Plástico

Notícias – Compósitos crescem nos veículos de transporte

Rose de Moraes
16 de agosto de 2010
    -(reset)+

    “Nos processos a pistola, as fibras de vidro em forma de fios contínuos (roving) são alimentadas por uma pistola com um picador, que irá cortar os fios em tamanhos previamente especificados, sendo as fibras lançadas sobre jato de resina, e a combinação de materiais direcionada para as cavidades dos moldes, dentro das quais os compósitos tomarão forma”, explicou Cassinelli. O RTM Light, por sua vez, segundo ele, é adequado para peças com exigências de acabamento dos dois lados e com controle de espessura mais rígido, moldando-se os reforços (mantas de moldagem) na parte inferior do molde (macho/fêmea). Após o molde ser fechado por vácuo, realiza-se a injeção das resinas sob pressão dentro da sua cavidade.

    Além de permitir a fabricação de peças com insertos metálicos, núcleos de alta resistência e baixo peso, o processo RTM Light apresenta como principais vantagens a baixa emissão de estireno no ambiente, boa repetibilidade, alta produtividade e eficiente controle de espessura, segundo comentou o especialista.

    Title of toggle box

    A Exatec, uma subsidiária da Sabic Innovative Plastics, de origem árabe, e a Ulvac, empresa japonesa líder em tecnologias a vácuo para produção em massa, anunciam parceria para acelerar a produção em larga escala do policarbonato produzido pela Sabic (marca Lexan) resistente a arranhões e ao desgaste, com revestimento de plasma. Pelo acordo, a Ulvac fabricará sistemas globais de produção em massa que se beneficiarão de sua experiência em equipamentos a vácuo em larga escala com a tecnologia de revestimento de plasma da Exatec.

    As tecnologias combinadas permitirão que os fabricantes de automóveis e fornecedores substituam janelas de vidro mais pesadas por painéis automotivos transparentes, com mais liberdade de projeto e redução de custos. Os fabricantes de automóveis interessados em expandir a produção de janelas de PC que utilizam a tecnologia da Exatec poderão em breve solicitar maquinário da Ulvac. Além do segmento automotivo, essas tecnologias também atendem a outros setores, como o de eletrodomésticos, à medida que oferecem soluções em revestimentos duráveis e resistentes à abrasão para uma grande variedade de produtos.

    A solução criada em parceria pela Exatec e pela Ulvac combina duas tecnologias de ponta, permitindo a produção de painéis automotivos com policarbonato em larga escala. Os revestimentos de plasma da Exatec conferem alta resistência ao desgaste e à abrasão ao policarbonato, garantindo painéis automotivos transparentes e atraentes ao longo de toda a vida útil do veículo.

    A tecnologia de equipamentos a vácuo da Ulvac permite intensificar a produção desse sistema de revestimento. Ela apresenta uma alta taxa de deposição, um processo contínuo, a capacidade de revestir peças de formas complexas e, ainda, uma ampla variedade de tamanhos.

    Maria A. de S. Reto

     

     

    Leia a reportagem principal:

    Saiba mais:



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *