Reciclagem de PVC segue elevada

O Brasil reciclou 17,1% do PVC pós-consumo gerado em 2014. Esse número corresponde a 22,9 mil das 134.2 mil toneladas de PVC pós-consumo gerado no período.

Em comparação ao índice de 2013, foi registrado crescimento de 0,7 pontos percentuais.

O crescimento da reciclagem da matéria-prima tem ficado na casa dos 11% ao ano desde 2005.

O que mantém essa média elevada são os resultados obtidos até 2012, ano em que o aumento chegou a 21% em relação ao exercício anterior.

Nos últimos três anos, o índice se aproximou da estabilidade. De 2005 a 2014, a quantidade de PVC pós-consumo gerado aumentou em média 3% ao ano, número abaixo do crescimento do volume reciclado.

Esse dado é importante e positivo.

Demonstra que a quantidade do material não reciclado e destinado a aterros diminuiu.

Os números são de uma pesquisa encomendada pelo Instituto do PVC à Maxiquim, consultoria especializada no segmento industrial, e seguiu a metodologia do IBGE.

Em comparação com números de outros países, a situação brasileira pode ser considerada avançada.

Ainda há, no entanto, bom potencial para crescimento.

Em outros países, a operação atinge níveis mais elevados.

São os casos, por exemplo, da França e Reino Unido, com 19,8% e 22,0%, respectivamente.

Plástico Moderno, Notícias: Reciclagem de PVC segue elevada

O levantamento envolveu empresas de todo o Brasil. Ao todo, foram constatadas 72 empresas responsáveis pela reciclagem de PVC no país.

Elas faturaram R$ 141,8 milhões, valor que representa crescimento de 4,6% ao ano no período de 2005 a 2014. São responsáveis pelo emprego direto de 1.415 profissionais.

A capacidade instalada dessa atividade ultrapassou a casa das 86 mil toneladas no ano passado, com aumento de 1% em relação a 2013.

Esse aumento é creditado à promulgação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), ainda em fase de discussão.

As empresas recicladoras de PVC se localizam principalmente nas regiões Sudeste e Sul, com destaque para São Paulo.

Não por acaso são as regiões com maior poder de consumo e onde se encontram as principais indústrias de transformação de plástico no Brasil.

Principais indicadores da indústria de reciclagem mecânica de pvc no brasil (2014)

– N° de empresas (unidades) = 72
– Faturamento (R$ mil) = 141.816
– N° de empregados (unidades) = 1.415
– Capacidade instalada (toneladas) = 86.336

Fonte: Maxiquim e Instituto do PVC

Leia Mais: 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios