Aditivos e Masterbatches

Interplast 2016 – Prévia: Boa localização e foco em tecnologia atraem visitação qualificada

Jose Paulo Sant Anna
12 de agosto de 2016
    -(reset)+

    Uma das atrações da empresa na Interplast será a injetora EN 220. A série EN é formada por modelos equipados com o sistema de acionamento denominado “Stop and Go”, composto por servo-motores de última geração acoplados a bombas hidráulicas de alto desempenho. “O sistema proporciona baixo consumo de energia, maior velocidade nos movimentos, alta precisão e repetitividade”. De acordo com a empresa, a economia de energia pode chegar a 65% quando comparada com injetoras hidráulicas convencionais e até 85% de economia em relação às de bomba fixa. “A série recebeu a classificação 9+ em consumo de energia conforme norma Euromap 60.1”.

    Plástico Moderno, Injetora EN 220 com sistema Stop and Go economiza energia

    Injetora EN 220 com sistema Stop and Go economiza energia

    Reis destaca que a alta precisão da linha Romi EN proporciona peças com baixo desvio padrão no peso injetado, permitindo a redução do consumo de matéria-prima em até 2,5%. O ambiente do molde é limpo e livre de contaminantes, pois a placa móvel é apoiada sobre guias lineares sem contato com os tirantes. Existem versões para produção de peças em multimateriais, multicores, PET e PVC, além de possuir interface completa para automação com robôs laterais, cartesianos ou antropomorfos (seis eixos). “Esta linha atende diversas aplicações, abrangendo desde os segmentos como automotivo, embalagens e farmacêuticos, e disponibiliza máquinas de 70 a 1100 toneladas de força de fechamento”.

    Outra atração na feira será a sopradora P 5L com extrusão contínua, desenvolvida para soprar frascos de até 5 litros. “Ela está equipada com o comando CM10 que proporciona melhor interatividade e possibilita até 512 pontos no programador de parison com controle por servo-válvula, e possui rebarbação hidráulica”. Sua extrusora tem motor elétrico acoplado diretamente ao redutor. “Esse projeto proporciona melhor rendimento, além de dispor de controle individual de temperatura para torpedo e trefila voltado para melhor controle, produtividade e baixo consumo energético”.

    Também será exibido o centro de usinagem vertical ROMI D800. É uma máquina para múltiplas aplicações de usinagem tanto em ambientes de produção quanto de ferramentaria. “A composição de maiores velocidades de avanço em seus eixos e cabeçote, aliada à excelente capacidade de remoção de cavacos, proporciona um significativo aumento de produtividade”.

    Expectativa positiva – A Pavan Zanetti, outra empresa nacional fabricante de máquinas injetoras e sopradoras bastante conhecida, também está sofrendo com as dificuldades atuais relacionadas às vendas. Além da crise econômica e de confiabilidade política, que afetam a confiança dos compradores, muitos de seus clientes estão com dificuldades para conseguir financiamentos públicos como Finame e Proger, por falta de documentação.

    Plástico Moderno, Sopradora PET 7000 ganhou alimentação mais rápida

    Sopradora PET 7000 ganhou alimentação mais rápida

    Newton Zanetti, diretor comercial da empresa, explica que a redução de negócios é significativa e varia por setor. “Temos tido resultados satisfatórios com as vendas de máquinas para sopro de pré-formas de PET, que se mantêm no nível do ano passado”. As exportações amenizam um pouco o problema. Mas não compensam a falta de procura no mercado interno. “Estamos trabalhando fortemente nisso, mas nosso principal mercado são os países da América Latina, que também sofrem com crises e onde enfrentamos forte concorrência chinesa”.

    Plástico Moderno, Bimatic BMT5.6S/H, para PEAD, estreia comando por PLC Altus

    Bimatic BMT5.6S/H, para PEAD, estreia comando por PLC Altus

    Nesse cenário, o dirigente acredita ser a Interplast uma feira muito interessante, porque foca a parte tecnológica e atrai boa visitação. “A expectativa é positiva e esperamos bons resultados pontuais para amenizar os problemas do setor de bens de capital”. Na feira a empresa vai divulgar seu modelo PET 7000, de sopro e estiramento de pré-formas de PET da serie Petmatic. Ele será apresentado com novo sistema de alimentação de pré-formas mais efetivo e rápido, capaz de atingir a produção de 7 mil frascos de 500 ml por hora. Outra máquina a exibir será a sopradora BMT5.6S/H, da série Bimatic, voltada para a transformação de PEAD. Ela conta com novo comando PLC da marca Altus.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *