Feiplastic 2013 – Vitrine Feiplastic 2013

Tradicional empresa alemã fabricante de durômetros Shore e IRHD desde 1954, a Bareiss lança o durômetro automático Digi Test II, um produto que permite a medição em todas as escalas Shore e IRHD e possui como principal inovação o dispositivo Barofix II de posicionamento automático do corpo de prova. Aplicável em plásticos, borrachas e todos os materiais elásticos, é um sistema ótico que possibilita a posição em dois pontos e também a medição da espessura.

A Ceast exibe sua nova linha de medidores de fluidez, composta pelos modelos MF10, MF20, MF30 e MF50; e também o novo equipamento de impacto por queda de dardo, o Ceast 9340. Em destaque, o medidor de fluidez MF30 é ideal para a realização de testes conforme normas ISO 1133 e ASTM D1238 Procedimentos A, B e C, conforme a nova norma ISO 1133-2, que exige maior precisão e estabilidade da temperatura. Inclui um encoder digital, levantador motorizado de pesos e uma célula de carga integrada para compactação e purga controlada. Pode ainda ser equipado com um seletor manual de pesos com kit de 2,3 kg a 21,6 kg. Opera por meio de console próprio ou software. O aparelho de impacto Ceast 9340 é apropriado para testes de matérias-primas ou componentes sob grandes taxas de deformação, conforme diferentes normas. Opera com faixa de energia de teste até 405 J e velocidade de impacto até 4,65 m/s e altura de queda máxima de 1,10 m. Com o novo sistema de aquisição de dados DAS64 K, permite a coleta de dados de dardos ou martelos instrumentados, com uma taxa de aquisição até 2 MHz, com até 64 K de pontos de dados adquiridos por teste em cada canal.

Da empresa alemã Lauda, a exposição contempla o viscosímetro iVisc para medição e avaliação automática da viscosidade cinemática. O instrumento ainda permite calcular dados poliméricos, tais como viscosidade intrínseca (IV), valor K, e viscosidade inerente. Opera com detecção NIR do menisco com alta sensibilidade.

A inglesa Lloyd aproveita para lançar a nova série de Máquina Universal de ensaios de coluna única LS, com a disposição de três diferentes modelos: LS1, LS2.5 e LS5, com capacidades máximas de 1 kN, 2,5 kN e 5 kN, nessa ordem. Também apresenta nova série de células de carga com precisão de +/-0,5% até 1% do valor da célula, fornecendo grande faixa dinâmica, portanto, reduzindo o número de células de carga necessário para cobrir toda a faixa de força. Aplica-se a análises de tração e compressão, fricção, rasgo, delaminação, inserção/extração, fluência/relaxação e muitos outros testes em produção, controle de qualidade, desenvolvimento de produto e pesquisa. Segundo informa a expositora, o produto oferece grande versatilidade por sua extensa variedade de garras e gabaritos de colocação das amostras, extensometros; e possibilidade de operação via console ou PC.

A exposição se completa com a Thermo Fisher Scientific. Sua divisão de caracterização de materiais fornece reômetro de torque, extrusoras de rosca dupla de laboratório, miniextrusora e microinjetora. A novidade fica por conta da nova extrusora de rosca dupla Process 11. Extrusora de rosca dupla paralela, corrotante, com 11 mm de diâmetro, permite processar de 20 g a 2,5 kg de material por hora e alimentação em diferentes pontos. Possui acessório de pós-extrusão para produção de pellets. A configuração da rosca com diferentes segmentos propicia a adaptação para diferentes condições de processamento.

POLIMOLD

A tradicional fabricante de porta-moldes e sistemas de câmara quente apresenta na feira seu novo slogan “A única que você confia”, com a proposta de fortalecer ainda mais a parceria com clientes e amigos. Em termos de produto, o destaque fica com o novo controlador de temperatura Polimoldmini Smart, uma evolução do já conhecido controlador Polimold. A versão recente embute novos recursos e vantagens. Entre elas, o primeiro módulo pode enviar informação aos demais módulos (temperatura, booster, stand by e comando off); e toda a configuração de setup é realizada no próprio painel – tudo isso em um gabinete com tamanho até 60% menor que o anterior. O estande ainda abriga os últimos desenvolvimentos tecnológicos em sistemas de câmara quente valvulados e convencionais, como o sistema de 96 vias, para moldes de múltiplas cavidades; sistema stack mold, utilizado para dobrar a capacidade de uma ferramenta; e sistema valvulado facility, muito utilizado na indústria automobilística, por sua versatilidade de aplicação.
Além de serem fabricados no Brasil, esses sistemas são exportados praticamente para todo o mundo.

O fabricante também pretende enfatizar a enorme gama de montagens e vantagens do seu porta-molde padronizado, que reúne quase um milhão de combinações, facilitando o projeto e a concepção da ferramenta.

POLYFAST

A tradicional distribuidora da ampla família de polímeros de engenharia da DuPont (náilons, poliacetais, PBT, PET grau injeção, termoplásticos elastoméricos e outros) comparece à feira com dois novos parceiros: a DSM (poliamida 6 e 4.6, PBT, PET, blendas e copoliéster) e a Invista (poliamida 6.6).

Premix Brasil Resinas - Filmes de polipropileno biorientado (BOPP) ©QD Foto: DivulgaçãoPREMIX BRASIL RESINAS

Distribuidora oficial de poliestirenos da marca Videolar e revendedora de polipropilenos para injeção e sopro, bem como polietilenos e resinas PET de fabricação e origem internacional, aproveita o evento para divulgar a parceria firmada com a Papion Filmes Flexíveis, para dar início à distribuição de filmes de polipropileno biorientado (BOPP) da Videolar, nas versões pérola opaco, metalizado e transparente para as mais diversas aplicações.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios