Masterbatch: Fabricantes desenvolvem especialidades para ir além da paleta das cores

Plástico Moderno, Boracini acredita na retomada de vendas no segundo semestre
Boracini acredita na retomada de vendas no segundo semestre

Morno – Para a Termocolor, os resultados obtidos no primeiro semestre não foram ótimos nem péssimos. “Começamos muito bem o primeiro semestre, melhor do que o esperado”, conta Laércio Boracini, gerente de qualidade. Devido à Copa do Mundo e à mudança do humor da economia, alguns clientes diminuíram as encomendas. “O consumidor final recuou nas suas compras”.

O ano, no entanto, não está perdido. “As perspectivas para o segundo semestre são as melhores”, ressalta o gerente. Ele lembra que historicamente o segundo semestre é melhor do que o primeiro. “Como o ano foi bem morno até agora, acreditamos na retomada”. O sentimento é reforçado pelos últimos resultados obtidos nas vendas. “Já sentimos o aquecimento no mês de julho”.

Com 27 anos de atuação, a Termocolor tem sede em Diadema-SP. A empresa começou como prestadora de serviços na área de resinas e tingimento e se transformou numa indústria petroquímica. É fabricante de masterbatches, compostos, aditivos e resinas tingidas. Sua capacidade instalada é de 50 mil t/ano.

No campo dos masterbatches, produz concentrados de cores e aditivos para as mais diversas resinas termoplásticas, como PEAD, PEBD, PP, OS, ABS, EVA e outras. “Temos um depósito com mais de 13 mil cores, atuamos tanto nas commodities quanto nas especialidades, de acordo com o solicitado pelo cliente”, afirma Boracini.

Plástico Moderno, Pigmentos fluorescentes da Termocolor conferem efeito borda
Pigmentos fluorescentes da Termocolor conferem efeito borda

Um lançamento recente da empresa fica por conta dos pigmentos fluorescentes ou neon. São indicados para peças onde o apelo estético é importante. Eles dão aos produtos o chamado “efeito borda”. São muito utilizados nas indústrias de brinquedos, descartáveis, de utensílios domésticos e em descartáveis usados em festas.

Outra novidade são os compostos de polímeros reforçados com fibra de vidro, que possuem melhores propriedades mecânicas, em especial em relação à resistência a tração e ao impacto. O composto pode ser aditivado com protetores de raios ultravioleta e cores diversas. “A aparência superficial da peça, no entanto, pode ser comprometida pelo fato de a fibra de vidro estar visível na superfície da peça”, explica.

Outros produtos estão sendo desenvolvidos. “Ainda estamos em fase de pesquisa, em breve vamos anunciá-los”. Em paralelo, a Termocolor investe no aumento de sua capacidade produtiva. A empresa adquiriu uma extrusora de dupla rosca que será utilizada para produzir masterbatches em pequenas quantidades. Ela está sendo instalada e em breve começa a operar.

Muito bom – A Aditive, empresa brasileira em atividade desde 1998, com fábrica em São Paulo, viveu primeiro semestre dos melhores. Antes, uma ressalva. O negócio principal da casa se concentra no mercado de concentrado de aditivos. Também atua com compostos termoplásticos de PP, PE, PA e PBT associados a vários tipos de reforços que conferem diferentes propriedades à matéria-prima. Na área do tingimento, oferece concentrados nas cores preto ou branco em diversas resinas – EVA, PEAD, PEBD e OS –, com diferentes concentrações de dióxido de titânio e negro de fumo.

“O primeiro semestre foi muito bom, nosso crescimento ficou na casa dos 20%”, informa João Ortiz Guerreiro, diretor-técnico. Para o segundo semestre, a expectativa do diretor é manter essa taxa. Um dos segredos do bom resultado se encontra nas constantes pesquisas realizadas pela empresa para oferecer produtos com características que atendam as expectativas dos clientes. “Esses produtos contam com maior valor agregado”, explica.

Entre os masterbatches oferecidos, ele destaca duas formulações mais sofisticadas. Uma delas é o masterbatch preto com propriedades condutivas. “Ele é bastante usado para acondicionar peças em aparelhos eletroeletrônicos. Para acondicionar um chip, por exemplo, o material precisa ter propriedades antiestáticas”, explica.

Outra especialidade é o masterbatch preto enriquecido com agentes de proteção contra raios ultravioleta. “É um produto bastante usado na plasticultura”. Sua principal característica, além de ser resistente aos raios solares, é não se degradar na presença do enxofre, elemento químico muito presente nos insumos químicos aplicados no campo.

Página anterior 1 2 3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios