Plástico Por um Futuro de Evolução: SINPLAST-RS (Especial 50 Anos da Revista Plástico Moderno)

Para onde olhamos, podemos vê-lo, em objetos, cosméticos, embalagens, combustível.

O plástico, totalmente sintético, surgiu em 1900. Desde então, ele foi sendo cada vez mais indispensável na sociedade, de geração em geração. Para onde olhamos, podemos vê-lo, em objetos, cosméticos, embalagens, combustível. Tornou-se protagonista na prevenção à Covid-19.

Tornou-se difícil imaginar a vida sem ele. Nos últimos 50 anos, exatamente o tempo de existência da revista Plástico Moderno, esse material passou por muitas evoluções.

Evolução do Plástico na Década de 70

No começo da década de 1970, a empresa Coca-Cola iniciou testes de mercado usando garrafas plásticas, feitas de metacrilonitrila/estireno – AN.

Foi um marco, pois esse recurso ainda era inédito e influenciou outras marcas a aderirem ao feito.

Recipientes que utilizavam AN para bebidas carbonadas foram proibidos pela Food and Drug Administration, possibilitando que a Du Pont ganhasse o mercado com garrafas feitas de resina PET.

Na medicina, o plástico começou a ser usado em 1980, no uso intensivo de esterilização através de radioatividade.

Podemos citar ainda a presença do material no setor automotivo, na proteção de alimentos, na agricultura. Enfim, ele é indispensável no dia a dia da sociedade moderna.

Muita história aconteceu e a Plástico Moderno acompanhou uma boa parte da evolução deste insumo. Mas, ainda há um grande futuro pela frente.

Gerson Haas, presidente do Sinplast-RS – Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul Plástico Moderno - Por um futuro de evolução - Sinplast ©QD Foto: iStockPhoto
Gerson Haas, presidente do Sinplast-RS – Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul

Muito se discute a função do plástico e o seu relacionamento com o meio ambiente.

Há aqueles que abominam sua existência e outros, como nós, que acreditam totalmente na sua potencialidade.

A restauração do ecossistema não será garantida com a abolição do plástico.

É necessário repensar crenças e hábitos para que seja encontrada uma solução viável.

Nosso papel, como setor, é difundir informações com embasamento científico.

Em conjunto, de forma integrada e com diálogo, viemos mostrando que a extinção do plástico não trará benefícios para o meio ambiente, mas apenas dificultará áreas que tanto necessitam desse material.

A Plástico Moderno vem sendo uma ferramenta eficaz para essa missão.

Uma revista que dá voz a todo um setor e demonstra que é possível sim conviver com o plástico de maneira consciente e responsável, merece todo o nosso reconhecimento e gratidão.

Que venham mais 50 anos! Parabéns!

Texto: Gerson Haas, presidente do Sinplast-RS – Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul

Leia mais sobre a História, Futuro e Evolução do Plástico:

Plástico Moderno - Por um futuro de evolução - Sinplast ©QD Foto: iStockPhoto

O Sinplast – Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do RS foi fundado em 1982 com o objetivo de congregar e fortalecer as indústrias gaúchas do segmento transformador do plástico.

O Sinplast congrega mais de 800 indústrias no Estado, entre filiadas e associadas.

O Sindicato é dirigido por empresários do setor plástico do Rio Grande do Sul em regime presidencialista. A gestão de cada diretoria, eleita por votação das empresas associadas, é de três anos.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios