Plástico

Extrusoras – Tubos, chapas e perfis – Após período de vendas em baixa, setor esboça reação e projeta saldos positivos

Jose Paulo Sant Anna
4 de junho de 2012
    -(reset)+

    e de telecomunicações. São equipamentos com diferentes capacidades de produção, dotados com rosca simples ou dupla, voltados para a fabricação de tubos, perfis, forros simples ou de até quatro camadas coextrudadas. Um destaque vai para as máquinas para tubos com grandes diâmetros, que começam a ser consumidas por aqui com maior frequência.

    Para se defender das costumeiras críticas feitas aos modelos chineses sobre problemas de assistência técnica, Rodrigues lembra que a Meggaplástico detém grande depósito de peças de reposição. Ele também garante prazos de entrega dos equipamentos bem reduzidos, de cem a 120 dias, conforme as características do equipamento.

     

    União entre multinacionais dá força ao setor de tubos no país

    O grupo Mexichem, do México, indústria química e petroquímica latinoamericana com vendas que superam a casa dos US$ 3 bilhões por ano, concluiu em maio a aquisição da companhia holandesa Wavin, líder em sistemas de tubos plásticos e soluções na Europa. A Wavin está presente em 26 países e teve receita líquida de 1,2 bilhão de euros em 2010.

    Segundo Ricardo Gutiérrez Munhoz, presidente do Comitê Executivo da Mexichem, a transação é de grande relevância, pois representa a união de duas multinacionais de sucesso nos mercados em que atuam. “Isso permitirá à Mexichem converter- se numa empresa líder global de sistemas de tubos plásticos e soluções.” Para o presidente, a combinação dos valores abre caminho para a geração de vantagens competitivas, graças à complementaridade dos portfólios e presença geográfica.

    No Brasil, a Mexichem tem forte presença no mercado de tubos e conexões. Conta com as marcas Amanco, Plastubos e Bidim. Possui cerca de três mil colaboradores e nove unidades fabris em sete estados brasileiros. Com a concretização do negócio, estima-se que os consumidores nacionais poderão ter em suas mãos produtos inovadores em curto prazo.

     



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *