Feiras e Eventos

FMU 2012 – Mostra se consolida como o grande evento nacional da usinagem e modelação

Rose de Moraes
9 de abril de 2012
    -(reset)+

    A explicação para tal, segundo Cordeiro, é que os equipamentos para corte e conformação em operação nas empresas são antigos e estão defasados, em sua grande parte, não atendendo às mais recentes especificações e normas de segurança; e isso tem motivado

    Plástico, FMU 2012 - Mostra se consolida como o grande evento nacional da usinagem e modelação

    Empresa paulista levou à feira modelo de guilhotina hidráulica

    uma onda de substituições, principalmente por parte das indústrias que buscam atualizar seu parque fabril e realizar suas operações em conformidade com as normas de qualidade e de segurança.

    Atenta a essa demanda, a Cimhsa também levou para exposição modelo de prensa com capacidade para até 63 toneladas.

    O visitante em busca de novidades em prensas e guilhotinas encontrou no estande da Fobrasa um modelo de prensa viradeira de alta funcionalidade e eficiência na dobra de chapas metálicas com espessuras até 20 mm e também exemplar de guilhotina hidráulica, ambas da marca Calvi, distribuídas com exclusividade no mercado brasileiro pela expositora.

    De acordo com Gisele Muniz, responsável por marketing da empresa, a prensa viradeira exposta (40 t CN) é fornecida com grades de proteção nas laterais e na parte traseira, top motorizado e jogo de ferramentas standard de aço 1045. Já a guilhotina apresenta top traseiro motorizado, feixe de luz, temporizador de corte e roletes de apoio para chapas, facilitando todas as operações de corte das chapas metálicas. Uma fresadora ferramenteira digital com avanço automático nos três eixos e provida de sistemas de refrigeração e de lubrificação centralizados, completou a exibição da Calvi.

    Além das máquinas para corte e conformação, a empresa também deu destaque ao centro de torneamento CNC ML 480, da marca Yida. Com barramento inclinado, esse torno apresenta estrutura robusta, alta precisão e conta com troca automática de ferramentas e também com sistema de refrigeração e comando Fanuc.

    Novidades em aços– O setor de aços para a confecção de moldes também esteve muito bem representado na FMU deste ano. Tanto pela gama ofertada quanto pela presença de importantes expositores, distribuidores e representantes de fabricantes nacionais e internacionais.

    Plástico, FMU 2012 - Mostra se consolida como o grande evento nacional da usinagem e modelação

    Bloco de aço de 8 ton tem baixo teor de carbono

    O grande diferencial do aço para cavidades XPM 32, um dos tipos destacados na exposição, é o teor reduzido de carbono presente em sua composição química, em torno de 30% mais baixo em comparação com aços convencionais aplicáveis na confecção de moldes.

    Exposto em bloco de oito toneladas pela Metalli Aços Especiais, de Caxias do Sul-RS, distribuidor há três anos da Schmiedewerke Gröditz, da Alemanha, o XPM 32 oferece algumas vantagens, como maior soldabilidade e redução do nível de segregação, e ainda se diferencia pela sua maior condutividade térmica, dureza uniforme em toda a secção transversal, ótima resposta à nitretação e também por sua adequação para texturas e cromagens, segundo informa Francis Borelli dos Santos, diretor da Metalli.

    Fornecido temperado e revenido, em graus de dureza entre 30 HRc e 34 HRc, ou, ainda, sob especificação de encomenda, o XPM 32, segundo Santos, é um aço relativamente novo também na Alemanha, onde foi desenvolvido há cerca de cinco anos, mas vem sendo comercializado com grande sucesso no mercado brasileiro, diretamente para as indústrias automotivas e também para ferramentarias que trabalham em parceria com vários setores industriais, como fabricantes de aparelhos de ar-condicionado e de utilidades domésticas. O produto possibilita a confecção de moldes de grandes dimensões para aplicações como a fabricação de para-choques automotivos e moldes que requerem alta qualidade no acabamento.

    A empresa aproveitou a grande vitrine representada pela feira para divulgar ainda outros aços, também procedentes da sua parceira alemã, como o XPM 42 e o H 13. Com dureza na faixa de 38 HRc e 42 HRc, o primeiro se destina à confecção de moldes que necessitam de maior resistência, moldes para sistemas de iluminação e moldes especificados para ter maior vida útil. Já o segundo é considerado um aço de alta tenacidade, classificando-se na faixa de dureza entre 38 HRc e 55 HRc, e destinado principalmente para aplicações em moldes de injeção plástica de alto desempenho.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *