Economia

Feiplastic 2015 – Máquinas: Energia e mão de obra mais caras estimulam a renovar parque de transformação

Jose Paulo Sant Anna
25 de junho de 2015
    -(reset)+

    A valorização do dólar tende a melhorar as exportações, mas isso deve ocorrer em médio prazo. “A perda dos mercados de exportação nos últimos anos deverá ser ainda recuperada com trabalhos de vendas mais agressivos. Não podemos esquecer que a concorrência chinesa é forte nos mercados latino-americanos”. No atual andar da carruagem, Zanetti considera a realização da Feiplastic muito importante. “É uma oportunidade de vendas em momento delicado. Esperam-se resultados que venham a reduzir o forte impacto das medidas econômicas, embora saibamos que a feira não será a salvação da Pátria”.

    A novidade da Pavan Zanetti neste ano será a sopradora da série Bimatic BMT 5.6D Hybrid. Ela tem cabeçote sêxtuplo e movimento de carros porta moldes movido por sistema elétrico, em substituição ao hidráulico. “Possibilita a redução de consumo de energia em torno de 6% a 7%, menor possibilidade de vazamentos de óleo hidráulico e redução dos ciclos de produção”.

    Outras quatro máquinas serão apresentadas: a sopradora Bimatic BMT10.0S/H, automatizada, para sopro de embalagens em 2 cavidades de 5 litros; a sopradora para PET da série Petmatic sistema 5000, automatizada, para embalagens de até 2.000 ml; a máquina de injeção e sopro da série ISI, modelo ISI 45, para volumes pequenos; e a  injetora da série HXF 128.

    Plástico Moderno, Equipamento da Amut-Wortex para reciclagem de resíduos

    Equipamento da Amut-Wortex para reciclagem de resíduos

    Que crise? – Nem todos os fabricantes nacionais reclamam do momento atual. Entre as exceções se encontra a Wortex, fabricante de equipamentos para extrusão e reciclagem, além de acessórios, moinhos, roscas e cilindros. Além de seu próprio estande, também marcará presença no estande da Amut-Wortex, fruto da parceria com italiana Amut. A Amut-Wortex oferece máquinas para a produção de chapas, perfis, tubos, granulação em polímeros plásticos e também compostos plástico/pó de madeira, além de equipamentos para termoformagem, cast film e plantas para reciclagem de plásticos, lixo urbano e industrial.

    “No final do ano passado, o mercado estava frio, depois começou a melhorar. Nunca vendemos tanto quanto nesse primeiro trimestre”, comemora Paolo De Filippis, diretor da Wortex.  Os resultados causaram surpresa. “Estávamos esperando uma queda muito grande nas vendas”. O motivo do sucesso? “Acho que as empresas estão procurando maquinários que trabalham com custos operacionais menores”. O dólar alto ajudou? “No ramo de reciclagem as máquinas importadas ficaram caras”.

    A sensação agradável deve melhorar com a participação da empresa na Feiplastic. “A feira sempre ajuda a incrementar os negócios”. O mercado de reciclagem será um dos alvos da empresa. Ela vai divulgar a linha Challenger Recycler, novo sistema voltado para lavar, moer, secar e alimentar  equipamentos de granulação sem a necessidade de aglutinar o material.

    “A linha abre possibilidades de negócios para os pequenos empreendedores, já que os equipamentos têm capacidade de processar de 100 a 1.500 kg de plástico por hora”. Para as cooperativas, por exemplo, possibilita a venda dos grãos processados, em vez de comercializar somente a sucata plástica. “Os transformadores podem usar a estação como linha de montagem, de um lado entra o material de coleta seletiva e do outro sai o produto final”.

    A tecnologia oferecida pela Amut-Wortex para a produção de chapas para a indústria da termoformagem com até nove camadas será divulgada no estande da parceria. A empresa oferece equipamentos para os mais variados setores do mercado, entre eles embalagens alimentícias, construção civil, médico, farmacêutico, eletrodoméstico e automotivo. “Para cada aplicação, há especificações técnicas padrão, como materiais a serem extrudados, dimensões e acabamentos dos produtos finais”, explica Angelo Milani, diretor-comercial da Amut-Wortex.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *