Notícias – Feira para setor de embalagens foca aumento de competitividade

As sopradoras para pré-formas da série Romi PET promovem as operações de estiramento e de fechamento contando com servomotor e redutor planetário e dispõem de controle de curso de abertura do molde via painel de comando/operação.

Já as sopradoras para termoplásticos da série Premium, destinadas à produção de embalagens menores, contam com extrusora e sistema hidráulico unificados, o que simplifica as adaptações às necessidades específicas de cada transformador.

Sem paradas – Um novo conceito em unidades de água gelada também pôde ser conhecido no estande da Refrisat. Segundo o gerente de marketing da empresa, Ítalo Leme, trata-se da Sat-Eco, unidade de água gelada desenvolvida em sintonia com os princípios de maior responsabilidade ambiental, prevendo o uso de fluidos refrigerantes não-agressores à camada de ozônio e com componentes que favorecem o consumo energético reduzido, como em se tratando de compressores, condensadores, evaporadores, ventiladores e motores, e que propiciam reduzir o consumo de energia em até 30%.

Plástico, Ítalo Leme, gerente de marketing, Notícias - Feira para setor de embalagens foca aumento de competitividade
Leme exalta eficiência energética e uso de fluidos ambientalmente corretos na unidade de água gelada Sat-Eco (ao lado)

“A nossa prioridade é desenvolver equipamentos de alta eficiência energética, com controles e automações prevendo o uso de softwares desenvolvidos para CLP, e que proporcionam otimizar a programação horária e também o uso de fluidos refrigerantes ecológicos, além de sistemas de refrigeração compostos por compressores do tipo Scroll digital, que atuam em faixas controladas entre 10% e 100% e com componentes de condensação de gás, via condensador de alta eficiência”, explicou.

A empresa também desenvolveu controlador CLP que permite operações com circuitos de refrigeração independentes e o rodízio automático dos compressores. “Também estamos oferecendo ao mercado uma solução inovadora denominada kit de revezamento automático, constituído por duas ou mais unidades de chiller que foram projetadas com sistema controlado via CLP para que uma unidade opere em reposição à outra”, acrescentou o gerente.

Útil para a realização de manutenções preventivas e corretivas, esse kit pode ser programado para operar manual e automaticamente, atuando por revezamento por horas produtivas ou por falhas, garantindo a continuidade do processo e a segurança em qualquer situação de emergência.

Compactos e funcionais– A Sunnyvale colocou em demonstração na feira vários equipamentos compactos e dedicados ao setor de embalagens plásticas. Um deles é a embaladora/seladora automática LA 460 para filmes termoencolhíveis (shrink), com capacidade para embalar até 1,5 mil unidades/hora. Na exposição, em conjunto com túnel de encolhimento, o equipamento embalou cadernos, mas o sistema, além de embalar livros, revistas, formulários etc., também permite embalar brinquedos, bebidas e até alimentos, desde que receba algumas adaptações, como lona

Plástico, Notícias - Feira para setor de embalagens foca aumento de competitividade
Sunnyvale mostrou seladora automática LA 460 para filmes termoencolhíveis

sanitária e seja requisitado com estrutura de aço inoxidável.

De várias representadas, como a Green Light, do Reino Unido, a empresa destacou a máquina que produz almofadas cheias de ar com o uso de filmes biodegradáveis e/ou compostáveis que, transformadas em embalagens secundárias, são utilizadas para proteger embalagens primárias.

Da Plast-Ties, outra representada, a Sunnyvale apresentou o aplicador de fitilhos semiautomático, capaz de fechar até 45 embalagens por minuto de produtos de panificação.

Entre as várias soluções próprias, a empresa também destacou a embaladora a vácuo compacta, de mesa, denominada Sunny 450. Construída com aço inoxidável e com bombas de vácuo Busch, essa embaladora visa a atender especialmente o setor de alimentos.

Como representante da Dr.Boy, da Alemanha, a empresa também divulgou as injetoras da série E. Equipadas com bombas acionadas por servomotor, que permitem controlar o fluxo hidráulico, reduzindo a necessidade de resfriamento do óleo e também o desgaste das bombas, essa tecnologia também propicia reduzir o nível de ruído, e ainda eleva a precisão da máquina e a sua velocidade, reduzindo o tempo de ciclo em aproximadamente 10%.

Página anterior 1 2 3 4Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios