Feiplastic 2013 – Vitrine Feiplastic 2013

Corona Brasil - Conversores ©QD Foto: DivulgaçãoCORONA BRASIL

Expõe seus equipamentos para tratamento corona, tanto os utilizados nos processos de fabricação de embalagens rígidas e flexíveis, como as versões dotadas de eletrodos de alumínio, destinadas ao tratamento de materiais plásticos em extrusoras, impressoras e laminadoras. Também apresenta os modelos com eletrodos cerâmicos, usados para tratamento de materiais metalizados, os quais são aplicados principalmente na fabricação de filmes laminados. Exibe, ainda, a linha de conversores para tratamento corona, equipamentos dotados de monitoramento de potência integral na aplicação da descarga elétrica sobre o filme e do dispositivo ckeck control, que facilita a identificação de falhas. O equipamento Plasma Tech, destinado ao tratamento de peças tridimensionais, como frascos e garrafas PET, no processo de impressão serigráfica, também consta da exibição no estande da empresa.

Correias Schneider - Linha de correias em "V" ©QD Foto: DivulgaçãoCORREIAS SCHNEIDER

Leva ao seu estande a linha de correias em “V”, produzida com elos desmontáveis, que possibilitam a montagem em comprimentos de acordo com as necessidades de uso. Este tipo de correia pode ser acoplado às polias em “V” comuns (que já podem estar sendo utilizadas), ou seja, requer que apenas as correias sejam trocadas para funcionar. Feita de poliuretano com trama de poliéster, a correia resiste a óleos solúveis e lubrificantes, graxa, produtos químicos e abrasivos entre outros, estando disponível em metros lineares. Oferece fácil montagem na máquina, sem necessidade de desmontar os mancais e os eixos. A empresa apresenta também a correia Nut-Link, com pino de alumínio, disponível nos canais Z/10, A/13, B/17, C/22 e D/32, utilizada principalmente em transmissões de cargas elevadas e de difícil acesso; e ainda a correia Power Twist, sem pino, disponível nos canais Z/10, A/13, B/17 e C/22, podendo ser usada também para transporte.

Cristal Master - Antimicrobiano inorgânico atóxico ©QD Foto: DivulgaçãoCRISTAL MASTER

Levará dois lançamentos para a edição deste ano da feira: um antimicrobiano inorgânico atóxico e um agente interfacial. O antimicrobiano, desenvolvido em parceria com a Kher Chemical and Research, emprega no seu processo nanotecnologia nacional e pode ser incorporado em vários tipos de matrizes poliméricas. Conforme as investigações científicas, as nanopartículas do princípio ativo atóxico do composto Kher, incorporadas no composto antimicrobiano da Cristal Master, atuam diretamente na destruição da membrana celular de bactérias e de fungos, causando a sua destruição e proporcionando, assim, os efeitos bactericidas e fungicidas. O agente interfacial ou aditivo compatibilizante é uma alternativa para usar resinas recicladas, reduzindo a utilização de espessuras de filmes, por exemplo, sem perder a característica de resistência (propriedades mecânicas). Segundo a Cristal Master, alguns de seus clientes conseguiram reduzir em até 40% a espessura do filme, sem causar danos à qualidade do produto final.

Crizaf - Esteiras com correia de PP ©QD Foto: DivulgaçãoCRIZAF

Terá como destaque no estande a série de esteiras com correia de PP, equipamento que, além do baixo custo de manutenção, permite transportar peças plásticas injetadas ou sopradas de maior temperatura. A empresa, criada em 1954 na Itália e que conta com unidade produtiva no Brasil desde o ano 2000, divulgará também sua ampla variedade de transportadores, separadores de peças e galhos, e equipamentos para automação, projetados sob medida para cada aplicação em indústrias de plásticos, alimentos e farmacêuticos.

CRODA

Os interessados em aditivos para polímeros com aplicações no mercado automotivo e no de embalagens conferem no estande dessa tradicional fabricante inglesa de especialidades químicas o novo IncroMax 300, um aditivo líquido desenhado para melhorar o processamento de policarbonato. O produto reduz o atrito em peças moldadas com essa resina, mantendo a sua cor original e sem interferir na transparência do transformado plástico. Além disso, o IncroMax 300 proporciona redução da fricção de superfície como um lubrificante interno, assim como melhora as propriedades de liberação de molde. Outro destaque fica por conta do Incroslip G, que proporciona aos fabricantes de autopeças uma combinação de alto deslizamento e alta estabilidade. De acordo com a expositora, os aditivos de deslizamento convencionais usados nessas aplicações estão propensos à degradação, o que pode resultar em problemas de amarelamento ou falta de deslizamento no produto acabado. A Croda credita ao seu Incroslip G estabilidade superior aos aditivos tradicionais, nessas condições, sem prejuízo para o desempenho do deslizamento. Para o mercado de embalagens, a empresa destaca o IncroMax 100, formulado para reduzir riscos e arranhões, com aprovação para o contato com alimentos, o aditivo migra rapidamente para a superfície do polímero, proporcionando deslizamento instantâneo e efeito de longa duração. Ainda para o segmento de embalagens, oferece o Atmer antifog, com ação redutora de embaçamento em filmes plásticos. Esses aditivos migram para a superfície, elevando a energia superficial do polímero e reduzindo a energia superficial das gotículas de água. Dessa maneira, as gotículas se espalham formando uma camada transparente contínua e uniforme no filme. No Brasil, a Croda possui uma planta em Campinas e utiliza muitas matérias-primas provenientes de fontes naturais e renováveis.

Página anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios