Extrusora de plástico

Máquina extrusora para plástico: veja como funciona, quais são seus tipos e principais características

Como funciona?

A extrusora é uma máquina que transforma, por processo contínuo a quente, resinas plásticas como:

    Orçamento Rápido

    Informe os produtos que deseja receber cotação.

     

     

    Como funciona o processo de extrusão?

     O processo tem início na alimentação manual ou automática da máquina, onde a resina, em grão ou pó, entra por gravidade pelo funil da extrusora, passa por um processo de fusão em um canhão aquecido por resistências elétrica e é transportada continuamente por uma ou duas roscas para matriz.

    A alimentação automática substitui a manual e é realizada por um ou mais alimentadores que sugam e dosam a resina e seus aditivos do chão, transportando-os para o processo de fusão.  Esse processo melhora substancialmente a eficiência da extrusora.

    Na área de alimentação, a rosca tem sulcos profundos para o calor transformar a resina e seus aditivos em material viscoso. Este segue para área de transporte da rosca, que apresenta uma redução gradativa dos sulcos, e no final, a resina plastificada é forçada por pressão a passar pela matriz, que dá forma ao material.

    Antes da matriz há um disco de tela de aço para conter impurezas, a qual deve ser limpa ou trocada sempre que apresentar acúmulo desses materiais.

    É muito importante o conhecimento da resina e da sua umidade antes do início da  alimentação da máquina, além do controle da temperatura, da velocidade de rotação da rosca e da taxa de cisalhamento, ou seja, do calor gerado do atrito do material durante o processo de transformação.

    Nomenclatura

    Esse processo de transformação é chamado de extrusão e o produto final de extrusado ou extrudado.

    • A rosca da extrusora também é conhecida como parafuso e canhão de cilindro;
    • A extrusora monorosca também é chamada de parafuso único;
    • A dupla rosca, por sua vez, é conhecida como parafuso duplo;
    • A extrusora tubular é denominada de extrusora balão.

     Para que serve?

    Ela é usada na fabricação de:

    Serve também para extrusão de filmes coextrusado, ou seja, extrusado em multicamadas, transformando diferentes resinas em um só filme.

    Na extrusão multicamadas são utilizadas duas ou mais extrusoras, onde cada resina é processada separadamente por uma máquina, e a matriz recebe de cada uma delas a resina fundida, unindo-as em um só filme.

    São filmes com melhor proteção UV, alta impermeabilidade, deslizamento e estabilidade dimensional, excelente característica ótica e resistência ao rasgo.

    Muito usado na fabricação de embalagem flexível, para:

    • Alimentos e nutrição;
    • Agropecuária;
    • Leite e derivados;
    • Frigorífico;
    • Snacks;
    • entre outros.

    Quais são os tipos e características das extrusoras?

    Elas se dividem em mono rosca, dupla rosca, tubular (também chama de balão), mini extrusora e, para processo de extrusão e sopro, extrusion blow.

    Dessas destacam-se a:

    Extrusora dupla-rosca

    A extrusora com duas roscas pode ser corrotante, ou seja, ter roscas que giram no mesmo sentido ou contra rotantes, que giram em diferentes sentidos.

    Por possuir um melhor bombeamento e mistura do composto fundido, resulta em material mais homogêneo.

    Mais usada para produção de materiais com cargas ou reforços, inclusive de vidro, masterbatches e blendas.

    Extrusora tubular, também chamada de extrusora balão

    Usada na fabricação de filmes tubulares de baixa e alta tecnologia, que depois são transformados por processo de corte e solda em embalagens como sacos e sacolas.

    Mini extrusora

    É um equipamento de uso laboratorial para formulação e desenvolvimento de produtos e corpos de prova, compostos por um ou mais polímeros (blendas), que podem ou não ser aditivados ou reforçados.

    Esse equipamento usa pouquíssima matéria-prima e evita que uma máquina da linha de produção venha a ser usada para essa finalidade.

    Leia Também
    Coextrusão: Sofisticação da demanda local estimula a produzir linhas além de 3 camadas
    Extrusoras: Demanda por tubos segue firme
    Extrusoras: Renovação aquece venda de máquinas
    Extrusoras : Clientes pedem produtividade alta
    Equipamentos Usados: Demanda por usados injetoras, extrusoras e sopradoras se mantém aquecida no setor plástico
    Extrusoras para Revestimentos Fios e Cabos: Demanda caiu no Brasil
    Extrusoras: Máquinas para produção de filmes e linhas para reciclagem avançam
    Extrusoras conseguem manter ritmo de negócios em alguns segmentos de mercado
    Especial Máquinas – Extrusoras: Fabricantes recorrem à automação para agregar competitividade ao setor

    Guia QD

    Consulte agora mesmo os melhores fornecedores da indústria plástica brasileira de extrusoras e produtos, como:

    Polietileno;
    Blendas;
    Aditivos para plásticos;
    Masterbatches;
    Pigmentos;
    Reforços
    Carbonato de cálcio (Cargas)

      Orçamento Rápido

      Informe os produtos que deseja receber cotação.

       

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado.

      Adblock detectado

      Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios