Pigmentos para plástico

O que são? Quais os tipos? Onde Comprar? Saiba tudo sobre pigmentos para plástico e seus tipos

Os pigmentos para plásticos são produtos químicos insolúveis, divididos em fragmentos microscópicos de cor intensa que assimilam, refletem e modificam a cor de uma fonte luminosa, a qual incide sobre a resina plástica onde ele é aplicado.

Por sua vez, os corantes para plásticos constituem produtos químicos solúveis que ao serem incorporados ao plástico tingem a resina e garantem a transparência do produto.

Os dois são usados basicamente para dar cor as resinas plásticas que são brancas, leitosas ou transparentes como:

ABS (Acrilonitrila Butadieno-Estireno),
Acrílicas (PMMA – Polimetacrilato de Metila),
EVA (Etil Vinil Acetato),
Policarbonato (PC),
Policloreto de Vinila (PVC),
Poliésteres (Resina Poliéster),
Poliestireno(PS),
Polietileno Tereftalato (PET),
Polietileno (PE) e
Polipropileno (PP)
* Guia dos Pigmentos para Plástico GuiaQD
* Guia das Resinas Plásticas GuiaQD

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Migração do pigmento e a estabilidade térmica das resinas plásticas

    Os pigmentos, além de dar cor as resinas termoplásticas virgens, que são incolores, brancas, e leitosas, ou nas recicladas, que são coloridas, podem interferir no seu comportamento, na migração e estabilidade térmica delas.

    Resistência à temperatura e a intempéries

    A pigmentação ou tingimento plástico requer conhecimento profundo do pigmento, da sua resistência à temperatura e intempéries, da sua aplicação e da sua origem, independentemente se ele é inorgânico, também chamado de pigmento mineral, se é um pigmento orgânico ou um pigmento sintético.

    O que é força tintorial do pigmento para plástico?

    A força tintorial do pigmento para plástico industrial é a capacidade do pigmento de tingir uma certa quantidade de resina plástica de uso industrial.

    Como o plástico incorpora o pigmento?  Entenda o processo

    Para iniciar o processo de incorporação do pigmento pela resina plástica é necessário saber inicialmente se a resina plástica é compatível com o pigmento e se o processo de pigmentação será por fusão ou fria por misturadores.

    Qual a diferença da incorporação do pigmento com a resina plástica por fusão ou a frio? Entenda essa diferença

    Como é feita a sua incorporação com a resina plástica por fusão contínua?

    A incorporação da resina plástica com o pigmento é realizada por fusão contínua e ocorre no momento em que o plástico funde com a resina, nos processos de fusão, extrusão, resfriamento e secagem, ou ainda por fusão e injeção, ou por fusão e sopro. Nesses casos, os polímeros plásticos e os pigmentos têm que suportar altas temperaturas sem que as estruturas originárias do plástico e do pigmento sejam modificadas.

    Como é feita a sua incorporação com a resina plástica a frio por batelada?

    A incorporação das resinas plásticas com o pigmento é realizada por processo a frio e descontínuo, por batelada, ou seja, a cada ciclo de produção é produzido uma certa quantidade da mistura do polímero plástico com o pigmento. Essa incorporação é realizada por misturadores, também conhecidos como máquinas de mistura de plástico.

    As resinas pigmentadas dessa maneira são muito usadas no processo de transformação do plástico por centrifugação e ainda para facilitar o técnico colorista.

    Benefício do misturador na formulação do tingimento plástico

    O misturador de plástico facilita o técnico colorista na formulação e dosagem do pigmento com a resina a ser tingida, uma vez que ele pode formular a mistura quantas vezes for necessária nesse equipamento até acertar a formulação ideal sem interromper máquinas do processo de fabricação para isso.

    Como é feita a incorporação da cor durante o processo de transformação do plástico?

    Uma vez escolhido o pigmento, a resina plástica e o processo de fabricação do produto final, seja ele por extrusão, injeção, sopro ou centrifugação, basta o técnico colorista colocar o resultado da formulação do plástico com o pigmento na dosagem exata no funil da máquina de transformação. Nesse caso, o ideal é que a dosagem da mistura da resina plástica com o pigmento seja feita por um dosador volumétrico ou gravimétrico de acordo com o processo de transformação, ou seja: dosador para extrusora, dosador para injetora ou dosador para sopradora.  Também é importante sempre contar com a experiência do técnico em coloração de plástico para que o produto final seja da cor, propriedade e característica desejadas.

    Como se dividem os pigmentos para plástico?

    Estes são divididos pela sua origem em inorgânicos, orgânicos e sintéticos.

    Pigmentos inorgânicos para plástico

    Também chamados de pigmentos minerais, são encontrados nas terras e rochas da natureza e dividem-se em pigmentos minerais metálicos para plástico e pigmentos minerais não metálicos para plástico. Depois de encontrados, eles são extraídos das minas em blocos ou rochas, passam por um processo físico-químico, onde inicialmente são moídos até o tamanho ideal do pigmento desejado e posteriormente tratados para separação das areias e dos metais pesados.

    Dividem-se em brancos e metálicos e possuem baixa toxidade, resistência a altas temperaturas, intempéries e ao raio UV.

    * Guia dos Pigmentos Inorgânicos Guia QD

    De onde são extraídos os pigmentos inorgânicos brancos?

    Eles são extraídos dos minérios de barita, zirconita e rútilo, onde se origina o dióxido de titânio, que da cor, cobertura e é muito brilhante e, por isso, é considerado o mais alto grau dos pigmentos brancos e o principal produto na mistura com outros pigmentos para obtenção das cores peroladas.

    Eles também são obtidos dos óxidos e sulfatos de zinco e do calcário.

    O pigmento extraído do calcário dá origem ao branco do carbonato de cálcio, de baixo custo e pouco poder de cobertura e por essa característica é mais usado como carga.

    Quais são as cores dos pigmentos metálicos?

    Estes são extraídos dos óxidos de ferro, dos óxidos metálicos, de ferro, do alumínio e do cobre, que, na maioria das vezes, é substituído pelo latão, que é mais barato e dá origem a cores semelhantes à dos pigmentos extraídos do cobre. As cores dos pigmentos metálicos são:

    • Pigmento metálico amarelo, laranja, vermelha, marrom claro, cinza e preto extraído dos óxidos de ferro;
    • Pigmento metálico ultramarinos extraído do composto alumínio e sódio;
    • Pigmento metálico amarelo, variações de tons do azul claro ao escuro, laranja, marrom, preto, verde e vermelho extraído dos óxidos metálicos;
    • Pigmento metálico nas variações de tons do verde claro ao escuro extraído do óxido crômio;
    • Pigmento metálico prata extraído do alumínio;
    • Pigmento metálico amarelo, laranja, vermelho e nas variações de tons do claro ao escuro marrom extraído do óxido de cádmio.

    O que são pigmentos de efeito para plástico? 

    O pigmentos de efeitos para plástico consistem no resultado do pó de mica ou dos flocos de vidro, ambos de brilho intenso envoltos por pigmentos metálicos gerando pigmentos de alto brilho de cores brancas ou metálicas.

    Pigmento perolado para plástico 

    Estes resultam do pó de mica, que é branco e de intensa luminosidade e o principal componente na produção dos pigmentos perolados, envolto por pigmentos de dióxido de títânio, alumínio, cobre ou óxidos metálicos e de ferro, que dá origem aos pigmentos perolados brancos ou pigmentos perolados coloridos.

    * Guia dos Pigmentos Perolados Guia QD

    O que são pigmentos fluorescentes?

    São aqueles que brilham no escuro e são obtidos das partículas do aluminato de estrôncio e sulfeto de alumínio.

    * Guia dos Pigmentos Fluorescentes Guia QD

    Pigmentos orgânicos para plástico industrial

    São confundidos por muita gente com os pigmentos naturais, que são oriundos das folhas, flores, fungos, árvores, insetos, peixes e cascas, mas na realidade os pigmentos orgânicos têm sua origem na petroquímica, da cadeia molecular do carbono e hidrogênio.

    Eles apresentam uma infinidade de cores brilhantes e são resistentes às temperaturas da fusão na produção dos plásticos.

    Guia dos Pigmentos Orgânicos Guia QD

    Pigmentos para masterbatch

    São inúmeros os pigmentos e corantes em pó ou líquido que podem ser usados para fabricação do concentrado de cor masterbatch.

    Basta o pigmento ter boa cobertura, dispersão e resistência térmica à fusão e incorporação com a resina termoplástica adequada, sem que ocorra modificações no comportamento e na estrutura deles durante o processo de fusão, extrusão, resfriamento, secagem e corte para formação dos grãos de masterbatch, que podem ser de diversas cores, além de metalizados, perolados ou fluorescentes.

    A formulação da mistura do pigmento com o termoplástico e outros aditivos que podem conferir ao masterbach resistência UV, intempéries, ácidos, antichama, antifungos e bactérias feita por um técnico colorista é introduzida no funil da extrusora por um ou mais alimentador dosador gravimétrico ou volumétrico.

    A extrusora dupla rosca co – rotante é mais indicada que a extrusora monorosca por ter maior capacidade de mistura e bombeamento, fabricando um masterbatch mais homogêneo. 

    Veja também
    O que é Masterbatch?
    Análise de Cores do Ponto de Vista Industrial – Artigo Técnico
    Masterbatch – Sustentabilidade amplia negócios para fabricantes
    Polipropileno: Entenda Tudo Sobre Este Material! O Que é? Para que serve? Quais os Tipos de Polipropileno. PP
    Uso do Plástico na Construção Civil cria Soluções Inovadoras com Redução dos Custos
    Lubrificantes: Estímulos para criar opções químicas mais adequadas

    Pigmentos negro de fumo Carbon Black

    São de origem petroquímica, possuem alta resistência à força mecânica, ao calor e ao raio ultravioleta.

    Guia dos Pigmentos negro de fumo Guia QD

    O que são pigmentos sintéticos?

    Os pigmentos e corantes sintéticos, também chamados de pigmentos artificiais para plástico, são compostos químicos orgânicos obtidos de um processo de síntese, com formulação química definida. Além disso, dependendo da sua composição química eles podem ter as cores semelhantes aos dos pigmentos inorgânicos.

    Os pigmentos sintéticos têm baixo preço e grande quantidade de cores.

    Você encontra os maiores e melhores fornecedores dos pigmentos e corantes abaixo relacionados no *Guia dos Pigmentos e *Guia dos Corantes do GuiaQD.com.br

    Corantes

    1. Corantes Líquidos
    2. Corantes Masterbatch
    3. Corantes Acrílicos
    4. Corantes Solventes

    Pigmentos

    1. Pastas Pigmentárias
    2. Pigmentos Anticorrosivos
    3. Pigmentos de Alumínio
    4. Pigmentos, Dispersão
    5. Pigmentos Dispersos
    6. Pigmentos Fluorescentes
    7. Pigmentos Fosforescentes
    8. Pigmentos Fotocrômicos
    9. Pigmentos Holográficos
    10. Pigmentos Inorgânicos
    11. Pigmentos Negro de fumo
    12. Pigmentos Iridescentes
    13. Pigmentos Metálicos
    14. Pigmentos Orgânicos
    15. Pigmentos Oxiobiodegradável
    16. Pigmentos Perolados
    17. Pigmentos Preparaçãoo
    18. Pigmentos Termocrômicos
    19. Pigmentos Ultramar
    20. Pigmentos para Masterbatch

      Orçamento Rápido

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

       

       

       

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.

      Adblock detectado

      Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios