Plastech 2013: Feira injeta ânimo no setor em busca de novos negócios

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaOs organizadores da Plastech Brasil, feira de tecnologias para termoplásticos e termofixos, moldes e equipamentos, programada para o período de 27 a 30 de agosto, em Caxias do Sul-RS, aguardam o comparecimento de mais de 25 mil visitantes na mostra, que desfila cerca de 400 marcas. Segundo informações da coordenadora do evento, Célia Marin, durante a última edição da feira, realizada em 2011, a média de negócios realizados foi de R$ 3.800,00 por m2 locado e ela estima, para este ano, um crescimento nesse montante da ordem de 20% a 30%.

Plástico Moderno, Plastech 2013, Prévia“Esperamos muitos negócios e que a feira colabore para oxigenar o setor; teremos uma série de atrações e será a primeira edição com expositores internacionais”, comenta Zeca Martins, diretor executivo do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), promotor do evento.

Trata-se, no entender do Simplás, de uma feira de vulto para o mercado regional, principalmente para os micros e pequenos empresários desprovidos de condições de participar de feiras de grande porte realizadas fora da região, como a Feiplastic, que ocorreu em maio deste ano, em São Paulo. “A Plastech Brasil recebe gente de todo o país e tem caráter internacional.” Pela primeira vez, empresas da China e da Índia marcam presença direta na feira.

Os organizadores também destacam o projeto Recicla Plastech Brasil, iniciativa inédita no sul do país, criado com o objetivo de mostrar ao público como funciona o processo de reciclagem de plásticos e as aplicações dessas resinas recicladas. A exibição de cunho sustentável supera em mais de três vezes a área dedicada à de projeto similar exposto na Feiplastic, que dispôs de 70 m2.

O Recicla Plastech ocupa área de 220 m2 e a triagem dos diversos resíduos coletados está sob o encargo da Associação de Reciclagem da Codeca – Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul, parceira do Simplás no projeto, que ainda conta com a colaboração de expositoras do evento, que cedem linhas de recuperação de plástico, injetora e outros periféricos. Os banquinhos plásticos produzidos com o reaproveitamento do plástico descartado e reciclado na feira serão doados para escolas de educação infantil da rede pública municipal de Caxias do Sul, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e a Prefeitura.

Cerca de 60% do plástico transformado no Rio Grande do Sul procede das empresas sediadas na região onde a feira acontece. De acordo com informações do Simplás, mais de 500 indústrias de transformação processam em torno de 450 mil toneladas por ano, em oito municípios.

Investimentos à vista – Resultados de uma pesquisa recente encomendada pelo Simplás apontam que a indústria de transformação da serra gaúcha planeja investir mais de R$ 170 milhões em máquinas e equipamentos ainda em 2013. De um universo de 100 empresas, 62 acenaram com investimentos da ordem de R$ 77,8 milhões. De acordo com o sindicato, é possível projetar mais de R$ 170 milhões só na serra, levando em consideração o total de 481 empresas da região.

O levantamento ainda mostra que, na área de cobertura do Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul (Sinplast), as empresas calculam investimentos na faixa de R$ 200 milhões. Assim, as 1,3 mil empresas do segmento em todo o estado devem investir mais de R$ 370 milhões na aquisição de máquinas e equipamentos. A estimativa atual supera em mais de R$ 100 milhões a informação obtida pelos sindicatos entre os seus associados no início do ano, que era de R$ 250 milhões. A expectativa no Simplás é de que boa parte destes recursos esteja em circulação durante a Plastech.

A pesquisa foi contratada pelo Simplás e executada pela empresa Competitive, entre 100 empresas da área de atuação do sindicato, correspondendo aos municípios de Caxias do Sul, Coronel Pilar, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, São Marcos e Vale Real. O objetivo da entidade é tornar o levantamento periódico, constituindo, a partir daí, o Termômetro Econômico do Simplás.
No Rio Grande do Sul, três entidades representam o setor produtivo do plástico: o Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás), o Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul (Sinplast) e o Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos (Simplavi).


Vitrine plastech 2013: Confira os destaques da Feira*

* O texto desta seção foi editado com base nas informações das empresas, em resposta ao convite enviado por Plástico Moderno a todos os expositores da Plastech 2013. Fotos divulgação

ADITIVE PLÁSTICOS

Em seu estande, mostrará três linhas de produtos: concentrados de aditivos, masterbatches branco e preto e compostos termoplásticos. Esta empresa nacional, em atividade desde 1998, pretende exibir um elevado padrão de qualidade, somente com produtos de alto desempenho, e detentores da certificação ISO 9001:2008. Fornece produtos às indústrias de extrusão, injeção, sopro, atendendo às exigências dos setores de embalagem flexível, automobilístico, brinquedo, plasticultura, eletroeletrônica, chapas, entre outros.

Em relação aos produtos, o portfólio é extenso. São compostos de polipropileno (PP), polietileno (PE), poliamida (PA) e PBT com os mais variados tipos de reforços, como cargas minerais, talco, carbonato de cálcio, fibra de vidro, elastômero, anti-UV, antioxidante, retardantes à chama halogenados e não halogenados e antimicrobial. Já na linha de concentrados de aditivos: antiestático, anti-UV , slip (deslizante), antiblock, auxiliar de fluxo, antioxidante, antifogging, purga (agente de limpeza), expansor, stretch e antiderrapante. Além dos masters preto e branco em diversas resinas.

ALL MÁQUINAS

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaA exposição será uma oportunidade para a All Máquinas, do grupo Alltech, divulgar as injetoras das marcas Orient e Toyo. A Orient atua com máquinas completas, sem opcionais, de capacidades que variam de 70 toneladas a 1.250 toneladas. Os modelos dispõem de sistema 100% servo, rosca tipo “C” padrão, painel e sistema Techmation de dez polegadas (máquinas acima de 90 t), lubrificação automática, sistema elétrico Schneider, ajuste automático do molde, descompressão digital, entre outros diferenciais, como o atendimento aos requisitos da norma NR-12.

Já a linha de injetoras Toyo, fabricadas pelo Grupo Hitachi, são 100% elétricas, de 15 toneladas a 870 toneladas, e velocidade de injeção
de até 1.000 mm por segundo. Segundo a fabricante, a máquina proporciona maior produtividade, já que é composta por motores elétricos independentes e, desta forma, pratica movimentos simultâneos e menor emissão de ruídos, 60% menos que uma injetora convencional.

APTA RESINAS

A sua presença na feira servirá para reforçar a apresentação de sua nova parceira, a Samsung, agora distribuidora oficial da marca, nas linhas de ABS e PC. A empresa também divulgará seu portfólio completo, entre plásticos de engenharia e de alto desempenho. Presente no sul e sudeste do país, a Apta atende todo o mercado nacional, com sua sede no Rio Grande do Sul, e filiais em Santa Catarina e em São Paulo. Fornecedora de PC, ABS, TPU, poliamidas e seus compostos, além de polímeros de alto desempenho, como PPA e PA 12, entre outros materiais.

BETTONI

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaA apresentação contará com alimentadores monofásicos e trifásicos com recipientes feitos de aço inox, de diversos tamanhos e capacidades, com opcional para válvula proporcional; dosadores de pigmento, e secadores de matéria-prima, com silos de aço inox e dupla camada com isolante térmico. O estande também abrigará desumidificadores de matéria-prima mono ou dupla torre para materiais higroscópicos, com silos de aço inox e dupla camada com isolante térmico; centrais de distribuição de matéria-prima, secagem e desumidificação; tanques de armazenagem de matéria-prima preparados para receber a sonda do alimentador, ao lado da injetora, sopradora ou extrusora; funis isolados, para a manutenção da temperatura da matéria-prima na entrada da máquina; porta big-bags e rasga-sacos, além de soluções pontuais “fora de catálogo”, ou seja, desenvolvimento de um item ou produto de acordo com a necessidade específica do cliente.

BRASFIXO

Serão vários produtos no estande da empresa. O tombador de moldes e bobinas será um deles. Voltado para projetos especiais, conforme a solicitação do cliente, possui sistema de movimentação que permite descolar o tombador e pode ser fornecido em tamanhos específicos de até 60 toneladas. Também estará em exposição um olhal de elevação giratório modelo BWLP, produto para tomar e virar moldes, que pode operar com segurança em qualquer ângulo. Segundo o fabricante, substitui com vantagens o olhal normal. A linha possui diversos tamanhos com capacidade para até 50 toneladas.

A empresa irá apresentar ainda uma chave catraca para uso em porca ou parafuso. Ela é reversível simples e com sextavado único, não danifica a porca sextavada e é fornecida com duplo encaixe, além de ser ideal para aperto rápido e ter construção robusta, que permite a utilização para aperto final, evitando o uso de chave fixa.

Outro produto é o Fixomolde, um prendedor para troca rápida de moldes. Indicado para injetoras de alumínio e plástico, com força de fechamento de até 8 mil toneladas, conta com placa com rosca ou canal tipo “t” e promete redução de set up e aumento de produtividade, além de eliminar o uso de chaves, prolongadores, porca sextavada, arruela e esforço físico do operador, podendo fixar qualquer altura de molde com abas ou rasgo lateral. Fornecido em conjunto completo, que inclui placa de centragem automática de moldes, é próprio para montagem no local, não requer padronização e propicia agilidade de processo e facilidade de limpeza, podendo fixar moldes de até 100 toneladas, sem pressão.

A Brasfixo também aproveita para mostrar uma prateleira para armazenagem de moldes. É um sistema idealizado para valorizar o espaço e aumentar a eficiência, pois seu uso resulta na redução do tempo de set up pelo aumento da praticidade. Ele também facilita o deslocamento de peças pesadas pelo uso de ponto rolante ou guindastes, elimina a utilização de empilhadeiras, quando usado com ponte rolante e facilita e otimiza a estocagem, aumenta a durabilidade dos porta-moldes e ferramentas, além de melhorar a organização, reduzir o espaço ocupado com paletes no chão e permitir regular a altura das gavetas, entre outras características.

BROLIATO PLÁSTICOS

A exposição será palco para o lançamento de alguns modelos de gaxetas para vedações de geladeiras e freezers. São peças produzidas com material antifúngico, que, segundo a fabricante, além de bonitas, são funcionais. Outra novidade ficará por conta do perfil porta-palhetas. Ele é utilizado para colocar as palhetas acopladas ao suporte do microfone; está disponível em diversas cores néon.

A Broliato possui ferramentaria própria e certificação ISO 9001:2008. Localizada no Rio Grande do Sul, a empresa existe desde 1994 e atende às necessidades das indústrias automotiva, de refrigeração, moveleira, avícola, bovinocultura, construção civil, comunicação visual, hospitalar etc.

CHINA JEYYED MOLDES

Com três anos de atuação no mercado nacional, esta fabricante chinesa de moldes irá apresentar modelos diversos para as indústrias de tubulação, utilidade doméstica, tampa, protetor de medidor de água e automobilística. A empresa tem fábrica em Huangyan, China, onde adota o sistema CAD/CAE/CAM em todas as etapas de projeção, modelação, programação de desenho e em grande variedade de programação nas máquinas de usinagem de CNC. A empresa também conta com equipe técnica especializada na fabricação de moldes plásticos de formatos grandes, sofisticados, complexos e de longa durabilidade.

CLIEVER TECNOLOGIA

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaO destaque será a impressora Cliever CL1, seu primeiro modelo 3D. Utilizada por empresas de pequeno e grande porte, engenheiros, designers, arquitetos, entusiastas e profissionais liberais, o modelo, segundo a fabricante, oferece uma ótima solução para prototipagem rápida de baixo custo. Fabricada com aço-carbono e com pintura epóxi, conta com os melhores mecanismos internos de movimentação, como guias lineares trapezoidais de aço inox, garantindo a qualidade e a durabilidade do equipamento.

A impressora 3D Cliever CL1 funciona com o processo de impressão 3D chamado FFF (Fabricação por Filamento Fundido, na sigla em inglês), ou seja, o equipamento utiliza um filamento termoplástico. Este é disponibilizado em duas composições ABS e PLA. O material é fundido até atingir a espessura de 0,2 mm, sendo depositado camada a camada até formar a peça final. O equipamento opera com precisão que pode ser configurada de 100 mícrons a 300 mícrons (0,1 mm a 0,3 mm). Além disso, é possível ajustar configurações de impressão, como o percentual de preenchimento interno da peça, ou seja, para consumir menos material, o equipamento cria uma estrutura interna hexagonal, dando resistência à peça, e consumindo menos tempo e material. O modelo é enviado com o software de controle Cliever Lab, responsável pelo gerenciamento do processo de impressão. Nele o usuário carrega seu aparato 3D, seleciona alguns parâmetros de impressão, e clica em “imprimir”, para que a máquina se encarregue de fazer o resto.

COLORFIX

A empresa irá demonstrar a linha de aditivo Processfix HP (high performance), que, ao ser adicionado ao polipropileno, traz benefícios em seu comportamento, resultando em grande melhoria de propriedades ópticas, equilíbrio entre rigidez e impacto, tempo de ciclo, otimizando assim todo o processo de produção.

Também irá exibir sua linha sustentável. São diversos produtos: Bactfix, a incorporação deste aditivo ao polímero impede que bactérias se fixem ao substrato e se proliferem; Biofix, tem por finalidade atender os mercados em que o caráter biodegradável seja requerido, em razão da impossibilidade da reciclagem do material plástico; Coolerfix, esta linha tem uma característica especial de refletância solar total aumentada em relação aos pigmentos convencionais; Processfix, seu princípio ativo adere às partes metálicas internas da máquina durante o processamento, aumentando a produtividade e facilitando a limpeza da máquina, e, consequentemente, reduzindo o uso de resina na limpeza do equipamento; Process Plus, utilizado como auxiliar de processo, lubrificante e agente compatibilizante; Purgfix, usado na limpeza de máquina substituindo o uso de resina natural; Selofix, empregado durante a parada de máquina na vedação de rosca, a fim de agilizar o reinício de produção e diminuir perdas por contaminação de carbonização (pintas pretas) e amarelecimento de resina; e Whitefix, aplicado para proporcionar maior “limpeza” de cor no material plástico.

COMM5 TECNOLOGIA

A exposição servirá para a apresentação da solução Visão. Trata-se de um combo: software e hardware, para apontamento automático de produção, desenvolvido especialmente para as necessidades do mercado brasileiro. O produto permite a visualização em tempo real da eficiência da produção de maneira segura e fácil. Os indicadores são apresentados em gráficos e relatórios. O sistema é fundamental para gestão, pois fornece informações confiáveis sobre o maquinário, ferramentas, operadores e rotina do chão de fábrica.

CRISTAL MASTER

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaCom estande localizado na rua D18/19, a empresa divulgará duas novidades: o agente interfacial e o aditivo antimicrobiano, além de sua completa linha de soluções termoplásticas com mais de 20 mil produtos. Em conjunto com a Kher Chemical and Research, a Cristal Master desenvolveu um composto antimicrobiano inorgânico atóxico que emprega no seu processo nanotecnologia nacional e pode ser incorporado em vários tipos de matrizes poliméricas. A linha de produtos antimicrobianos é dotada da capacidade de eliminação de um amplo espectro de micro-organismos, como bactérias e fungos.

Já a linha de agentes interfaciais vem como uma alternativa no uso de resinas recicladas, na medida em que reduz a utilização de espessura de filmes, por exemplo, sem perder a característica de resistência (propriedades mecânicas). Segundo a fabricante, clientes conseguiram reduzir em até 40% a espessura do filme sem danos à qualidade do produto final. O aditivo atua na compatibilização de resinas e compósitos. Esta substância possui estrutura cabeça-cauda, sendo a cabeça com afinidade polar (possui grupos fortemente polares) e a cauda com afinidade apolar (grande estrutura apolar); com esta estrutura química é possível aumentar a compatibilidade entre fibras naturais como as de coco ou de arroz em resinas apolares como o PE e o PP, possibilitando a produção de compósitos polímero/fibra. O agente compatibilizante atua aumentando a compatibilidade entre resinas de mesma estrutura química, porém com especificações diferentes como ABS primes e importados.

CRIZAF

Esta edição da Plastech será palco para a Crizaf divulgar sua linha de esteiras com correia de PP. O equipamento é o grande destaque da marca; pode transportar peças injetadas ou sopradas de maior temperatura e apresenta baixo custo de manutenção.

Nascida na Itália em 1954, e com unidade produtiva no país desde 2000, a empresa tem um amplo portfólio, com transportadores, separadores de peças e galhos e equipamentos para automação, projetados sob medida para cada aplicação. As linhas atendem às necessidades das indústrias de plástico, alimentícia e farmacêutica, com produtos de baixo custo e versáteis, segundo a fabricante.

D PLASTI

Com sede situada no Rio Grande do Sul, a empresa irá aproveitar a visibilidade da exposição para divulgar no mercado seu principal produto: fita de arquear. A D Plasti estará no evento ainda para anunciar sua intenção de crescer neste ano 30% em relação a 2012.

FERGUS

Localizada no Rio Grande do Sul, a empresa terá dois destaques. Um será um conjunto de resistências para injetoras e extrusoras. O produto garante redução de 40% do consumo energético e a eliminação de 100% da inércia de temperatura. Além disso, é 100% recondicionável e promete ter melhor precisão nas peças fabricadas. Trata-se de uma resistência modelo circular, de alumínio bipartida com isolação térmica, que elimina a reposição durante seu trabalho.

Já o outro destaque ficará por conta da estufa para secagem de material plástico. O equipamento dispõe de um sistema de secagem especial; opera com circuito fechado, possui uma câmara desumidificadora, na qual desintegra a umidade. Segundo a fabricante, não necessita de sistema de escapamento de umidade e gera economia de energia de até 40%, em relação aos sistemas disponíveis no mercado.

HIMACO

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaPara a exposição, a empresa reservou a injetora modelo Apta 650. Trata-se de uma máquina de 650 toneladas de força de fechamento e volume de injeção de 3.706 cm³. Comando hidráulico proporcional de vazão e pressão, comandada por bomba variável, gerando menor consumo de energia elétrica. O CLP de comando é da Techmation, com possibilidade de controle de injeção em sete estágios independentes de fluxo e pressão, e regulagem automática de altura do molde. A temperatura é microprocessada e a capacidade é de 145 arquivos de molde. O modelo oferece ainda a conexão com robô já incorporada de linha. Conta com lubrificação centralizada, extrator de macho hidráulico duplo e saídas para extração pneumática.

Fundada em 1969, a Himaco se firmou como uma das principais fabricantes de injetoras termoplásticas do país e da América Latina. A empresa projeta e produz injetoras horizontais com força de fechamento de 80 a 1.000 toneladas, nas linhas Actual, Átis e Apta, rotativas até 12 estações, com 80 t a 120 t de força de fechamento, e máquinas verticais de 64 t a 180 toneladas. A empresa atende diversos segmentos do mercado, entre os quais estão os setores automobilístico, brinquedos, utilidades domésticas, embalagens, eletroeletrônicos, cosméticos, calçados e peças técnicas em geral. Desde 2011, conta também com uma unidade para venda de peças de reposição.

KARINA

A empresa pretende mostrar a experiência adquirida em mais de trinta anos no mercado. Irá divulgar sua linha de compostos de PVC, especialidades poliolefínicas e de cores de masterbatch, que são produzidos de acordo com as mais rigorosas normas e legislações nacionais e internacionais. Os produtos podem ser aplicados em diversos segmentos como fios e cabos elétricos, calçados, embalagens flexíveis e rígidas, vedantes, tubos e conexões, mangueiras, perfis para construção civil, automobilístico, sacolas e materiais descartáveis, entre outros.

LGMT

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaEsta fabricante e recuperadora de cilindros, roscas e acessórios para processadores de termoplásticos, termofixos e borracha para extrusão, injeção e sopro irá divulgar roscas com perfis e revestimentos especiais, conjunto de ponteiras homogeneizadoras e tipo castelo, cilindros e elementos de roscas (módulos). O destaque ficará por conta da linha de tubos corrugados. O sistema, refrigerado a ar Ø 16 a 32 mm, é composto de extrusora modelo JOY, cabeçote, puxador corrugado e bobinador manual. Por meio da exibição de filme, a fabricante irá apresentar todas as linhas de extrusão: tubos rígidos e flexíveis; linha de tubos corrugados, granulação, coextrusoras (sobrerrodas) e linhas de laboratório em geral.

MACROPLAST

Apresentará novos produtos da linha masterbatch, aditivos especiais para agricultura, como infravermelho, difusor de luz, antineblina e estabilizadores de luz para as mais diferentes culturas, inclusive para cultivo de uva. Mostrará também linhas de aditivação dedicadas aos grupos estirênicos e resinas de polipropileno, com alto desempenho.

Na linha de compostos, divulgará produtos para os segmentos de construção civil, linha branca e automotiva. Em construção civil, os compostos de PS e ABS aditivados com antichama e estabilizadores de luz são os carros-chefe, sendo direcionados a espelhos de tomadas e interruptores, nas cores branca, bege e cinza. Já para a linha branca, os compostos de PP com requisito mecânico e aditivação antichama e estabilizadores de luz são o destaque e, normalmente, são empregados na produção de peças para lavadoras e tanquinhos. Para a linha automotiva, o foco é o desenvolvimento de acrílicos nas cores âmbar e rubi, para atender o mercado de lanternas das montadoras do país. A Macroplast é uma empresa brasileira, com fábrica nos estados de São Paulo e Santa Catarina, e atende todo o território nacional.

MÁQUINAS PREMIATA

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaNesta exposição, mostrará o misturador/secador vertical PRM1000VS. O equipamento, em sua versão 2013, tem capacidade de secagem de 1.000 kg. Segundo a fabricante, apresenta um rendimento excelente, e opera com materiais virgens, recuperados granulados e moídos. Por conta da sua forma construtiva, este equipamento, principalmente pelo fato de movimentar o material durante a secagem, garante eficiência de aquecimento, além da desumidificação de materiais granulados e moídos diversos, como PE, PP, PVC, PA, PS, ABS e PET.

Equipado com bateria de resistências elétricas (opcional com queimadores a gás GLP) e quadro de comando com controladores digitais de temperatura, o modelo conta com proteções mecânicas em todas as partes de contato com o eixo principal, o que aumenta a segurança do operador e isenta a necessidade de componentes elétricos, embora também possam ser instalados opcionalmente, para atendimento à NR12.

O diferencial do equipamento se refere ao sistema de fixação do motor e regulagem de correias, o que aumenta consideravelmente a sua vida útil. Dispõe ainda de um exclusivo sistema de mancal inferior isolado e com retentores de proteção ao rolamento.

Além de misturadores e secadores de diversos modelos e capacidades, a Máquinas Premiata fabrica também aglutinadores, afiadoras de facas para moinhos, silos, tanques de decantação, lavadoras e secadoras centrífugas, bem como linhas de reciclagem de plásticos completas, roscas transportadoras, ventiladores centrífugos de transporte e acessórios para verticalização para a indústria em geral.

MATRIPEÇAS

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaEsta indústria gaúcha irá exibir seu portfólio de soluções em componentes para moldes e matrizes e peças personalizadas, facilitando a construção de moldes de injeção de plástico, alumínio e zamak. Os principais produtos comercializados e fabricados pela empresa atualmente são: pinos extratores tipo A, B, C e D; pinos de retorno; datadores; buchas extratoras; lâminas extratoras; válvulas para extração a ar; buchas e colunas para moldes e matrizes; centralizadores cônicos e laterais; buchas de injeção; travas para gavetas de moldes; colares de esferas; pino guia DIN 6325 e 7979; punções DIN 9861 tipo D, DA, DS, CA e G; molas ISO 10.243 (verde – azul – vermelha – amarela). O portfólio conta ainda com molas convencionais de tração e compressão; molas prato; tarugos de poliuretano ou náilon; linha para refrigeração de moldes; stops para gavetas (posicionadores com esfera); parafusos sextavados internos (allen) cabeça cilíndrica, chata e sem cabeça; parafusos de corpo retificado; olhais DIN 580, e ímãs de neodímio, entre outros acessórios.

MECANOFAR

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaApresentará sua tradicional linha de moinhos granuladores, silos e exaustores. Com novo design, o destaque ficará por conta das linhas de máquinas de baixa rotação, por estarem mais robustas e seguras. A empresa também divulgará sua atuação com peças de reposição, como facas, peneira padrão e especiais, e outros itens utilizados nos moinhos. Esta fabricante nacional, localizada no Rio Grande do Sul, tem 32 anos de experiência e conta com representantes em todo o país.

MEGGAPLÁSTICO

Empresa do grupo Megga, a Meggaplástico irá exibir a injetora Borchê BS 200, equipada com servomotor, que proporciona, segundo a fabricante, até 80% de economia no consumo de energia. A rosca de plastificação apresenta ótimo desempenho, com uma grande variedade de aplicações, permitindo também boas escalas de velocidade, pois seu acionamento é feito diretamente por motor hidráulico de baixa velocidade e alto torque. A motobomba da máquina de 200 toneladas proporciona maior velocidade e volume de injeção. As fixações das hastes dos cilindros de encosto de bico estão presas na placa fixa com fixações esféricas, o que permite fácil regulagem do alinhamento do bico com a bucha do molde. Na unidade de controle, o comando colorido Keba, com tela de 10,4 polegadas, é de fácil visualização, e possui saída para acionamento de robô. Durante a exposição, a máquina irá fabricar cerca de 6 mil bancos infantis, que serão doados a crianças da rede de escolas municipais. A iniciativa faz parte do Projeto Recicla Plastech.

A empresa aproveitará para divulgar sua linha de injetoras standard e especiais, como as de ciclo rápido, as totalmente elétricas, as verticais, e as injetoras para microinjeção, além de sopradoras com inversor de frequência ou com servomotor e extrusoras para tubos de PVC, perfis etc. Todas as suas máquinas são, segundo a empresa, garantidas por um estoque de peças de reposição e apoio técnico ao projeto em todas as suas fases, antes, durante e após a aquisição, em todo o Brasil. O grupo representa, distribui e proporciona garantia de manutenção e assistência técnica a sete fabricantes internacionais: Sinitron, Multiplas, Chumpower, Invex, Borchê, Liansu e Toshiba Machine.

MIOTTO

Esta fabricante de máquinas irá divulgar uma unidade compacta para ensaios de laboratório ou pequenas produções. O equipamento é de fácil operação e manuseio, via IHM (touch screen), tem aptidão para produzir granulados, tubetes e fita de 16 mm X 1 mm, processa PVC flexível e rígido, PEABD, PP, náilon e PS e é indicado para produzir de 1 quilo a 10 quilos/hora. Dispõe de cabeçote universal com três jogos de ferramentas, conjunto de resfriamento com reservatório e bomba de circulação, puxador e granulador – basta trocar as ferramentas para efetuar as três operações. O conjunto possui potência total instalada de 5 kW.

MULTINOVA

Irá mostrar um lançamento apresentado em maio deste ano. Trata-se de uma manta de polipropileno expandido. Entre suas principais características estão o isolamento acústico e térmico e a impermeabilidade. É termoformável e 100% reciclável, indicado para as indústrias automobilística, de refrigeração, de eletrodomésticos e de construção civil. A empresa aproveitará a oportunidade para exibir outra novidade apresentada na América do Sul no ano passado: um plástico bolha, coextrudado, de dez camadas. Segundo o fabricante, é um produto inovador, de espessura reduzida e maior resistência. A Multinova fornece para a América Latina plástico bolha e seus artefatos, bem como mantas de PE e PP expandido e perfis.

NEOGRAF

A impressora tampográfica compacta de bancada SX 76 é o destaque da expositora. O modelo possui uma área de impressão útil de até 85 mm de diâmetro, capacidade para peças de grande profundidade e imprime entre 1200 e 1500 peças/hora. Possui clichê fixo e peso total de 35 kg. A máquina é equipada com pedal para acionamento e suporte de tampão com regulagem (X, Y e giro) standard. Dispensa chaves e oferece acesso fácil à manutenção, manuseio simples e setup rápido. Possui uma mesa de alumínio com ampla abertura, copo selado de 90 cm, ampla regulagem de tampão, chaves desliga/liga de pressão do copo e display LCD azul backlight. O fabricante ainda informa que a máquina possui CPU com dezenas de funções dedicadas, teclado e display e pintura da estrutura de alta resistência mecânica e química.

ÓRION

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaA fabricante de moldes e matrizes, sediada em Caxias do Sul-RS, principal polo metal-mecânico do sul do país, divulga na feira a sua experiência no ramo e assegura dispor de uma equipe técnica especializada, além de estrutura de primeira linha. A expositora produz moldes e matrizes para injeção de plástico e de outros materiais.

PAVAN ZANETTI

Essa tradicional fabricante de sopradoras anuncia um reforço para sua equipe de vendas na Região Sul do país. A expositora pretende garantir um atendimento mais próximo e personalizado com essa medida. A equipe de vendas agora conta com dois profissionais experientes na representação de equipamentos baseados no Rio Grande do Sul. Humberto Link é o responsável pelo segmento de sopro convencional e sopro de PET, enquanto a área de injetoras e máquinas de injeção-sopro está sob o comando de Augusto Langaro. Os visitantes podem conferir no estande da empresa a injetora HXF 88J5, com 88 toneladas de força de fechamento, além de uma sopradora para pré-formas de PET, modelo PETMatic, com capacidade para até 4.000 frascos/hora de 500 ml.

PEPASA

Essa tradicional produtora de especialidades em compostos exibe em seu estande diversas peças moldadas com as suas formulações, buscando reforçar ainda mais sua marca no mercado de plásticos de engenharia. Fundada em 1969 para desenvolver e atender o mercado de termoplásticos reforçados com fibra de vidro, a Pepasa é uma das pioneiras do setor no Brasil. A empresa produz uma ampla gama de formulações, baseadas nos variados tipos de poliamida, em ABS, poliacetal, policarbonato, PBT e polipropileno, entre outros polímeros, modificados através da incorporação de fibra de vidro, fibra de carbono, fibra aramida, cargas minerais, microesferas de vidro, retardantes à chama, PTFE, silicone, grafite, bissulfeto de molibdênio, modificadores de impacto, antiUV e outros aditivos. Atua predominantemente no setor de injeção, com aplicações nas indústrias automotiva, eletroeletrônica, agrícola, home appliance e eletrodomésticos.

PIRAMIDAL

Uma das principais distribuidoras brasileiras de resinas, no mercado há 28 anos, a Piramidal marca presença institucional na feira, reforçando aos visitantes a sua capacidade de assegurar entregas ágeis, lastreadas em uma estrutura que conta com uma equipe altamente capacitada de representantes comerciais, vendedores internos e analistas de relacionamento no Contact Center. O amplo portfólio da empresa inclui as principais resinas commodities, plásticos de engenharia, masterbatches e aditivos.

PLASMOSUL

Especializada em projetos, construção de ferramentais e também fabricante de peças plásticas para diversos setores, a empresa exibe na feira uma amostragem da sua linha de atuação, com especial destaque para as peças de maior complexidade moldadas por injeção; as com repuxe extraprofundo em vacuum forming, e ainda as de material compósito, feitas pelo processo RTM. A empresa possui injetoras de até 1.800 toneladas de força de fechamento para injeção de peças de até 11 kg. Em vacuum forming, consegue moldar peças com tamanhos de até 2.000 mm X 3.000 mm. Em material compósito, fabrica qualquer tamanho, pelos processos RTM ou spray-up.

PLASTIMAGEM

A Plastech será a oportunidade para a empresa mostrar sua força na distribuição de ABS, ABS V0, PS, POM PP Homo, PP Copo, PP Random, PC e PMMA. Com dez anos de existência, a empresa atua na distribuição de resinas termoplásticas importadas das petroquímicas mais conceituadas do mundo, atendendo os principais segmentos de transformação. Com sede localizada em Indaial, em Santa Catarina, a Plastimagem atua com escritórios regionais de representação nos principais estados do sul e sudeste, além de uma equipe interna apta e qualificada para atender todo o Brasil.

POLIFIBRAS

O masterbatch amadeirado, elaborado com fibras naturais, e destinado a peças injetadas ou extrudadas, é a principal atração dessa expositora. Segundo informa, o produto é atóxico, resistente, ecológico, fácil de processar, possui estabilidade dimensional e aceita pigmentação. Destina-se a várias aplicações, entre as quais móveis, calçados, utensílios domésticos, construção civil, linha automobilística, cosméticos, entre outros. Esse masterbatch amadeirado é um produto patenteado, de formulações com casca de arroz e resinas termoplásticas, para a produção de peças injetadas ou extrudadas com aspecto e coloração semelhante à madeira. O fabricante sugere a adição de 25% de seu produto a uma resina termoplástica para a obtenção de uma peça amadeirada e com forte apelo ecológico. A empresa ainda aproveita a ocasião para lançar o polipropileno marfim, blenda de PP com uma resina pronta para ser injetada. Trata-se de uma blenda de polipropileno com o seu masterbatch de fibras naturais, pronta para ser injetada e que confere às peças aspecto e coloração semelhante à madeira marfim, com vantagens ecológicas.

POLISTAR

A empresa desenvolve e fabrica peças técnicas usinadas, feitas de polietileno de ultra-alto peso molecular (PEUAPM). Seus produtos atendem segmentos como a indústria de papel e celulose, que emprega as peças na fabricação de guias raspadoras de telas e placas de sucção, e réguas raspadoras. Na indústria de refrigeração, os produtos da Polistar aparecem na fabricação de túneis de refrigeração e deslizamento de correntes e transportadores. A expositora também fornece revestimento de PEUAPM para tubos, conferindo alta durabilidade e maior deslizamento. A empresa reveste tubos nos diâmetros de 180 mm, 200 mm, 240 mm, 320 mm, 380 mm e 500 mm, em comprimento máximo de 6 metros. A empresa informa dispor de máquinas modernas, como centros de usinagem (CNC), retífica, mandrilhadoras, máquinas de eletroerosão, fresas, tornos e prensas excêntricas, entre outras. A Polistar conta com um corpo técnico de profissionais altamente qualificados para atender às necessidades específicas de cada cliente.

POLLIPLÁSTICO

Com presença institucional na feira, a recicladora informa atuar com plásticos pós-industrial, sinônimo de polímeros reciclados de qualidade. A expositora comercializa resina pronta para o processo de injeção, atendendo aos requisitos de cada cliente em particular (cor, aditivos etc.), em acordo com as especificações da peça a ser produzida. Sua atuação abrange os setores calçadista, metalúrgico, automobilístico, brinquedos, moveleiro, higiene e utensílios em geral. A empresa atua com PP, PS, PEAD, PEBD, PVC e ABS. Além das resinas recicladas, vende resíduos plásticos e presta serviços de terceirização e moagem.

PRO COMPONENTES

Em sua primeira aparição na Plastech, a empresa com atuação no mercado de componentes e acessórios para moldes e estampo apresenta diversas soluções para este segmento. Entre os principais produtos expostos, o visitante encontra no estande pinos extratores DIN 1530, buchas e colunas, centralizadores, datadores, válvulas de ar, saídas de gás, contador de ciclo, punções de corte e molas de compressão ISO 10243. O expositor é distribuidor exclusivo no país das molas italianas PSE (Precision Spring Europa), com certificação e qualidade internacional. No ano passado, a empresa iniciou a fabricação de componentes e acessórios para moldes e estampos, com destaque para as buchas extratoras. Tem como parceiras as empresas Dadco, fabricante norte-americana de cilindros de nitrogênio; a HPS, produtora francesa de cilindros hidráulicos e olhais giratórios; a Yudo, tradicional empresa coreana com planta no Brasil, fabricante de câmara quente; e a Plasmar Tecnologia, empresa brasileira com serviço de tratamento térmico.

QUALITERME

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaEssa fabricante tradicional no ramo de refrigeração, sediada em Novo Hamburgo-RS, com 15 anos de atividade, divulga suas linhas de unidades de água gelada, chillers, torres de resfriamento de água e secadores de ar comprimido.

REALITY

A expositora é especializada em injeção terceirizada de termoplásticos e na criação de produtos e moldes para os segmentos de automóveis, de linha branca, de utilidades domésticas, de peças técnicas, entre outros. Também atua no desenvolvimento de novos projetos, prototipagem rápida (impressora 3D) e prestação de serviços. A empresa injeta ABS, poliestireno cristal e alto impacto, náilon com e sem fibra, polipropileno, polietileno, policarbonato, blendas em geral e PVC, este em negociações especiais. Executa projetos para moldes em 3D (solidworks), modelamento e desenho de produtos e ferramentas e também para produtos especiais, moldes, ferramentas e porta-moldes. Em parceria, fabrica moldes para injeção de termoplásticos de até duas toneladas. Sua estrutura possui seis injetoras, torres de resfriamento, unidade de água gelada até 4oC, unidade de água quente até 98oC, estufa, desumidificador e moinhos.

REFRISAT

Essa tradicional fabricante de equipamentos de refrigeração e climatização industrial comparece à feira associada à Bettoni e exibe seus modelos de chiller, termorreguladores e unidades de água gelada. Além de garantir a fabricação de produtos de alta qualidade, a Refrisat aposta no desenvolvimento de equipamentos com design e conceito diferenciados, além de sistemas de automação e controle exclusivos. Na feira, os visitantes apreciam um resfriador de líquido com capacidade de 45 kCal/h com recursos exclusivos de programação, que acompanham toda a linha Refrisat. Por meio do CLP e do IHM Touch de última geração, os equipamentos fabricados pela empresa oferecem: mecanismo de indicação de inspeção periódica; sistema GPRS opcional para controle remoto via SMS, computador ou e-mail (inclusive com softwares adaptáveis à maior parte dos processos de produção modernos); mecanismos de redução de energia; agendamento de horários de funcionamento personalizados; contador horário, que gera relatórios de funcionamento; sistema de reversão automático, que aumenta o tempo de vida do equipamento e alarmes sonoros indicadores de falhas. O sistema é autoexplicativo e de simples operação. Um modelo de termorregulador também marca presença na feira. Trata-se do TMTI, projetado para controlar a temperatura de processos industriais que utilizem água ou óleo como fluido. Para a água, existem opções de temperatura para operação de 130°C com água pressurizada. Para o óleo térmico, são fabricados modelos para as mesmas temperaturas, ou outras opções, sob consulta.

RESISTEC

A empresa aproveita a ocasião para divulgar sua ampla linha de resistências, fabricadas de acordo com os requisitos do cliente. Expõe em seu estande resistências cintas para injetoras e extrusoras para processamento de plástico; resistências cintas cerâmica igualmente para injetoras e extrusoras; resistências tubulares helicoidais para bicos de injetoras; resistências chatas para extrusoras; resistências blindadas para injetoras; resistências cartuchos e alta carga; resistências microtubulares; e resistências para manifolds.

ROMI

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaSeus lançamentos em máquinas para plástico são as principais atrações na feira: a injetora EN 380 PVC e a sopradora
Premium Full. Adequada à produção de peças de PVC de pequeno e médio porte, em aplicações que requerem até 380 toneladas de força de fechamento, com excelente controle de injeção em baixa velocidade, a EN 380 PVC sai da fábrica equipada com servobomba, garantia de melhor performance do sistema hidráulico, baixo consumo energético e nível de ruído. O equipamento
possui placa móvel apoiada em guias lineares, sem contato com os tirantes, o que evita o atrito com as colunas e mantém a área limpa, livre de contaminação por lubrificantes. Dispõe de placas porta-molde reforçadas, com grande distância entre as colunas, rasgos em T para a fixação dos moldes e sistema de fechamento bi-toggle mecânico-hidráulico de cinco pontos. Seu gerenciamento conta com painel CM 10 (B&R), display touchscreen, com monitor de 10,4 polegadas VGA colorido, duas entradas USB e Ethernet 10/100. O equipamento atende às especificações das normas Euromap, ABNT NBR 13536 e NR-12. A sopradora Premium Full, desenhada para produzir frascos em geral de até cinco litros, oferece alta eficiência e produtividade, além de operar com baixo consumo energético. Possui programador de parison com válvula Moog com até 512 pontos de programação, e controle individual de temperatura para torpedo e trefila. A sopradora sai da fábrica equipada com comando CM 10 (B&R) colorido com programação e navegação por teclado touchscreen e software de última geração. Também atende às especificações das normas Euromap, ABNT NBR 13536 e NR 12.

RONE

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaOs holofotes nesse estande recaem sobre as linhas de moinhos W e C, compostas por modelos desde 2 até 60 CV, para produções de 10 a 1.000 kg/hora. Além de atender a todos os requisitos da norma de segurança NR 12, esses equipamentos oferecem, segundo informa o fabricante, uma excelente relação custo/benefício e grande eficiência no processamento dos mais diversos tipos de materiais e processos. Os modelos da linha  C possuem cabine atenuadora de ruídos para todo o moinho, fabricada com paredes duplas e revestimento interno em material de alta absorção de ruídos. Também dispõem de transporte pneumático para a retirada do material moído, com ventilador ciclone e filtro manga para retirar o pó do ambiente gerado no processo produtivo. Seu sistema de segurança embute relés instalados para não permitir o funcionamento do moinho quando o bocal de alimentação ou outras portas de acesso estiverem abertos, além de um novo e patenteado sistema de trava do eixo rotor, para as operações de limpeza e manutenção. Os modelos da linha W possuem o bocal de alimentação fabricado com paredes duplas, preenchidas internamente por material de alta absorção acústica, e revestido externamente com pintura emborrachada, o que assegura baixo nível de ruído para aos mais diversos tipos de materiais processados, estando dentro das normas atuais vigentes. A empresa disponibiliza duas opções de motores de baixa rotação, de 200 ou de 400 rpm, que também contribuem para um baixo nível de ruído, pouca geração de pó no processo e um baixo consumo de energia. Esses equipamentos, com sistema completo de segurança e em acordo com a NR 12, utilizam normalmente três lâminas rotativas e uma fixa, sistema patenteado pela Rone, o que permite que as operações de limpeza, manutenção e substituição da peneira sejam efetuadas em poucos minutos, pois não é necessária a remoção de um único parafuso para esta operação. Os visitantes ainda podem conferir no local os modelos da tradicional linha T, dotados de bocal alongado, volante de inércia, e do sistema patenteado de três lâminas rotativas e uma fixa. Essa linha é composta por moinhos adequados à moagem de tubos e perfis de qualquer comprimento, sem a necessidade de corte prévio das peças, no processamento de peças desde 10 mm até 500 mm de diâmetro, independentemente da sua espessura de parede. São indicados também para quaisquer tipos de peças de formato alongado, sendo igualmente possível moer as peças inteiras, sem necessidade de corte prévio, tais como bombonas de 200 litros, para-choques, painéis e portas de automóveis, cadeiras e mesas, entre outros. A exposição se completa com as linhas F e N, compostas por modelos convencionais desde 2 até 150 CV, todos adequados à norma de segurança NR 12, para produções de 10 a 5.000 kg/hora.

SEIBT

Essa reconhecida fabricante de periféricos para a indústria do plástico reúne em seu estande diversos equipamentos para a reciclagem de plástico pós-consumo e pós-industrial, já conhecidos e conceituados pelo mercado, além dos seus tradicionais modelos de moinhos de baixa rotação. A empresa também se destaca como uma das parceiras do projeto Recicla Plastech Brasil, onde terá exposto alguns de seus produtos para a reciclagem de plásticos. Os moinhos MGHS550GF e MGHS700 GF atendem às necessidades do mercado de reciclagem pós-consumo, para a moagem de garrafas e filmes; e também de reciclagem pós-industrial. Linha convencional, os moinhos GF se caracterizam pela fácil manutenção, com acesso às facas e peneira sem a necessidade de utilização de ferramentas, e moderno sistema de moagem de filmes por rotor. O bocal é de articulação pneumática, o que garante segurança e nenhum esforço ao operador. Outros modelos em destaque são os moinhos de baixa rotação MGHS 250 LR, MGHS 320 LRX e MGHS 420 LRX, aos quais a fabricante atribui segurança, facilidade de limpeza, alto rendimento e baixo consumo de energia. Esses equipamentos evitam a contaminação e as misturas de materiais, que podem ocorrer em processos de moagem não contínuos. A empresa os indica para a moagem de sobras e perdas do processo de injeção e soprado, para operação em circuito fechado, ao pé de máquina. Esses moinhos possuem rotores de diâmetros a partir de 200 mm até 350 mm, largura entre 205 mm e 425 mm, e corte tipo tesoura em X. Essa linha oferece a opção de descarga manual ou automatizada e isolamento acústico.

SICCUS

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaTecnologia de secagem e de desumidificação de polímeros é a especialidade dessa expositora. A Siccus exibe diversos equipamentos, como a sua linha de desumidificadores. Esses equipamentos, segundo informa o fabricante, preservam as propriedades físico-químicas dos polímeros e operam com economia de energia e redução do tempo de processo, além de impactarem diretamente na qualidade e na resistência do produto final. O visitante confere o secador e desumidificador Compact Plus, que também é um misturador, permitindo que, simultaneamente à secagem e à desumidificação, misture os grãos máster. Além de secadores e desumidificadores, a expositora apresenta outros periféricos: peneiras vibratórias com detector de metais, utilizadas para extrair o pó dos polímeros moídos; alimentador portátil, com sucção de até 35 kg/min, com tempo máximo de descontaminação na troca de diferentes polímeros de um minuto; carros transportadores de materiais desenhados para atender às necessidades específicas de cada cliente. A Siccus ainda atua no desenvolvimento de projetos voltados para a fabricação de silos em aço inox e aço-carbono para diversos segmentos.

STEELMACH

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaA empresa de Caxias do Sul-RS comercializa equipamentos importados, como injetoras e sopradoras para termoplásticos, alimentadores e secadores de matéria-prima, entre outros. Em um estande de 55 m2, a expositora apresenta a Rhino Classic SM 220, um de seus modelos de injetora. O equipamento possui rasgo T nas placas, bomba de vazão fixa, comando Techmation colorido, extrator de machos hidráulicos, válvulas pneumáticas, lubrificação centralizada a óleo e motor hidráulico italiano. A Steelmach informa que a máquina possui construção em acordo com a norma NR12 e assegura velocidade, repetibilidade e precisão. Além desse modelo, a empresa aproveita a ocasião para divulgar a série Rhino Plus, dotada de servomotor; a linha Rhino Premium, que agrega máquinas de grande porte, entre 800 e 4.000 toneladas de força de fechamento; e ainda as sopradoras Rhino, para produção de frascos de 100 ml até bombonas de 200 litros, completando o portfólio de equipamentos destinados à indústria de transformação do plástico.

SULBRAS

Presente em todas as edições da feira, a empresa de Caxias do Sul-RS é especializada em soluções de peças técnicas e subconjuntos moldados por injeção. A empresa comparece ao evento com o propósito de oferecer seus serviços: assessoria técnica e atuação em todo o ciclo de desenvolvimento de peças plásticas injetadas, desde a engenharia simultânea do produto, o projeto e a ferramentaria, até as aprovações de capacidades produtivas. A Sulbras informa dispor de ferramentaria especializada na construção de moldes complexos e contar com amplo parque de máquinas. A empresa possui injetoras desde 50 toneladas até 1.300 toneladas de força de fechamento, além de processos especiais como sobreinjeção de componentes e injeção a gás. Ainda dispõe de impressão hot stamping, tampografia e linhas de montagens.

SUPERCOR

Especializada na fabricação e desenvolvimento de pigmentos para aplicação em plásticos, a empresa de Caxias do Sul-RS expõe seus principais produtos – masterbatches e pigmentos em pó e líquido –, além dos aditivos utilizados para tratar as resinas, entre os quais agente expansor que suporta processos de secagem, quando necessário; desmoldante aprovado para contato com alimentos e utilizado na moldagem por injeção de uma ampla variedade de polímeros. O cardápio de aditivos ainda inclui retardantes à chama; fosqueantes, recomendados para poliestirenos de extrusão de chapas para termoformagem, atendendo às exigências da indústria automobilística; antiestético; antibacteriano; e absorvedor ultravioleta. A expositora dispõe de um banco de cores com a oferta de mais de 10 mil tons, e ainda desenvolve outros tons personalizados, conforme as necessidades dos clientes. Sua carteira de produtos ainda inclui pigmentos especiais: fosforescentes, aromatizados, metalizados, perolados, glitter e outros. A Supercor também destaca na feira a tecnologia de seus laboratórios, que permite emitir laudo de espectria de cor e de certificação de umidade. Além dos produtos mencionados, a empresa presta serviços de tingimentos de resinas e extrusão.

TECBRIL

Fabricante de tintas industriais de Caxias do Sul-RS, a empresa, com atuação em todo o mercado brasileiro e países da América Latina, divulga seus produtos, destinados aos mais variados tipos de plásticos e para as diferentes necessidades de aplicação: cor, brilho, enchimento, resistência, entre outras. A linha de metalização é composta de verniz base e verniz top, tanto na tecnologia UV como na térmica, soluções em promotores de aderência para plásticos de difícil adesão (como o PP e o PE), além de tingidores para obtenção das colorações ouro, ouro velho, ônix, cobre etc. Oferece opções para metalização de puxadores, cosméticos, faróis, troféus, fivelas e maçanetas, além de outras peças. A expositora dispõe de uma gama de produtos UV, tanto base solvente quanto base água, disponibiliza soluções para acabamento direto sobre plástico, como esmaltes coloridos, vernizes e acabamentos soft, muito utilizados na área de cosméticos, em que o brilho, a cor e a alta tecnologia são requeridos para deixar o plástico com um acabamento único. Além disso, fornece lacas acrílicas nos padrões do mercado, com secagem rápida e alta resistência a produtos de limpeza.

TECNOMATIZ

A distribuidora de plásticos de engenharia e produtora de blendas específicas comemora 40 anos de sua fundação marcando, mais uma vez, presença na feira, onde busca maior proximidade com a clientela em potencial para os seus produtos. A região do sul do país tem importância estratégica para a expositora, particularmente atuante nos mercados automotivo, de máquinas e equipamentos e moveleiro. Prova disso foi o investimento na abertura da filial em Caxias do Sul-RS, que também aniversaria: completará cinco anos de existência. Os principais polímeros ofertados pela empresa são as poliamidas 6 e 6.6, o poliacetal, o polibutileno tereftalato (PBT), o policarbonato (PC), além de uma ampla variedade de blendas, disponíveis com uma gama diversa de aditivos e reforços (antichama, lubrificantes, protetor UV, termoestabilizantes etc.), elaboradas de acordo com as necessidades do cliente.

TECNOSERV

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaA expositora comparece à feira com vários lançamentos: um novo controlador de temperatura para sistemas de câmara quente da série 5; os modelos TC5200 para sistemas com multicavidades, e valvulados sequenciais TC5V; além de nova linha de acessórios para moldes. O rol de novidades ainda inclui placas padronizadas de porta-moldes para entrega imediata ao cliente. A Tecnoserv se considera uma das principais fornecedoras de produtos para fabricação de moldes de injeção de plásticos, alumínio e zamak. Além de fabricar porta-moldes, tanto padronizados como especiais, a empresa oferece ao mercado brasileiro uma grande variedade de acessórios para moldes e estamparia, incluindo produtos fabricados internamente e toda a linha de produtos da sua representada alemã StrackNormalien. O cardápio da Tecnoserv ainda representa a empresa neozelandesa Mastip, com a oferta de sistemas de câmara quente com soluções para multimaterial, stackmould, valvulado e aberto. A empresa destaca seus serviços, entre os quais a disposição em seu estoque de bicos e peças de reposição para pronto atendimento, e ainda hot half fabricado no Brasil. A empresa ainda destaca uma ampla linha de resistências e termopares para reposição em qualquer sistema de câmara quente.

TERMOCOLOR

Aditivos biodegradáveis, antiultravioleta e uma linha completa de masterbatches são os destaques dessa tradicional fabricante de aditivos e concentrados, que comparece à feira a fim de divulgar ainda suas linhas de compostos, de resinas tingidas, e de beneficiamento. A principal atração fica por conta do seu mais recente lançamento: os masterbatches biodegradáveis. Estes produtos são elaborados com aditivos orgânicos e podem ser utilizados em polietilenos (baixa, alta e média densidades), poliestireno e polipropileno. Quando em ambiente microbiado, o aditivo atrai os micro-organismos, atuando na decomposição dos produtos e transformando-os em húmus e biogás. Os masterbatches biodegradáveis são indicados para outras aplicações, como embalagens flexíveis e descartáveis de higiene e limpeza. Produto 100% orgânico, atende às exigências do FDA (Food and Drug Administration) e das listas positivas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), sendo, portanto, apropriado para embalagens alimentícias. A expositora indica os masterbatches biodegradáveis também para produtos reciclados, com garantia de manter as características do material. Além dessa principal atração, a empresa também destaca o lançamento de concentrados aditivados com ação antimicrobiana e os concentrados perolizados de alta performance. O aditivo antimicrobiano, com função bacteriostática, evita o desenvolvimento de micro-organismos e foi desenvolvido com base na nanotecnologia da prata. Isso confere ao produto excelente estabilidade de temperatura e disponibilidade para diversas aplicações, como em utilidades domésticas em geral, cutelaria, produtos de higiene pessoal, embalagens para laticínios, embalagens para produtos cosméticos, acessórios para banheiros e outros. Já a linha de masterbatches perolizados oferece à indústria do plástico uma opção de alto desempenho – resiste a temperaturas de até 250oC sem perder a qualidade de dispersão – e com um excelente acabamento, em uma aplicação sem manchas ou oscilação de cores. A Termocolor possui seus produtos certificados na normativa europeia RoHS. Também conta com o Sistema de Gestão Integrado, que engloba as normas NBR ISO 9001:2008 (Qualidade), NBR ISO 14001:2004 (Ambiental) e OHSAS 18001:2007 (Saúde e Segurança no Trabalho).

TRADECONNEX

Estreante na feira, a empresa apresenta suas linhas de polietileno e de polipropileno, comercializadas no mercado brasileiro pelo seu Centro de Distribuição, localizado em Itajaí-SC. A Tradeconnex atua no sul do país com distribuição de resinas desde 2010 e planeja consolidar-se como uma das líderes no mercado regional. A distribuidora possui marca própria de polietilenos (Tradepol), proveniente dos Estados Unidos; e comercializa polipropilenos da Ineos e da Natpet, esta última oriunda da
Arábia Saudita. A empresa também dispõe da marca Ecopetrol de polietileno de baixa densidade.

USIFER

Plástico Moderno, Plastech 2013, PréviaCom mais de vinte anos de atuação no mercado, a empresa fabrica hoje mais de 50 versões de moinhos, entre os quais modelos de baixa rotação, e uma linha de extrusoras, com opções de rosca desde 50 mm até 120 mm. A expositora divulga seus principais produtos, com enfoque nos trituradores cabinados, que operam com baixo nível de ruído, adequados às normas atuais. Mas os holofotes no estande se direcionam ao moinho USI 520 MB para moagem de borras, construído para atender às exigências do mercado de moagem.

VEIGA MÁQUINAS

Um projeto de reciclagem inovador para indústrias e cooperativas denominado Planeta Limpo é a principal atração desse estande, onde a empresa exibe os equipamentos destinados a esse processo: o misturador Alawik MI R1 e a prensa hidráulica PHP. Trata-se de um conjunto de máquinas para reciclagem de resíduos industriais e de coleta seletiva. O diferencial desse sistema é que o misturador consegue aglutinar vários tipos de polímeros com as cargas, simplificando o aproveitamento de resíduos; e a prensa substitui o uso de injetoras, reduzindo custos e facilitando a produção de peças. O processo da Veiga Máquinas dispensa a separação dos diferentes tipos de polímeros, permitindo misturá-los com outros tipos de resíduos sólidos, formando uma mistura que a empresa chama de resíduo termoplástico composto (RTC), resultado da mistura de diferentes tipos de polímeros (PE, PP, PS, ABS, PVC etc.) com outros resíduos como papel, papelão, lona com impressão, serragem em geral, pó de MDF, pó de pneu, isopor, espuma (PU) e EVA. Esse material reciclado é moldado na prensa hidráulica e se transforma em uma diversidade de produtos (tijolos, lixeiras, pisos, placas de sinalização, placas divisórias, potes etc.).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios