmas em todas elas; força de fechamento de 120 toneladas, curso máximo de abertura de 340 mm e espaço entre as colunas de 410 mm X 410 mm e dimensões de placas de 540 mm X 540 mm. O expositor destaca na unidade de injeção a operação com guias lineares, o fechamento com joelheiras duplas convergentes com cinco pontos de articulações cada, e ainda, o extrator hidráulico central com régua linear de posição, entre outras características.

METALÚRGICA WAGNER

Fabricante de máquinas há 30 anos para os segmentos de linha industrial e agrícola, a empresa aproveitará a ocasião para divulgar toda a linha de misturadores, entre os quais equipamentos para misturar, secar e pigmentar materiais plásticos e também a secadora oitavada com rotor, destinada a linhas de reciclagem. A mostra ainda contempla silos de transporte de resina e rosca transportadora com moega. A expositora fabrica ampla linha de equipamentos para reciclagem, como esteiras, desrotuladores, lavadoras, secadoras, tanques de separação, roscas de transporte, turbinas, silos, conjuntos de arraste, peneiras vibratórias, aglutinadores, afiadoras de navalha, prensas e enfardadeiras.

MIOTTOPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Em clima de comemoração pelos 50 anos de atividade, a fabricante de extrusoras aproveita a oportunidade para divulgar equipamentos monorrosca e dupla rosca, entre os quais os modelos Economáquina e Multifuncional. Além disso, os visitantes poderão conferir o novo modelo de puxador PL1 com tração positiva e as melhorias técnicas implementadas em seus equipamentos, sinônimo de maior produtividade e qualidade, conferidas em particular pela geometria das roscas e cilindros. Exemplo desse bom desempenho, a extrusora EM-03, de 60 mm de diâmetro de rosca, processa 160 kg/h e o modelo com rosca de 90 mm de diâmetro produz 500 kg/h de PVC flexível para revestimento de condutores elétricos. A expositora levará ainda roscas mono, dupla, corotante ou contrarrotante e cilindros bimetálicos fabricados pela empresa do grupo Universaloi.

MULTINOVA

Pela primeira vez na Plastech, a empresa marca presença com as linhas de plásticos bolha e perfis, e cantoneiras de polietileno expandido. A fim de evitar danos e reduzir impactos em diversas utilidades, a expositora oferece plástico bolha baseado em polietileno de baixa densidade virgem ou reciclado em espessuras desde 45 até 120 micra. Outro destaque fica por conta do plástico bolha termoencolhível que, ao passar pelo túnel de calor, encolhe e adquire o formato do produto envolvido. O visitante confere ainda aplicações em polietileno expandido, com foco em perfis e cantoneiras.

NZ COOPERPOLYMER

Produtor de compostos termoplásticos de engenharia, o expositor apresenta aos visitantes o seu portfólio compreendido por poliamida (6.0 / 6.6 / 11 / 12), poliacetais copolímero e homopolímero, policarbonato, polipropileno (PP), ABS, PBT, ASA, entre outras resinas. Além disso, a empresa anuncia uma nova opção de serviços: o gerenciamento dos resíduos industriais de seus clientes para reutilização no próprio ciclo produtivo ou novos projetos. A empresa também destaca contar com laboratórios modernos, frota própria, extrusora de alta performance e embalagens especiais para proteção de materiais higroscópicos.

PIRAMIDAL

A tradicional distribuidora apresenta sua ampla família de produtos, composta por resinas commodities, de engenharia e ainda aditivos e masterbatches, dos seus parceiros Braskem, Sabic, Cousin Tesster (CTS), Kepital, Cromex, Lanxess, Bayer, Unigel, Teknor Apex – Sarlink, Honeywell e Nitriflex.

PRIMOTÉCNICA

Em sua primeira participação na Plastech, a empresa exibe como principal atração o moinho PTR, específico para moagem de borras, borrachas e fios elétricos. Com motor de 20 HP, bocal de 400 mm, e capacidade para produção de 300 kg/h, a máquina é ideal para borras geradas na injeção. O público pode conferir outros equipamentos da linha de moagem, como o P2-005G, com motor de 20 HP, boca de alimentação de 500 mm x 520 mm e produção de cerca de 500 kg/h, além de modelos de baixa rotação, ideais para operar ao lado das injetoras.

RESITRONPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A tradicional fabricante de máquinas de usinagem por eletroerosão reservou dois modelos para a exposição: o RT 400 PNC e o RT-3 Easy Drill. O primeiro equipamento – para execução da operação por penetração – possui três eixos motorizados e gerador de 60A com sistema PNC que possibilita programar posições de erosão, posicionamento automático, erosão lateral e múltiplas cavidades. Dispõe de cursos em X x Y x Z de 400 x 300 x 200 + 250 mm, com capacidade para usinar peças de até 600 quilos. O modelo RT-3 Easy Drill consiste em um equipamento de furação rápida, para microfurações (de 0,15 a 6,00 mm), dotado de cursos em X x Y x Z de 300 x 200 x 350 + 200 mm com capacidade para usinar peças de até 150 quilos e altura máxima de 180 mm. A máquina possui motor AC Brushless no eixo Z, painel de controle digital, sistema de compensação de desgaste do eletrodo e sistema pneumático de troca rápida de eletrodo. Além disso, a empresa divulga o restante de sua linha, composta por equipamentos que abrangem desde modelos convencionais, com controle de um eixo, até robotizados com sete eixos simultâneos.

RETILOX

A empresa reserva diversas novidades para a sua primeira participação na Plastech. Para polipropileno, o destaque é o Retiflex PP, aditivo em masterbatch desenvolvido para propiciar aumento de produtividade em peças injetadas, com garantia de redução de custos. Para indústrias recicladoras de polipropileno, a empresa apresenta o aditivo Retilox Bis PP, para aumentar o índice de fluidez da resina. Na reciclagem de polietileno, o aditivo Retiplast Mix também permite aumentar a fluidez, e oferece melhor acabamento à peça. Para aplicações que exigem aditivo em masterbatch e dispersão uniforme e rápida, as novidades são o Retilox D 20 PE master e o Retifle 20 PP. Para PVC (rígido, flexível e expandido), o lançamento é o Retiplast PVC, agente de crosslinking e também auxiliar de processo. Já o setor de rotomoldagem ganha o aditivo Rotomold 20 para reticulação do PE em substituição a materiais importados. O produto melhora as propriedades físico-químicas da resina, em especial a resistência ao impacto e à abrasão.

ROMIPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A expositora apresenta a injetora elétrica Romi EL 300, com capacidade de 300 toneladas de força de fechamento e 730 x 730 mm entre colunas. O equipamento opera com baixo nível de ruído e se destina à produção de peças de alta precisão. Já a injetora Romi EN 150 possui servobomba, o que contribui na redução de energia quando comparada a máquinas com bomba de vazão variável. O equipamento, de 150 toneladas de força de fechamento e 470 x 470 mm entre as colunas, destina-se a aplicações gerais. A Romi PET 230 automática, para sopro de pré-formas de Pet, completa a exposição no estande da empresa. Equipamento de alta produtividade permite moldes de duas cavidades de até 3 litros cada. Em demonstração na feira, sua produção estimada é de 1.500 garrafas de 500 ml (para água mineral) por hora. Fora do estande da Romi o público ainda pode conferir a injetora Romi P220, em exposição no estande do Senai.

RONAPLAST

Prestadora de serviços de reciclagem (moagem e granulação) com foco na recuperação de aparas e sobras de processo, a empresa marca presença no evento com o propósito de ampliar a sua participação no mercado e reforçar a marca. A expositora reaproveita aparas de todos os tipos e formas, como borras de todos os tamanhos, filmes, perfis e peças injetadas, entre outras possibilidades. Equipada com máquinas de grande porte, as instalações da Ronaplast comportam produção de até 300 toneladas mensais. A presença na feira marca ainda o anúncio da incorporação de um novo serviço no negócio, a partir de agosto: a descontaminação de grãos de varredura, direcionado a empresas que recolhem os grãos de resinas derramados durante o processo produtivo ou adquiridos como subproduto de petroquímicas.

RONE MOINHOSPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A fabricante de moinhos destaca as linhas “W” e “C”, ambas com baixo nível de ruído e índice de emissão de pó, adequadas para operações conjuntas com injetoras e sopradoras. Os modelos da linha “C” possuem cabine atenuadora de ruídos, funcionam com transporte pneumático para retirada do material moído de dentro do equipamento, ventilador ciclone e filtro manga para retirar o pó do ambiente gerado durante o processo produtivo. Além disso, são equipados com sistema de segurança com relés instalados para impedir o funcionamento do moinho quando o bocal de alimentação ou qualquer porta de acesso estiver aberta. Os modelos da linha “W” possuem bocal de alimentação de paredes duplas, preenchidas internamente por material de alta absorção acústica e pintados externamente com pintura emborrachada, sinônimo de baixo nível de ruídos para os mais diversos tipos de materiais processados. São oferecidas duas opções de motores de baixa rotação (200 e 400 rpm) que, além de baixo ruído, também geram pouco pó no processo. Dotados de três lâminas rotativas e uma fixa, permite que as operações de limpeza, manutenção e substituição da peneira sejam efetuadas em poucos minutos. As linhas “N” e “F” também constarão da exposição. São modelos convencionais com potência de 2 até 150 CV, para produções de 10 a 3.000 kg/h dos mais diversos tipos de peças injetadas, sopradas, termoformadas ou extrudadas. Além desses, a empresa expõe os modelos da linha tradicional “T”, com bocal alongado, dispostos de volante de inércia, com três lâminas rotativas e uma fixa, adequados para a moagem de tubos e perfis de qualquer comprimento, desde 10 mm até 500 mm de diâmetro, sem a necessidade de corte prévio das peças.

ROSCACILPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Especializada em construção e recondicionamento de cilindros e roscas para injetoras, extrusoras e sopradoras, a expositora estreia na feira gaúcha. A empresa destaca como seu diferencial a prolongação de vida útil de suas peças e das recondicionadas por meio de revestimentos minerais. A atuação da empresa se estende à reforma do plastificador de equipamentos Continuor Mixer, empregados com materiais que requerem aditivos e cargas, e disposição de tecnologia para masterbatches. Os visitantes podem conferir no estande roscas em seu processo de recuperação, conjunto de cilindro e rosca novo, rotores do Continuor mixer com uma aplicação de revestimento em tungstênio e ponteiras para injetoras.

ROSCILTEC

Fabricante e recuperadora de roscas, cilindros e outros componentes de injetoras, extrusoras e sopradoras, a empresa aproveita a ocasião para estreitar relação com clientes na região e prospectar novos. Sua exposição pretende conscientizar os usuários da importância de realizar laudos dimensionais e a recuperação dos conjuntos para prolongar suas vidas úteis.

RULLI STANDARD

A tradicional fabricante de extrusoras para filmes flexíveis e rígidos aproveitará a oportunidade para exibir seu carro-chefe: a extrusora de filme tubular EF 2.1/2, equipamento versátil e com baixo custo operacional. Além de estreitar laços com clientes regionais, também vai aproveitar o evento para buscar novos parceiros.

SANDRETTOPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

O foco do estande estará voltado para exibir as injetoras da série Meglio, que reúne as características de máquinas robustas e flexíveis. Agora também com versão para PVC rígido. Com grupo de fechamento intermediário, oferecem ampla passagem entre as colunas, sistema de joelheira cinco pontos otimizada e placa móvel que permite menores flexões, totalmente montada sobre guias lineares, o que garante perfeito paralelismo mesmo para moldes de grande área ou extremamente pesados. A unidade de injeção tem arquitetura bicilíndrica e injeta o material plástico na área total do êmbolo do cilindro de injeção, o que garante maior pressão específica sobre o polímero injetado. Entre outras características, a máquina ainda é equipada com uma bomba de vazão variável Bosch Rexroth, com controle de carga (Load Sense) que permite uma economia de energia de mais de 5% sobre sistemas de bomba de vazão variável convencional.

SASIL

Em sua primeira participação no evento após a aquisição da Varient, a expositora mostrará sua nova estrutura de distribuição comercial, agora atuante com a bandeira Varient nos estados de SP, RJ e ES. A empresa levará seu tradicional portfólio de resinas commodities das parceiras Braskem (polipropileno, polietileno, policloreto de vinila e copolímero de etileno e acetato de vinila), e Innova (poliestireno, ABS e SAN). Na área de especialidades, anuncia a recente conquista da distribuição nacional dos copoliésteres da Eastman, uma nova geração de plásticos de engenharia com menores níveis de estresse residual, maior resistência química e transparência, além de mais facilidade de processamento e termoformagem. Copoliéster de uma geração, o Tritan se destaca por conferir resistência a impactos e temperatura ainda maiores.

SECCO AR

Distribuidora e assistente técnica autorizada dos produtos da Schulz na série gaúcha, a expositora apresenta os lançamentos deste ano da empresa, entre os quais a nova linha de compressores Total Solution Flex, de equipamentos a parafuso com variador de velocidade e secador integrado. O estande ainda divulgará secadores de ar comprimido, filtros coalescentes e reservatórios.

SEIBTPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

Moinhos considerados top de linha foram os escolhidos para apreciação dos visitantes da feira. Quatro modelos exibem seus atributos no estande: os tradicionais MGHS 600-A e MGHS 800-AYF, e os de baixa rotação MGHS 200 LR e 320 LRX. Equipamento de estrutura robusta, indicado para centrais de moagem, o MGHS 600-A possui facas com corte tipo tesoura e recupera resíduos plásticos de diversos tamanhos e formatos. Sua produção atinge até 1.500 quilos/hora e pode ter alimentação e descarregamento automatizados ou manuais.

O projeto do MGHS 800-AYF, de porte grande e robusto, confere ao seu usuário alto rendimento na moagem de filmes, graças ao sistema de facas com corte tipo tesoura, transpassadas, e também permite moer com alta eficiência peças de grande volume. A moagem pode ser com água ou a seco. Atinge produções de até 2.500 quilos por hora, possui abertura do bocal pneumática e descarga automatizada de material.

Os modelos MGHS 200 LR e MGHS 320 LRX operam com baixa rotação e se destinam à recuperação de aparas e sobras dos processos de injeção e sopro em circuito fechado.

Os exemplares LR, de limpeza rápida, possuem três lâminas rotativas e duas fixas, com corte tipo tesoura. O projeto dotado de quatro lâminas rotativas e duas fixas, com corte tipo tesoura em X, diferencia o modelo LRX. O MGHS 200 LR processa até 90 quilos por hora e o 320 LRX, até 200 quilos horários.

SHINIPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A empresa destaca a linha de moinhos pé de máquina com faca de alta eficiência e a linha de robôs e manipuladores. A linha SG – 24 de moinhos de baixa rotação assegura grânulos uniformes, graças à faca de alta eficiência, com uma quantidade mínima de pó. Além disso, os equipamentos contam com um sistema que impede o travamento da máquina no processo de moagem. A linha de robôs e manipuladores, fabricados com servomotores importados de alta precisão, oferece deslocamento rápido e preciso, segundo o fabricante. Com design europeu, sua configuração dispõe seus eixos de modo que confiram aparência compacta e moderna. Além disso, a interface do robô é projetada conforme os padrões Euromap 12, Euromap 67 e SPI.

SONITRON

A fabricante de máquinas, dispositivos e acessórios para a soldagem de plásticos, leva à mostra as soldadoras ultrassônicas, com sintonia automática e gerador ultrassônico com IGBT. Os equipamentos possuem agora gravador de receitas para facilitar os usuários e programadores. Esse recurso permite a gravação de até 20 receitas, reduz o tempo do set-up dos dispositivos e das aplicações. A empresa ainda apresenta o software com identificação de falhas e potenciais defeitos que permite um sistema de verificação automática de falhas de processo, como superaquecimento de ferramenta, desgaste elevado de sonotrodo e trinca. O recurso atua como uma manutenção preventiva, alerta o usuário sobre eventuais falhas e facilita a manutenção mesmo a distância. A empresa oferece também equipamentos de solda por vibração, rotação, punição quente, termofusão, e mais recentemente por laser.

STARMACHPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A fabricante de máquinas injetoras destaca em seu estande a série Advance, equipada com servomotor Bosch, a fim de proporcionar uma operação mais eficiente energeticamente. O visitante também confere as outras séries de injetoras Standard e Serial. Todas carregam motor e bomba variável Siemens, blocos hidráulicos Rexroth, válvulas pneumáticas Festo, comando Automata, motor de dosagem Danfhos, guias lineares para o conjunto de injeção, placas em rasgo T, entre outros itens.

STÄUBLI

A empresa exibe algumas das suas principais soluções para a indústria do plástico. Os visitantes poderão conhecer e manipular engates rápidos e placas multiacoplamentos para conexão rápida das mais diversas energias utilizadas em moldes: água e óleo para controle térmico, ar comprimido, óleo hidráulico, sinal e potência elétricos. A mostra ainda inclui placa magnética, um dos principais sistemas de fixação de moldes. O espaço da feira é oportuno para o lançamento no Brasil do engate Stäubli CBX face plana para altas pressões, e também o Manifold NCI33, um produto versátil para alimentação de circuitos de controle térmico em moldes de injeção. A expositora espera reforçar laços com os clientes e parceiros da região, além de buscar novos.

SULBRAS

Indústria de transformação com foco em peças técnicas injetadas, a expositora aproveitará a Plastech para demonstrar exemplares do gênero em seu estande, anunciar ao público uma nova unidade produtiva em Joinville-SC e ressaltar os atributos da empresa. Referente à sua produção, o destaque são as peças fabricadas com resinas de engenharia e polímeros de alto desempenho, entre os quais: poliamida (PA), policarbonato (PC), poliacetal (POM), polibutileno tereftalato (PBT), acrilonitrila-butadieno-estireno (ABS) e outros, endereçadas a diversos segmentos de mercado. Ainda molda peças de polipropileno e poliestireno. No que diz respeito aos seus pontos fortes, a empresa exalta suas equipes especializadas em materiais, moldes e processos de transformação e informa contar com laboratórios e logística integrada, por meio de entregas just in time, kan ban, milk run, rotas de entrega e sistema de informações como EDI, aviso de embarque, código de barras e outros métodos de informação e controle.

TECNOAMBI

Especializada em consultoria ambiental, projetos, assessoria técnica em processos químicos e licenciamentos, a empresa oferece aos visitantes da feira diversos serviços, tais como: licenciamento ambiental dos órgãos competentes (licença prévia de instalação ou operação); cadastro técnico federal do Ibama, projetos de estação de tratamento de efluentes líquidos industriais e sanitários, bem como sua implantação e monitoramento; o programa de gestão de resíduos e implantação de coleta seletiva; projeto de centrais de resíduos; auditorias ambientais; além de treinamentos e cursos, entre outros serviços.

TERMOCOLOR

A empresa apresenta uma nova linha de produtos aditivados com ação antimicrobiana e novos masterbatches perolizados de alta performance. O concentrado antimicrobiano foi desenvolvido com base em um agente orgânico que inibe o crescimento de micro-organismos. O aditivo possui alta estabilidade de temperatura e tem como diferencial o princípio orgânico, que pode ser incorporado ao plástico sem afetar sua aparência ou formulação, e ainda sua eficácia contra a maioria das bactérias de superfície e vida útil equivalente à do produto no qual foi incorporado. Já a linha de masterbatches perolizados resiste à temperatura de até 250ºC sem perder a qualidade de dispersão e garante bons resultados em uma aplicação sem manchas ou oscilação de cores. A empresa ainda expõe sua tradicional linha de masterbatches, aditivos, compostos, resinas tingidas e de beneficiamento de compostos e tingimento.

THERMOFAR

A empresa divulgará a sua ampla linha de resistências industriais, sensores de temperatura e outros desenvolvimentos especiais, como túnel de encolhimento para a indústria de embalagens plásticas.

TRAVI PLÁSTICOS

Os visitantes poderão conferir nesse estande as vantagens das réguas industriais feitas de polietileno de ultra-alto peso molecular, utilizadas em equipamentos da indústria de papel e celulose. O PE ultra é uma especialidade com baixo coeficiente de atrito, propriedade que confere às peças um alto poder de deslizamento e excelente resistência ao desgaste por abrasão. Outras características inerentes à resina são: inércia química, resistência ao impacto e absorção de umidade nula. Ainda suporta condições de trabalho sob temperaturas baixas, de -40oC.

TRIA

Quem visitar o estande da fabricante de moinhos granuladores poderá conhecer uma linha de moagem completa, composta pelo triturador WL4, esteira transportadora, e moinho de repasse BM 35-30. Com potência total instalada de 27,5 KW, sua produção é de até 400 kg/h. Esse sistema tem como principal vantagem a possibilidade de trituração de peças de grande volume e massa. Segundo a expositora, tal vantagem se reflete na pouca área ocupada e também no baixo consumo de energia. Além disso, expõe outras linhas de moagem, entre elas, o BLT 20-15, com produção de até 30 kg/h, para uso ao lado da injetora (para galhos e pequenas peças); o JM 42-40, com produção de até 80 kg/h, indicado para aparas de injeção e sopro, além de peças e frascos. Outro destaque é o SMGL100TR, com produção de até 10 kg/h, desenhado para processar resinas de engenharia. Esse equipamento opera a 30 r.p.m. e utiliza o sistema tipo fresca que, segundo o fabricante, não agride o material durante a moagem e também não resulta em pó.

TSONG CHERNGPlástico Moderno, Plastech - O que há para ver na feira - Foto: Divulgação

A expositora reservou dois equipamentos para levar ao seu estande: a injetora modelo F-168 da série Fit, seu mais novo lançamento, e a ES-255 PVC. As injetoras da família Fit sobressaem por seu baixo custo de investimento, em relação aos itens a elas incorporados. Segundo a empresa, é ideal para os transformadores que necessitam de uma máquina com preço acessível, porém com qualidade e suporte técnico. O outro destaque, a injetora ES-255 PVC, pertence à série Euromaq. A máquina exposta dispõe de força de fechamento de 255 toneladas e configuração do conjunto de injeção específico para PVC rígido. O acionamento da bomba hidráulica é por servomotor, o que gera economia de até 75% comparado ao sistema convencional.

UNIVERSIDADE CAXIAS DO SUL

A instituição reforça seu compromisso com o desenvolvimento regional com a formação de profissionais para a indústria do plástico há 15 anos. O curso superior de tecnologia em polímeros forma profissionais com competências técnico-científica, política e social, e capazes de aplicar conhecimentos teóricos e inovações tecnológicas, contribuindo para o desenvolvimento de novos materiais e melhorias nos processos de transformação de polímeros. O curso tem curta duração (três anos e meio) e atende às exigências do catálogo dos cursos superiores de tecnologia do MEC 2010. Segundo a Universidade, tem conceito ‘A’ desde o seu reconhecimento (2004) e se diferencia dos demais cursos por ter metade de seu currículo em aulas práticas. Para tanto, conta com infraestrutura laboratorial reconhecida pela comunidade empresarial e por profissionais de outras instituições de ensino.

VALIMPLAST

Atuante no segmento de resinas recicladas, a empresa comparece à feira para divulgar seus produtos, serviço de moagem e regranulação, agora com a novidade de serviços de moagem de borras de qualquer tamanho. Para tanto, a empresa investiu em equipamentos que asseguram uma quebra extremamente reduzida, segundo informa a expositora.

 

Leia a reportagem principal:[box_light]Plastech – Mais robusta, a feira dobra o número de expositores e espera receber 25 mil pessoas[/box_light]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios