O que é plástico?

Plástico: o que é, origem, classificação, propriedades, aplicação e muito mais

Alguns itens estão tão enraizados em nosso dia a dia que nem paramos para pensar de que maneiras eles chegaram em nossas casas e passaram a fazer parte da nossa rotina, não é mesmo? Os plásticos são um exemplo claro dessa afirmação, tanto que são imprescindíveis para a sociedade moderna, seja para tarefas mais simples do cotidiano até procedimentos de alto complexidade, inclusive em setores industriais.

Ficou curioso e quer aprender mais sobre os plásticos? Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo, destacando quando este material foi inventado, do que ele é feito e outros apontamentos. Então, não deixe de conferir essa matéria especial!

Acesso Rápido no post
O que é plástico?
Como são feitos?
Origem do nome
Quando foi inventado?
Características
Principais aplicações
Tipos de plástico
Quais plásticos podem ser reciclados?
O que é densidade do plástico?

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    O que é plástico?


    Logicamente, você sabe o que é e lida com o plástico de alguma maneira no seu dia a dia, mas você realmente pode afirmar que sabe do que ele é feito? Muita gente não sabe responder essa pergunta, mas vamos explicar por partes.

    Os plásticos são definidos em química como os materiais orgânicos poliméricos sintéticos, formados pela união de grandes cadeias moleculares, conhecidas como polímeros, que, por sua vez, são constituídas por moléculas menores, chamadas de monômeros.

    Sua principal matéria-prima é o petróleo, um combustível natural extremamente importante e utilizado para os mais diversos fins. A fração nafta do petróleo é levada para as indústrias petroquímicas, onde passa por um processo de separação em vários compostos puros que darão origem ao plástico.

    Do processo produtivo mais comum se obtém uma resina plástica, a qual passa por alguns procedimentos específicos, que variam de acordo com o tipo de artigo com o qual se deseja trabalhar.

    Em suma, eles são produzidos a partir de resinas plásticas derivadas do petróleo e pertencem ao grupo dos polímeros.

    As composições químicas podem ser estrategicamente modificadas, de forma a obter produtos coloridos, transparentes, mais finos, mais grossos e assim por diante.

    Também vale dizer que eles podem ser obtidos por meio de outros materiais, como cana-de-açúcar ou amido.

    Como são feitos?

    Eles são produzidos através de um processo químico denominado polimerização, que consiste na união química de monômeros (combinação de moléculas menores) para formar macromoléculas (moléculas grandes), denominadas de polímeros.

    O tamanho e estrutura da molécula do polímero está intimamente relacionada as propriedades do material plástico.

    Origem do nome

    A palavra plástico tem origem no nome “plastikos” que significa capaz de ser moldado, uma das grandes características do plástico, visto que pode adaptar-se em diferentes formas.

    Por sua vez, o nome polímero, também de origem grega, vem das palavras poli, que significa muito, e mero, que quer dizer parte ou unidade. Juntando as duas temos “muitas unidades” e podemos complementar dizendo que os monômeros são unidades que combinadas formam os polímeros.

    Leia Também
    Tecnologia de reciclagem química converte plásticos por pirólise
    Masterbatches Melhora o Desempenho dos Plásticos Reciclados
    Pigmentos para plástico
    Pigmentos orgânicos para plástico
    Pigmentos Inorgânicos para Plásticos: O que são, características, propriedades e onde comprar?
    O que é Masterbatch?
    Revestimentos metálicos melhoram propriedades técnicas dos plásticos

    Quando foi inventado?

    Apesar de não ser fácil precisar quando o plástico foi inventado, podemos dizer que sua história remete ao ano de 1862, quando Alexander Parkes exibiu um derivado da celulose durante a Grande Exposição Internacional em Londres. No entanto, apenas em 1907 que o primeiro plástico sintético foi inventado por Leo Hendrik Baekeland.

    Para o desenvolvimento pleno da versão sintética, foi necessária a ajuda de diversos outros cientistas, como Charles Goodyear, que criou o processo de vulcanização da borracha, e John Wesley Hyatt, que gerou celulóide a partir da celulose das plantas. Dessa forma, conseguiram obter um item extremamente versátil, maleável, resistente e com boa durabilidade.

    Plástico nos eletrodomésticos
    Plástico nos eletrodomésticos

    Principais aplicações de plástico

    Falar de todas as aplicações do plástico nos dias de hoje é algo quase impossível, afinal ele serve para praticamente tudo e está presente em inúmeras situações. Você convive com este material em sua rotina nas coisas mais simples, como sacolas de supermercados, bolsas, potes para alimentos, embalagens versáteis, tábuas de corte de alimentos e muito mais.

    Também existem aplicações menos convencionais, como sua utilização como matéria-prima para a fabricação de objetos como vasos, toalhas, bijuterias, carrocerias e roupas, bem como na engenharia e na indústria, em substituição a artigos como metais, vidro, cerâmica, madeira, entre outros, inclusive com a possibilidade de economia e reaproveitamento. Surpreendente, não é mesmo?

    O plástico é utilizado largamente por uma infinidade de setores industriais, confira alguns exemplos:

    • Automóveis e autopeças: carro, caminhão, capacete, assentos, cintos de segurança painel, airbag e muito mais;
    • Eletroeletrônicos: telefones, celulares, televisões, liquidificador, máquina de lavar, aspirador de pó, computadores, equipamentos eletrônicos, cabos, entre outros;
    • Medicina: seringas, tubos de plástico, bolsas plásticas de sangue, válvulas cardíacas de plástico, próteses plásticas, catéteres, balões de plástico e mais;
    • Construção Civil: tubos, conexões, esquadrias, tijolos plásticos, entre outros;
    • Móveis: móveis produzidos com ABS ou polipropileno;
    • Têxtil e de vestuário: fibras plásticas (couro sintético), calçados, jaquetas, contos, bolsas. Nylon também é utilizado largamente pela indústria têxtil;
    • Tintas e revestimentos;
    • Adesivos e colas;
    • Brinquedos e jogos;
    • Agricultura;
    • Químico;
    • Papel e celulose;
    • Alimentos e bebidas: embalagens;
    • Perfumaria, higiene e limpeza;
    • Farmacêutico.
    Plástico na medicina
    Plástico na medicina

    Veja Também
    Plásticos de engenharia: Linhas de polímeros ganham reforços
    Pigmentos orgânicos para plástico
    Extrusora de plástico
    Polipropileno: Entenda Tudo Sobre Este Material! O Que é? Para que serve? Quais os Tipos de Polipropileno. PP
    Lubrificantes: Estímulos para criar opções químicas mais adequadas

    Características do plástico

    • Grande maleabilidade: podem se adaptar em diferentes formas;
    • Leve (baixo peso);
    • Baixo custo;
    • Altas resistências mecânicas e químicas;
    • Alta durabilidade;
    • Ótimo desempenho e qualidade;
    • De fácil processamento;
    • Facilidade de transporte e processamento;
    • Funcionam como substitutos do metal
    • Suportam impactos;
    • Não alteram seu formato

    Tipos de plástico

    Os plásticos, produzidos a partir de resinas plásticas, podem ser classificados, de acordo com a fusão ou derretimento, em termoplástico e termorrígido ou termofixo.

    Termoplástico

    Aqueles que podem ser remoldados sob aquecimento, pois apresentam estrutura menos rígida. Exemplos: PET, PEAD, PVC, PEBD, PP, PS, entre outros. São os mais comuns e podem ser reciclados.

    Termorrígido ou termofixo

    Aqueles que não derretem quando aquecidos. Não podem ser reutilizados nos processos comuns de reciclagem. Exemplos: PU, EVA, poléster e mais.

    Quais plásticos podem ser reciclados?

    • PET (Tereftalato de Polietileno): tipo  muito popular, utilizado na indústria alimentícia para a produção de embalagens, como garrafas, e outras indústrias, como a produção da malha têxtil. Vale dizer que ele é rígido, transparente e é reciclado sozinho, por métodos mecânicos ou termomecânicos.
    • PEAD (Polietileno de alta densidade): outro tipo muito popular, presente em tampas, embalagens de produtos químicos mais fortes (tanques ou containeres), sacolas de supermercado, tambores ou garrafas de detergente, sacos de lixo, dutos, tubos e conexões, bombonas, frascos, tampas, potes, bandejas. Utilizado em processo de reciclagem mecânica, termomecânica e mais. Ele é rígido, denso, atóxico, leve, flexível, de cor leitosa, resistente ao atrito, aos produtos oriundos da química e derivados.
    • PVC (Policloreto de Vinila): usado em embalagens de alimentos, brinquedos, e materiais da construção civil (canos e tubos). A reciclagem de PVC segue caminhos diversos do PET.
    • PEBD (Polietileno de baixa densidade): utilizado em embalagens de leite e iougurtes, sacolas, e materiais de saúde.
    • PP (Polipropileno): utilizado em objetos do uso doméstico e em itens da construção civil.
    • PS (Poliestireno): presente em produtos descartáveis e utilizado para armazenar alimentos como iogurtes e sorvetes.

    O que é densidade do plástico?

    Os plásticos podem apresentar densidades diferentes, de acordo com uma série de fatores como composição atômica, presença de ramificações ou grupos laterais, grau de cristalinidade, presença de aditivos, uso de cargas e muito mais. Confira a tabela de densidade:

    • Polipropileno (PP):  0,90 g/cm³;
    • Polietileno de baixa densidade (PEBD): 0,92 g/cm³;
    • Polietileno de alta densidade (PEAD): 0,96 g/cm³;
    • Poliestireno (PS): 1,05g/cm³;
    • Poliuretano (PU): 1,25 g/cm³;
    • PET (Politereftalato de etileno): 1,36g/cm³;
    • PETG (Polietileno Tereftalato de Etileno Glicol): 1,27 g/cm3;
    • PVC (Policloreto de vinila): 1,40 g/cm³.

    Para efeito de comparação vale dizer que a densidade da água é 1,00 g/cm³, o que significa que qualquer material com densidade maior que está vai flutuar na água.

    Como você pôde ver, o plástico possui características notáveis de grande importância para o desenvolvimento da economia mundial!

      Orçamento Rápido

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.

      Adblock detectado

      Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios