Feiras e Eventos

Feiplastic 2013 – Injetoras: Momento favorável para a reativação das vendas incita a indústria a inovar

Maria Aparecida de Sino Reto
12 de agosto de 2013
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Modelo oferece maior espaço entre colunas e curso de abertura

    Modelo oferece maior espaço entre colunas e curso de abertura

    Um exemplar de 600 toneladas da Dream Tech2 permitia aos visitantes conferir no estande a tecnologia que carrega servomotor, além de outros diferenciais. “A bomba hidráulica e a hidráulica em geral da injetora são majoradas, propiciando ciclos mais rápidos em injeção de paredes finas”, mencionou Salmeron.

    Os lançamentos da Starmach também incluem os servomotores. Entre os diferenciais da nova série HD, o diretor CEO da empresa, Klaus Vogel, apontou os sistemas de abertura e extração simultâneos e o acumulador de nitrogênio. “Com esse recurso, o equipamento injeta copos de poliestireno em moldes de quatro cavidades em ciclos de cinco segundos”, exemplificou. O visitante pôde conferir no estande modelo de 240 toneladas de força de fechamento, mas a série começa em 60 t e chega até 2.500 t.

    Outra novidade exposta na feira, a série HT, foi desenhada para atender o segmento médico-hospitalar, com sistema de injeção ultrarrápida. “Faz ciclos de quatro segundos”, relatou Vogel. Um modelo da linha, que abrange desde 30 toneladas até 1.500 toneladas de força de fechamento, operava na feira com um robô de seis eixos e servomotor.

    Plástico Moderno, BPS exibiu injetora para ciclos mais rápidos em paredes finas

    BPS exibiu injetora para ciclos mais rápidos em paredes finas

    O estande ainda dispunha de um novo modelo de injetora vertical, de mesa rotativa e bicomponente, operando com dois robôs, um para corte e retirada de galho e outro para extração da peça. As máquinas horizontais são da FCS; e as verticais, da TKC, ambas sediadas em Taiwan e representadas no país pela Starmach.

    A Romi, que direcionou seu foco na injeção de PVC, de olho no potencial de demanda da construção civil, adotou o recurso de servobomba, sinônimo de baixo consumo energético e nível de ruído, na nova injetora EN 380 PVC, para aplicação de conexões, com sistema de acionamento hidráulico por servomotor e desenvolvida para peças de PVC rígido, que demanda ciclos mais longos e precisos, controles de temperatura e velocidade. A fabricante considera a EN PVC um modelo ideal para essa aplicação.

    A preocupação com o baixo consumo energético, a propósito, se refletiu em todos os modelos expostos: a EN 380 PVC, a EN 450 e a EL 75. De acordo com informações da fabricante, as linhas EN e EL atendem aos requisitos de economia de consumo energético e de matéria-prima por conta da maior precisão de movimentos. Os equipamentos contam com movimentos independentes, acionados por servomotores, que funcionam apenas durante o efetivo movimento.

    Plástico Moderno, Equipamento apresentado pela Starmach garante ciclos muito curtos, de apenas 4 s

    Equipamento apresentado pela Starmach garante ciclos muito curtos, de apenas 4 s

    A linha EN engloba máquinas equipadas com placa móvel apoiada em guias lineares, sem contato com os tirantes, evitando o atrito com as colunas e mantendo a área limpa livre de contaminação por lubrificantes. Essas linhas ainda trazem placas porta-moldes reforçadas, com grande distância entre as colunas, rasgos em T para fixação dos moldes e sistema de fechamento bi-toggle mecânico-hidráulico de cinco pontos. Já a série EL promete redução de energia de até 60%, aliada à limpeza proporcionada pelos equipamentos totalmente elétricos e ainda à elevada precisão nos seus movimentos.

    Geração mais eficiente – Todas as famílias de injetoras da Haitian passaram por aprimoramentos que puderam ser conferidos na exposição. “Ganharam mais precisão e estabilidade na injeção, graças a melhorias no sistema de fechamento”, comentou o gerente Roberto Candido de Melo. Modelos dessa segunda geração das famílias Marte, Vênus e Plutão demonstravam as vantagens adicionadas. O gerente enfatizou que todos os equipamentos possuem válvulas de segurança hidráulica monitorada. “A Haitian foi pioneira nesse sistema.”



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *