Aditivos e Masterbatches

Masterbatch – Pulverizado, mercado se abre para investidor estrangeiro e torna concorrêcua mais acirrada

Jose Paulo Sant Anna
2 de julho de 2012
    -(reset)+

    Outros lançamentos com a marca são os modificadores de superfície antibloqueio e antifogging. “Esses produtos são a última geração de aditivos para melhorar o processa mento, desempenho e a qualidade das embalagens plásti cas, principalmente as destinadas a alimentos”, explica. No campo das cores, a empresa promete trazer até o final do ano as soluções de concentrados de cor da linha Polybatch europeia. Outro item previsto para o segundo semestre é o Polibatch Abact, com propriedade antimicrobial avançada.

    A A. Schulman também vai comercializar no Brasil nos próximos meses a série Papermatch, que dá ao filme plásti co a mesma sensação, qualidade e capacidade de impressão do papel tradicional. “O Papermatch conta com proprieda de de deadfold máxima com aprovação da FDA”, informa o gerente comercial.

    Para Schumacher, as novidades devem ajudar a conso lidar a trajetória ascendente das vendas na casa dos dois dí gitos, conforme o planejado. “Temos observado isso nos úl timos três meses, apesar do cenário desfavorável devido ao impacto da crise na zona do euro, da valorização do dólar e dos aumentos consecutivos das resinas”, diz. Ele acredi ta na evolução do mercado de transformação, responsável pela mudança dos critérios de escolha dos fornecedores de masterbatches. “O preço continua sendo uma variável rele vante na decisão de compra. A constância dos lotes, a agili dade na entrega e uma assistência técnica ágil e eficaz, en tretanto, tornaram se premissas para a homologação e ma nutenção sustentável de um fornecedor”, diz.

    Copa do Mundo– A nacional Cromex, com unidades fabris nas cidades de São Paulo e Simões Filho BA, conta com

    Plástico, Marcos Pinhel, diretor da Cromex, Masterbatch - Pulverizado, mercado se abre para investidor estrangeiro e torna concorrêcua mais acirrada

    Marcos Pinhel diagnosticou crescimento nas vendas deste ano

    capacidade anual de produção de 132 mil toneladas e fatu ramento médio anual acima dos R$ 40 milhões. Com atua ção global, comercializa seus produtos em mais de 60 paí ses. Seu portfólio conta com mais de 13 mil cores, desenvol vidas em laboratórios próprios, para atender 15 segmentos diferentes no setor de transformados plásticos. Ela atende clientes dos segmentos de brinquedos, embalagens, tampas, construção civil, automotivo e agronegócios, entre outros.

    “A Cromex é líder no mercado brasileiro de masterbatches de cores e aditivos para plásticos”, orgulha-se Marcos Pinhel, diretor comercial da empresa. Uma de suas características é investir de forma constante em pesquisa e desenvolvimento. Os estudos são desenvolvidos em laboratórios próprios. Entre os trabalhos, o estudo de produtos voltados aos biopolímeros (de fontes renováveis e biodegradáveis). A empresa fez parceria com a Braskem, para chegar a cores com efeitos especiais e metalizados compatíveis com o plástico verde.

    Nesse nicho de mercado, produz concentrados de aditivos que conferem características como antibloqueio, barreira aos raios UV, antiestáticos e antifog, respeitando as propriedades fundamentais de sustentabilidade do produto. A Cromex já atende mais de dez empresas com esta inovação. Outra frente de trabalho é a aplicação de nanotecnologia em seus produtos, voltada para conferir ação bactericida e bacteriostática em vários plásticos, usados em todos os processos de transformação.

    A empresa também se destaca por criar soluções para melhorar processos de fabricação. Entre eles, a linha composta de branco com antifibrilante e aditivo UV, elaborada para melhorar o desenvolvimento da ráfia, além dos novos masterbatches para fabricação de multifilamentos, filamentos contínuos e não-tecidos (PP e PET). Com foco na melhoria no desempenho dos polímeros na transformação, a empresa desenvolveu linha de cargas minerais voltadas para o aprimoramento das propriedades mecânicas, estabilidade dimensional e taxa de troca térmica.

    Uma das novidades da Cromex, desenvolvida em parceria com a Braskem, é a linha de masterbatches usados com o polietileno verde para assentos nos estádios de futebol. A opção do PE verde é alternativa para os arquitetos envolvidos na construção das arenas esportivas em fase de construção para a Copa do Mundo de 2014, que têm forte apelo sustentável. Outra novidade é uma linha completa para BOPP que inclui brancos puros e com carga, compostos para cavitados e aditivos.

    “As vendas da Cromex este ano estão melhores em relação ao mesmo período do ano anterior. O mercado de masterbatches segue em evolução”, informa Pinhel. Para o diretor comercial, o bom atendimento, do pré ao pós-venda, é fator determinante para fidelizar os clientes. Além, é lógico, da qualidade do produto. A atenção deve ser dada caso a caso, de acordo com a aplicação. Pode ser para melhorar o processo fabril de determinado produto ou para conferir diferencial visual ou de sustentabilidade.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *