Videolar investe na fabricação de BOPP

Videolar, fabricante de mídias gravadas e virgens, resina plástica e comércio eletrônico, decidiu diversificar sua área de atuação.

A empresa investiu US$ 100 milhões na construção de uma fábrica de polipropileno biorientado (BOPP), em Manaus.

A nova planta deve entrar em operação no segundo semestre de 2009 e terá capacidade de produção de 75 mil t.

O gerente de divisão de resinas plásticas, Cláudio Rocha, no entanto, prevê que no primeiro ano a unidade irá produzir metade do total.

“Em doze ou dezoito meses, após a partida, teremos os adicionais 50% de capacidade incorporados”, afirma.

O interesse nesse novo negócio se justifica de duas maneiras. Uma delas se refere à necessidade de estar em novas frentes, por conta da queda das vendas da mídia gravada registrada nos últimos tempos.

Outro fator diz respeito ao poder de atração do mercado nacional de BOPP.

O setor é estimado em 130 mil toneladas/ano (dado de 2007) e cresce, em média, entre 8% e 10% ao ano. A Videolar projeta atender, num primeiro momento, somente à demanda doméstica.

Além de abastecer o mercado nacional de embalagens flexíveis, sobretudo o segmento alimentício, responsável pelo consumo de cerca de 70% de BOPP, a companhia irá destinar parte da fabricação para seus próprios produtos, no caso, embalagens para os CDs e os DVDs da marca.

De acordo com Rocha, o consumo cativo depende muito do cenário do mercado de entretenimento nos próximos anos.

Mas, de antemão, propõe que o consumo interno da Videolar não irá superar 20% da capacidade da planta.

As aplicações convencionais do BOPP são variadas: embalagens (sobrembalagem, cigarros, embalagens para alimentos, como biscoitos, entre outros), rótulos e etiquetas e laminação de produtos gráficos.

A nova planta terá duas linhas de produção de BOPP e, segundo o fabricante, possui equipamentos de última geração que prezam pela eficiência e redução do custo do quilo produzido.

Para se ter uma idéia, em relação aos modelos convencionais, os recursos da unidade consomem 30% a menos de energia elétrica.

Plástico Moderno, Cláudio Rocha, gerente de divisão de resinas plásticas, Notícias - Videolar investe na fabricação de BOPP
Rocha: produção será variada

“Estaremos aptos a produzir todos os filmes consumidos no mercado, sobretudo os de matriz plana, co-extrudados, perolizados, metalizados etc.”, garante Rocha.

A empresa iniciou suas atividades com a fabricação e gravação de fitas VHS.

Hoje, possui um conglomerado de quatro unidades de negócios: Mídias Gravadas (Serviço Sob Encomenda), Resinas Plásticas – produz poliestireno –, Mídias Virgens e Comércio Eletrônico.

Em 2007, a companhia registrou faturamento de R$ 1,2 bilhão.

Leia Mais:

DVD e CD Produtor Asiático Instala Fábrica na Bahia: Parceria entre Videolar e Infosmart (Hong Kong)

A História do Plástico em 50 anos da Revista Plástico Moderno: Informação de Qualidade há meio Século

Transformação ; Plásticos de Engenharia ; Policarbonato

Década de 90 ; Recessão gerada pelo plano Collor encolhe a indústria do plástico, que se sustenta nas conquistas tecnológicas para retomar o crescimento

Videolar investe na fabricação de BOPP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios