Masterbatches – As novas pegadas da cor – Concorrido e pulverizado, o mercado brasileiro de masterbatches é disputado por empresas de todos os portes que oferecem soluções cada vez mais tecnológicas, personalizadas e sustentáveis para fidelizar a clientela

Atenta à tendência do mercado mundial para produtos com o viés da sustentabilidade, a nacional Cromex também investe no desenvolvimento de novas linhas de cores e aditivos destinados aos plásticos verdes de fontes renováveis e biodegradáveis, como o polietileno verde produzido pela parceira Braskem. Para esse produto, a empresa já desenvolve diversos tipos de cores com efeitos especiais, além de concentrados de aditivos que conferem ao plástico verde características como antibloqueio, barreira aos raios UVs, antiestáticos e antifog, respeitando as propriedades fundamentais de sustentabilidade do produto. “Já atendemos a mais de dez empresas com esta inovação”, afirma Cesar Ortega, diretor comercial.

Lançados na última edição da Brasilplast, os novos masterbatches visam a atender às necessidades das indústrias automobilística, de brinquedos, de embalagens, de cosméticos e de higiene pessoal que requerem cada vez mais produtos com baixo impacto ambiental, tanto no processo produtivo quanto no descarte. “Estamos em sintonia com o que há de mais atual em soluções que aliam inovação com sustentabilidade para que possamos oferecer respostas globais”, acrescenta Ortega.

Plástico Moderno, Yuri Rodrigo, Gerente comercial da Dry Color, Masterbatches - As novas pegadas da cor - Concorrido e pulverizado, o mercado brasileiro de masterbatches é disputado por empresas de todos os portes que oferecem soluções cada vez mais tecnológicas, personalizadas e sustentáveis para fidelizar a clientela
Rodrigo aposta em formulações para o setor de biodegradáveis

A Cromex, que já atua sob as certificações ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001, que garantem não só a qualidade da produção, mas também processos limpos, procedimentos de segurança e de produtividade, ainda destaca os masterbatches que melhoram a reciclagem, como os aditivos que eliminam a água residual e facilitam esse processo.

A Macroplast também já vem desenvolvendo um masterbatch com propriedades biodegradáveis, destinado às embalagens descartáveis. “Os testes de finalização para efetivação de eficiência e as vantagens serão divulgados ainda este ano”, salienta a diretora Karin Braun. Com esses novos investimentos, a próxima etapa da Macroplast será o aumento nas vendas para o mercado externo, especialmente para o Mercosul a partir de 2012. “Eles querem qualidade assegurada.”

Yuri Rodrigo, gerente comercial da Dry Color, de Cosmópolis-SP, conta que a empresa também tem se focado em desenvolvimentos para aplicações nesses polímeros biodegradáveis. “Queremos oferecer produtos que sejam compatíveis com todas essas tecnologias.” No mercado desde 1986, um dos motivos para a Dry Color ampliar sua linha foi o aumento da reciclagem no país. “Temos apostado no desenvolvimento de aditivos antioxidantes, tonalizantes e clarificantes que promovem a melhoria desses processos”, conta.

A empresa também atua com masterbatches em diferentes apresentações, como pigmentos e aditivos em pasta (para borrachas e selantes de silicone), em pó e em microesferas (para termoplásticos), e na forma líquida para diferentes resinas, incluindo PET. “Os líquidos têm se mostrado muito eficientes na automatização dos processos de transformação”, explica o gerente da empresa, que disponibiliza em comodato a tecnologia de dosagem dos produtos.

A Termocolor, de Diadema-SP, que vem investindo na modernização de laboratórios e na aquisição de equipamentos, também adianta a sua preocupação com a questão. “Estamos em fases de testes e de homologação de fornecedores para oferecer tais produtos”, explica Laércio Boracini, gerente de desenvolvimento e qualidade. “Os transformadores querem que esses produtos, assim como os convencionais, também aliem alta tecnologia e redução de custos, conforme os padrões predefinidos, com o menor índice de reprovação e de paradas de máquina. O mercado pede a fidelização do fornecedor de masterbatch”, avalia.

Plástico Moderno, Laércio Boracini, Gerente de desenvolvimeno e qualidade da Termocolor, Masterbatches - As novas pegadas da cor - Concorrido e pulverizado, o mercado brasileiro de masterbatches é disputado por empresas de todos os portes que oferecem soluções cada vez mais tecnológicas, personalizadas e sustentáveis para fidelizar a clientela
De acordo com Boracini, mercado pede fidelização do fornecedor

Com uma produção de 50 mil toneladas/ano, a empresa também destinou recentemente US$ 2 milhões na compra de duas extrusoras dupla rosca corotantes da alemã Coperion com o objetivo de ampliar a capacidade de produção em 10%. Um dos equipamentos, com produtividade de 1.500 quilos por hora, deverá atender grandes lotes de compostos e masterbatches. Já a outra tem capacidade produtiva de 100 quilos por hora para pequenos lotes de masterbatches.

Boracini explica que o foco da empresa é o mercado interno, no qual a Termocolor aparece entre as quatro maiores do setor, embora efetue exportações para o Mercosul. “Apesar de o Sul e o Sudeste concentrarem a maior parte dos transformadores, temos uma boa participação no Norte e Centro-Oeste”, revela.

Atualmente, a Termocolor disponibiliza masterbatches coloridos, brancos e aditivados como antiestáticos, antibloqueio, anti UV, deslizantes, dissecantes, agentes expansores, antifibrilantes e antioxidantes. Entre os mais recentes, lançados na última edição da Brasilplast, estão a linha de alta performance – resistente a altas temperaturas (250ºC), de acordo com a empresa, não perde a qualidade de dispersão e garante um resultado final sem manchas ou oscilação de cores – e masterbatches aditivados com ação antimicrobiana desenvolvida com base na nanotecnologia da prata para plásticos de diferentes aplicações.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios