Fabricantes de brinquedos apresentam resultados positivos

As notícias relativas ao mundo dos brinquedos fazem a alegria dos adultos responsáveis pela direção das empresas do setor.

Nos últimos anos os fabricantes de brinquedos vêm obtendo resultados para lá de positivos. Em 2023, a estimativa é de que o crescimento tenha ficado na casa dos 6%, com faturamento das fábricas do setor na casa dos R$ 8,9 bilhões.

A previsão para 2024 é bastante positiva. Face ao controle da inflação e queda do custo do dinheiro há esperança de alcançar crescimento na casa dos dois dígitos. Vale lembrar que em 2022 o segmento já havia experimentado crescimento de 11%. E esses índices foram de 14% em 2021 e 21% em 2020. Os dados são da Associação Nacional da Indústria de Brinquedos (Abrinq).

Resultados tão auspiciosos, de acordo com a associação, tiveram origem com a chegada do coronavírus, que gerou uma crise mundial de logística e prejudicou as importações. Outro fator causado pela pandemia foi a adoção de medidas sanitárias duras por parte do governo da China, o que reduziu o funcionamento das fábricas daquele país. Também nesse período, houve forte valorização do dólar, fator que no ano passado foi atenuado. A indústria brasileira contava com capacidade instalada para ocupar o espaço deixado pelos chineses e aproveitou a situação.

Há estimativa de que no ano passado tenham sido lançados mais de seiscentos novos brinquedos pelos fabricantes nacionais.

Leia Mais:

Acesse o www.GuiaQD.com.br, o mais eficiente Guia de Compra e Venda do setor de transformação do plástico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios