Feiplastic 2013 – Vitrine Feiplastic 2013

PREVISÃO

A extensa linha de produtos desse expositor inclui presilhas para prensas e injetoras, presilha ferramenteiro, vibra-fix, calço regulável, acessórios, porcas e arruelas, porca t, prisioneiros e parafusos de cabeça quadrada, sextavada e retangular. A empresa também aproveita a ocasião para divulgar colas anaeróbicas, molas para matriz, limas e pastas diamantadas, pinças e grades magnéticas, bem como esquadros, levantadores magnéticos, extratores, punção e perfuradores. Alargador cônico, pino guia, bucha extratora, posicionadores, engates rápidos e plugues, prolongador e tubo distribuidor, conexões rápidas e mangueiras também compõem as linhas de produtos oferecidas pela Previsão. O estande ainda reserva amostras de outros produtos da empresa, como óleo protetivo OP, lubrificantes OL, desmoldantes DP, DPS, fluidos e óleos solúveis semissintéticos, gancho olhal, lingas, cinta de elevação e morsas, bem como presilhas rápidas de alavanca Kit Kdin.

Primotecnica - Triturador tipo Schredder ©QD Foto: DivulgaçãoPRIMOTÉCNICA

Instalada em um estande de 150 m2, essa fabricante de periféricos expõe sua linha de moinhos, com aplicações em todos os tipos de recicladores de plásticos, entre os quais calçados, peças automotivas, linha moveleira, filmes de embalagem, borrachas, e outros. Carro-chefe da empresa e destaque no evento, o triturador tipo Schredder para reciclagem de pneus (de caminhões, carros e tratores) é ofertado em dois modelos, um com 28 facas intercaladas, motor de 200 CV, para produções da ordem de 5 ton/h, e o outro equipado com dois motores de 200 CV e 56 facas intercaladas, produzindo cerca de 12 toneladas por hora.

A Primotécnica ainda reserva outra boa surpresa aos visitantes: o lançamento do PGSR, granulador de espaguete com capacidade para até 1.800 Kg/hora, dotado de rotor com 30 facas rotativas, pistões de pressão constante sobre o rolo puxador, design altamente moderno, e abertura manual para uma fácil limpeza.

Da linha convencional, o visitante pode conferir moinhos de baixa rotação, desenhados para atuar ao lado de injetoras e sopradoras; moinhos com rotores fechados, especiais para borras plásticas e cobre; além de linha para peças e aparas em geral, em tamanhos diversos de boca, desde 230 mm até 1.600 mm; e produção variável entre 80 Kg por hora até mais de 6.000 Kg por hora.

Além da linha de periféricos, a expositora possui em seu parque industrial extrusoras dupla rosca corrotantes para produção de compostos de poliamida com cargas especiais (fibra de vidro, grafite, microesfera, molibdênio, entre outros). Denominada Primid, essa família completa a exposição da empresa, que informa ainda possuir laboratório equipado com modernos instrumentos para os mais diversos testes e análises, assegurando laudo técnico a todo material comercializado. Esses produtos seguem acondicionados em embalagem estanque de 25 Kg, prontos para o uso, dispensando a necessidade de secagem prévia.

PRO-COLOR

Com uma bagagem de 26 anos na fabricação de concentrados de cores, a empresa lança no evento compostos para PE ou PP. Trata-se de uma combinação entre polímeros e cargas minerais especiais, indicado para melhorar a característica mecânica do produto que será transformado. Além da novidade, divulga em seu estande todo o seu portfólio, composto por concentrados de cores para resinas termoplásticas brancas, pretas, e coloridas; especialidades para náilon, PET, poliacetal, ABS, PU, EVA e outros; aditivos; e pigmentos e corantes pré-dispersos (dry-blend) para os mais variados polímeros.

Pronatec - RTSP-500 ©QD Foto: DivulgaçãoPRONATEC

Essa tradicional fabricante de máquinas e equipamentos para a indústria de embalagens flexíveis usa seu espaço na feira para lançar a máquina rebobinadeira para filmes de PE e PVC stretch RTSP-500, empregada na produção de bobinas para paletização, possibilitando o envolvimento de alimentos. O equipamento opera com velocidade de 400 a 500 metros/minuto, possuindo alimentação, corte e troca automáticos, o que proporciona aumento significativo da produtividade em comparação aos modelos com troca manual. A empresa também destaca a linha de máquinas para embalagens de proteção, como o equipamento dois em um, que reúne laminadora de bolhas e laminadora a quente em uma única máquina. Além de produzir plástico bolha, o equipamento pode laminar outros materiais, como o polietileno expandido com poliéster metalizado, utilizado para isolamento térmico em telhados. Esta linha de máquinas, projetada para a produção de embalagens protetoras e contra impactos, tem como principais clientes as indústrias de móveis, eletroeletrônicos, automobilística, cosméticos, metalúrgicas, construção civil, vidros e transportadoras. Também exibe a rebobinadeira Magiflex 300 para PVC, bem como extrusoras para filme de PVC e para polietileno expandido – esta última para a produção de chapas de 0,5 até 28 mm de espessura. Mostra ainda as laminadoras dubladoras para produção de chapas de polietileno expandido de até 100 mm de espessura, além da laminadora Coating, para processar polietileno expandido com poliéster metalizado e outros produtos. A Pronatec ainda expõe eixos pneumáticos, rolos curvos, castanhas pneumáticas e mancais de troca rápida, todos fornecidos para indústrias que operam com bobinas.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios