Borracha

Expobor: Evolução dos automóveis faz indústria da borracha desenvolver inovações

Jose Paulo Sant Anna
16 de junho de 2014
    -(reset)+

    Desmoldantes – Com atuação global, a Chem Tend, empresa do Grupo Freudenberg, é especializada no desenvolvimento, produção e comercialização de agentes desmoldantes. A empresa tem planta industrial no Brasil na cidade de Valinhos-SP, de onde fornece produtos para todo mercado nacional, América do Sul e África do Sul. “Para as indústrias de borracha, pneus e recauchutagem, temos amplo portfólio de especialidades para tornar os processos de manufatura mais ágeis, econômicos e produtivos”, orgulha-se Marco Santis, especialista para o setor de borracha.

    Entre os produtos divulgados, dois desmoldantes da linha Mono-Coat receberam especial atenção, o 1892W e o 1840W. Recém-lançados, eles apresentam diferenciais, de acordo com Santis. “São indicados para processos de desmoldagem de peças para a indústria automotiva em sistemas de tecnologia de controle de vibração”.

    O 1892W oferece proteção aos moldes contra borrachas mais abrasivas. Ele tem efeito mais duradouro entre as aplicações, oferece maior intervalo entre paradas para a limpeza do molde e gera menor quantidade de transferência da peça moldada. O 1840W apresenta resultados similares em aplicações em que os moldes são complexos.

    Extrusoras, automação – A indústria de equipamentos marcou presença com grande número de novidades. A Copé, empresa nacional com fábrica em São Leopoldo-RS, está comemorando 75 anos de atuação. Na exposição, mostrou sua linha de máquinas para a indústria da borracha e recapagem de pneus, formada por extrusoras, resfriadores e misturadores.

    Na exposição, lançou uma linha de extrusoras de fuso cônico para processos contínuos. “É a primeira extrusora do gênero que fabricamos”, revela Rafael Copé Heller, gerente de engenharia de produto. O modelo pode ser instalado nas linhas de produção embaixo dos misturadores do tipo banbury, indicado para borrachas com elevada pontuação de dureza. “Ele produz tubos, perfis e pallets”. É oferecido com três capacidades, de 600 a 800 kg/h, de 1.000 a 1.300 kg/h e de 1.600 a 2.000 kg/h.

    Plástico Moderno, Sistema de pesagem de pequenos ingredientes, da Geromaq

    Sistema de pesagem de pequenos ingredientes, da Geromaq

    Fornecedora de máquinas para automatização de linhas de produção e representante comercial de mais de uma dezena de fabricantes internacionais de equipamentos os mais diversos, a Geromaq destacou na feira sua linha de sistemas de pesagem industrial. Produzidas no Brasil, as máquinas receberam uma série de aperfeiçoamentos para serem exibidas na exposição. “Elas estão com melhorias em praticamente todo o seu conjunto”, garante Flávia Oiticica, diretora de marketing.

    Entre os avanços, as máquinas ganharam maior automatização e segurança. “Elas têm grande precisão e trabalham sem qualquer contato manual com os produtos, são totalmente fechadas”, disse. Outra novidade fica por conta do novo software, responsável pelo controle de todas as operações. “Elas são indicadas para pesar os insumos usados para beneficiar borrachas e outros materiais”. Fora do nicho da borracha, também são indicadas para outros setores, como a produção de alimentos e tingimentos.

    A Erhardt+Leimer, multinacional fabricante de soluções sob medida nos campos de aplicação e controle de movimentação da banda, guia de banda e alargamento, medição de força da banda e técnicas de controle, medição e inspeção para a indústria, tem unidade fabril local em Guarulhos-SP.

    A empresa lançou um sistema de controle de densidade de fios para ser utilizado em calandras de tecidos de poliéster. Sua finalidade é controlar as distâncias entre os fios sem alterar a largura do material. “Ele representa um grande avanço em aplicações desse tipo”, garante Adrian Hess, vendedor responsável pelos mercados de pneus/borracha e papelão ondulado. Em seu estande, a companhia também mostrou sistema de inspeção de largura de materiais ELQVS. Outro destaque foi o sistema de centragem SW. “O SW é indicado para os fabricantes de pneus”, explicou.

    Plástico Moderno, Misturador aberto de cilindros, fabricado pela Bonfanti

    Misturador aberto de cilindros, fabricado pela Bonfanti

    Misturadores – A Bonfanti, de Leme-SP, empresa nacional com 107 anos de existência, fornece diversos tipos de equipamentos para os segmentos de borracha, cerâmica e fundição. “Os três mercados são atendidos por unidades separadas, cada divisão tem suas próprias tecnologias”, esclarece Waldemar Chmeliauskas, diretor da empresa.

    Na área de borrachas, o dirigente diz que o forte da empresa é a linha de misturadores. Entre eles os intensivos com rotor tangencial ou interpenetrante e o aberto de cilindros. Também produz extrusoras de borracha ou PVC, extrusoras de dupla rosca preformadora de mantas, resfriadores, transportadores e outros itens. “Fazemos projetos completos para atender as necessidades de nossos clientes com soluções técnicas específicas”. Os equipamentos fornecidos são de todos os portes. “Atendemos pedidos de arroz e feijão a lagosta”, brinca.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *