Economia

O Plástico no Rio de Janeiro – SIMPERJ

Plastico Moderno
11 de março de 2021
    -(reset)+

    Plástico Moderno - O Plástico no Rio de Janeiro ©QD Foto: iStockPhoto

    A diretoria atual assumiu o Simperj há exatos 12 meses, em outubro do ano passado. Em uma transição programada, o sindicato do Rio de Janeiro passou por um processo de renovação, sob o comando do dr. José da Rocha que dedicou 16 anos à defesa do setor.

    Essa nova equipe conhecia os desafios que estavam por vir nessa administração e os grandes pilares seriam: a defesa da imagem positiva do plástico, a recuperação industrial do estado, considerando a presença da exploração do petróleo, do gás, da petroquímica e o esvaziamento da terceira geração e, por fim, a própria sustentabilidade do sindicato com a perda das contribuições compulsórias desde 2017 com a mudança das Leis Trabalhistas.

    O que não se podia esperar era que logo no início de 2020 teríamos um cenário ainda mais desafiador: a pandemia do novo coronavírus.

    O sindicato precisou se mobilizar para atender as demandas das indústrias para apoiá-las na superação das dificuldade e fizemos desse limão uma limonada: levando nossos produtos, a flexibilidade do plástico e nossa capacidade de inovação e criatividade para o combate da Covid-19, trazendo faturamento e indústrias abertas e funcionando, quando só havia incerteza.

    Nossos associados desenvolveram um modelo de face-shield feito de material 100% translúcido e de fácil higienização, que foi aprovado pelas universidades e infectologistas da rede pública de saúde. Esse modelo foi liberado em um projeto aberto em nuvem que pode ser multiplicado e produzido por 5 empresas no Rio de Janeiro, SP, RS, AL e outros estados do país. Em uma iniciativa solidária, as empresas doaram para a rede pública cem EPIs a cada mil comercializados.

    Indústrias de frascos se voltaram para atender o mercado de álcool em gel para atender a nova demanda de higienização das mãos, além de desenvolver parcerias em com indústrias de bebidas para o envase de bombonas plásticas com álcool liquido a 70% para doação aos hospitais públicos do estado.

    Plástico Moderno - O Plástico no Rio de Janeiro ©QD Foto: iStockPhoto

    Gladstone Santos Jr. é presidente do Simperj – Sindicato da Indústria de Materiais Plásticos do Estado do Rio de Janeiro

    Apesar de todas as dificuldades que o mundo vinha enfrentando e da tempestade perfeita que o Rio de Janeiro atravessava, inclusive com a cassação do quinto governador por suspeita de corrupção, o Simperj aproveitou esse momento para trabalhar firme no planejamento estratégico para os próximos anos; aprovou a modernização de seu estatuto; trabalhou junto à Assembleia Legislativa estadual para aprovação de um Projeto de Lei que garante a melhor desoneração fiscal do país para a reciclagem, pois entendemos que somente a reciclagem pode garantir a imagem positiva do plástico; seguimos trabalhando em conjunto com o governo estadual e várias instituições unidas trabalhando em um projeto unificado da câmara de reciclagem do estado, para garantir que até 2030 estejamos reciclando todos os resíduos de plástico destinados corretamente, com educação ambiental, pontos de entrega voluntária e valorização dos catadores e cooperativas.

    O plástico continua sendo a matéria-prima do futuro, oferecendo as melhores oportunidades pela leveza, flexibilidade, impermeabilidade, e pelas propriedades de substituição de outros produtos com muitas vantagens. Precisamos mostrar para a sociedade que o plástico vem sendo reciclado e que é responsabilidade de todos garantir a reciclagem dos plásticos de uso rápido, como embalagens e descartáveis, e que precisamos valorizar o uso e a escolha de novos produtos acabados produzidos com materiais reciclados.

    O mercado continua desafiando o setor: os preços internacionais, a alta do câmbio, falta de insumos, mas a indústria do Rio de Janeiro começa a ver o fim deste ano como uma nova oportunidade de se renovar, estamos mais fortes e unidos para enfrentar as dificuldades que virão.

    Continuamos acreditando que o Rio de Janeiro tem jeito.

    Texto: Gladstone Santos Jr.

    Plástico Moderno - O Plástico no Rio de Janeiro ©QD Foto: iStockPhoto

    SIMPERJ

    Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado do Rio de Janeiro Tem como missão a representação das Empresas Transformadoras de Plástico do Estado do Rio de Janeiro junto às autoridades Federais, Estaduais e Municipais, Entidades Sindicais patronais e de trabalhadores e à Sociedade em geral.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *