K 2007 – Prévia – Nata da cadeia mundial do plástico se reúne por uma semana em feira alemã

Plástico Moderno, K 2007 - Prévia - Nata da cadeia mundial do plástico se reúne por uma semana em feira alemã
Linhas de extrusão da Omipa produzem chapas para LCDs

Omipa

A expositora produz linhas de extrusão capazes de moldar artigos de alta qualidade óptica e mecânica, mesmo em campos de aplicação ainda pouco explorados, como a produção de chapas e folhas destinadas à manufatura de LCDs (liquid crystal display, ou tela de cristal líquido).

Essas linhas de co-extrusão multicamadas utilizam manifolds e atingem produção de 800 kg a 1.000 kg, em comprimentos entre 1.200 mm a 1.500 mm. Elas incluem extrusora, canhão com tratamento superficial contra desgaste, unidade de vácuo, rosca especial, trocador de telas de filtros contínuo e bomba. Calandras são oferecidas em diferentes configurações, com três ou quatro cilindros e inclinações ou variáveis. Os equipamentos incorporam caixas de engrenagens especiais, desenhadas para eliminar vibrações, possibilitando movimentos
precisos.17 A42

Plástico Moderno, K 2007 - Prévia - Nata da cadeia mundial do plástico se reúne por uma semana em feira alemã
Pressblower DUO 35 debuta em feiras

Ossberger

A divisão de tecnologias de plásticos da Ossberger exibe pela primeira vez a injetora Pressblower DUO 35. Para comprovar habilidades especiais dessa máquina, a empresa moldará tubos colapsáveis com design pouco convencional – octogonal na área do ombro, mas arredondado na abertura.

O objetivo é demonstrar que tubos arredondados ou padrão podem ser moldados em máquinas convencionais, mas especialidades se ajustam ao perfil da Pressblower, com ganho em custos e flexibilidade.

A singularidade do funcionamento da injetora será realçada com o uso de um grade de PEBD colorido com master de efeitos  especiais.w 14 E28

Parker Plastic Machinery

A empresa fabrica máquinas desde 1989. O portfólio é composto de sopradoras, equipamentos de injeção-sopro e de estiramento-sopro de PET. As capacidades de moldagem variam entre 20 cm3 a 200 l, cobrindo PE, PP e PVC; de 150 cm3 a 20 l, em PET; e de 5 cm3 a 1 l, no caso de injeção-sopro de recipientes. Várias configurações de máquinas são disponíveis. 15 D05

Piovan

A expositora faz mistério, mas os visitantes do estande da Piovan conhecerão novidades em cinco áreas: pesquisa e desenvolvimento, transporte de materiais, refrigeração, condicionamento térmico de moldes, e sistemas (que incluem soluções em engenharia, automação, gerenciamento de produção, e elaboração de dados para otimização industrial).w 09 C59

Plas Mec

Comemorando seu 40º aniversário, a expositora realçará desenvolvimentos recentes em seus equipamentos e plantas de mistura. A planta Combimix-HC/FV, formada pelo turbomisturador TRM e o resfriador horizontal HEC, é ideal para o processamento de PVC rígido ou flexível, e atinge capacidade de até 7.500 kg/h.

Já o misturador TRR-FR/FV, para mistura a frio de polímeros em pó ou granulados (pigmentados, carregados ou aditivados), serve à produção de masterbatches e compostos, além de realizar pré-misturas, em particular de revestimentos em pó. Trata-se de uma alternativa aos turbomisturadores convencionais, quando as condições de processamento exigem elevada flexibilidade e ampla gama de diferentes materiais na mesma máquina.

Os aniversariantes também destacarão ferramentas de mistura cujas configurações e perfis têm sido alvo de constantes pesquisas e desenvolvimentos.w 9 D59

Plastic Engineering Associates Licensing

A expositora adota a linha do amigável ao meio ambiente em dois lançamentos. O pacote tecnológico visa os produtores de plásticos espumados, e compreende uma técnica de expansão com base em CO2 e roscas de alimentação da linha Turbo-Screws (patenteada) para a produção de espumas de ácido polilático (PLA). Em parceria com a NatureWorks, produtora do bioplástico, a Plastic Engineering Associates Licensing desenvolveu durante dois anos espumados feitos com a resina, biodegradável e compostável, na indústria de embalagem de alimentos. w13 B59-6

Polynt

A produtora de especialidades químicas desenvolve polímeros, intermediários químicos e aditivos para uso em diversos ramos da indústria, incluindo plásticos, adesivos e lubrificantes, bem como resinas e compósitos para as indústrias de construção e transporte. A Polynt é uma importante competidora nos mercados de anidridos ftálico, trimelítico e maléico; plastificantes; poliésteres insaturados; e compostos termofixos.w 8A H10

PolyOne

Sob o lema “Soluções para Seu Futuro”, a produtora de materiais para aplicações de engenharia apresenta diversos novos produtos e grades, cujos esforços de desenvolvimento foram direcionados a obter soluções em sintonia com o crescimento da conscientização ambiental. O novo portfólio de compostos elastoméricos termoplásticos (TPEs), sob o guarda-chuva OnFlex, é formado por polímeros com base em copolímeros com blocos estirênicos SBS (estireno-butadieno-estireno) ou SEBS (estireno/etileno-butileno/estireno), poliolefinas, poliolefinas reticuladas com EPDM (monômero de etileno-propileno-dieno) e compostos de PU, além de compostos de TPE sob medida. São 152 tipos em 20 famílias, e os grades coloridos são isentos de cádmio.

Outra novidade são os concentrados de cor OnColor Bio, para materiais biodegradáveis. A PolyOne afirma que pode, se solicitada, providenciar certificação segundo o padrão EN 14342 para produtos dessa linha de concentrados líquidos, com o objetivo de acelerar a certificação dos produtos de seus clientes.
Os compostos lubrificados da empresa agora estão disponíveis na Europa, e foram criados para aplicações em

que o desgaste e o atrito são crucias. São materiais com destacadas propriedades tribológicas, e que ajudam a reduzir o consumo de energia e a geração de ruídos, e podem eliminar a necessidade de lubrificantes externos.

A empresa também fornece compostos poliolefínicos não-halogenados com retardância à chama da família ECCOH, especialmente adaptados à extrusão de paredes finas, e blendas sob medida com características melhoradas de estabilidade dimensional, resistência a intempéries, resistência ao impacto em baixas temperaturas, e resistência química, além de outras. 8B G46

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios