Plástico

Fabricantes forçaram os motores para fugir do vermelho neste ano, mas projetam melhoria em 2013

Maria Aparecida de Sino Reto
22 de novembro de 2012
    -(reset)+

    A inclinação dos usuários por máquinas servoassistidas promoveu igualmente as vendas desses tipos de equipamentos no grupo Megga. “Estão crescendo ano após ano no nosso mix e esta tendência não foi afetada pela crise e não acho que será afetada pelo novo programa do governo de diminuir o preço da eletricidade”, depõe Lee. Essas máquinas já representam cerca de 40% das vendas da empresa e o avanço, argumenta o presidente, deve-se ao fato de a economia energética compensar o custo inicial. Segundo constata, depois de comprar a primeira máquina elétrica, o transformador não volta a comprar outra com motor convencional. Lee informa que o setor de alimentos e bebidas puxou os negócios, ao lado de componentes plásticos diversos, empregados em produtos usados por profissionais de serviços, tais como peças para secadores de cabelo.

    As elétricas foram igualmente o destaque nos negócios da Milacron, já consagrada nesse filão das injetoras. Piazzo não poupa louvores ao modelo Roboshot S2000iB, eleito o carro-chefe: precisão de mais ou menos 0,01 mm em todos os movimentos, independentemente da velocidade programada do equipamento (não há inércia como em máquinas hidráulicas ou híbridas). “Se programarmos a posição final de abertura de molde para que um robô retire uma peça ou coloque um label no molde em 500 mm, a máquina irá parar na posição 500 mm com precisão de +/- 0,01 mm, mesmo que esta esteja programada com sua máxima velocidade de abertura. Isto se aplica a todos os movimentos da máquina (injeção, extração, abertura, fechamento, dosagem)”, exemplifica.

    Segundo Piazzo, a alta aceleração de injeção a torna uma excelente opção para a injeção de peças de parede fina. Outra vantagem fica por conta do recurso pré-injeção, que possibilita a retirada de gases de dentro da cavidade do molde com facilidade, além de reduzir o tempo de ciclo total da máquina. A redução no consumo de energia elétrica chega até 85% em relação a máquinas hidráulicas ou híbridas.

    A precisão no peso de injeção, com variação somente na terceira casa depois da vírgula, em gramas, é considerada pelo gerente comercial da Milacron outra característica relevante, pois elimina o desperdício de material com a fabricação de peças com peso acima do especificado – sinônimo de maior rentabilidade.

    Para dar uma ideia do tamanho desse benefício, Piazzo sugere uma situação: “Imagine uma peça técnica produzida com material de engenharia com peso total de 25 gramas. Com uma variação de peso de 2% a mais, a peça pesaria então 25,50g. Considerando que a produção mensal desta peça seja de 150.000, teremos 1.800.000 peças por ano. Com uma variação de 0,5 gramas por peça, em um ano o desperdício de material é igual a 900 kg. Este custo é enorme quando falamos de materiais de engenharia.” Ele é categórico ao afirmar que tal situação não ocorre com as suas máquinas elétricas e justifica: a precisão tão apurada no peso injetado se deve a recursos de inteligência artificial, aplicados na proteção do molde (durante todo o curso de fechamento e de abertura), extração, injeção e dosagem, patentes da Milacron.

    Outros atributos ressaltados são: a eliminação do uso de óleo, sinônimo de operação de menor custo e mais limpa; baixo nível de ruído; produtividade em média 30% maior, por conta da simultaneidade de movimentos; menor índice de manutenção; e ajuste de força de fechamento de zero à tonelagem máxima do equipamento.

    Um recurso diferenciado e patenteado, o Precision Metering Control, permite que após a dosagem a máquina gire a rosca no sentido contrário para aliviar a pressão e equalizá-la em ambos os lados do anel de vedação da ponteira de rosca, proporcionando maior precisão no peso de injeção.

    Específico do modelo Roboshot S2000iB, o back flow monitor verifica o estado do conjunto de anel de bloqueio sem a necessidade de desmontar a flange do cilindro de plastificação e gera um gráfico do fluxo de retorno do anel de bloqueio, possibilitando ao transformador acompanhar o desgaste do conjunto.

    O modelo ainda possui outro diferencial, um sistema de regeneração de energia elétrica. Como explica Piazzo, durante o movimento de frenagem, a energia utilizada para frear é regenerada e armazenada no equipamento, sendo reaproveitada no próximo movimento ou no sistema de aquecimento da máquina, o que confere a essa Roboshot economia de 60% a 85% de energia em relação a máquinas hidráulicas e/ou híbridas de ponta e de 20% quando comparada a injetoras 100% elétricas de outros fabricantes.

    Segundo observação de Piazzo, as aplicações que comandaram os principais negócios no mercado brasileiro para a empresa neste ano foram embalagens e autopeças.

    A Série Logica, elogiada por Baksa quanto à sua flexibilidade, característica que a torna capacitada para atender a diversos segmentos de mercado, liderou os negócios da Sandretto do Brasil. Sem modéstia, ele atribui a esses equipamentos ótimo desempenho técnico, com velocidades de operação e precisão, entre outras vantagens. As injetoras operam com forças de fechamento desde 70 até 3.300 toneladas. O setor automotivo, o de embalagens e o de produtos descartáveis foram seus principais clientes.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *