Embalagem – Setor precisa investir mais na inovação de produtos

A força do PET – “Foi um ano positivo para a indústria de PET, considerando um ambiente econômico estável, com PIB muito baixo e condições climáticas razoavelmente favoráveis para o consumo de bebidas”, informa Auri Marçon, presidente da Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet). A entidade ainda não conta com os dados consolidados de 2019, mas tem expectativa que o setor cresceu acima de 5%. “As margens em toda a cadeia produtiva foram extremamente baixas, tanto para fabricantes de resina como para transformadores e recicladores”, ressalta.

Entre os mercados mais atraentes para a matéria-prima, o segmento que mais cresceu nos últimos anos foi o de água. O desempenho de 2020 começou com demanda adicional para as empresas do setor, resultado da crise de abastecimento de água no Rio de Janeiro e em Minas Gerais. “O consumo de água engarrafada no mês de janeiro de 2020 foi mais que o dobro no mesmo período de 2019”. Entre novos nichos, destacam-se o de sucos prontos para beber e o de matinais, como leite UHT e iogurtes.

Marçon aponta as características especiais da matéria-prima quando o assunto é sustentabilidade. “O Brasil é o país que mais desenvolveu diferentes aplicações para o PET reciclado, o que tem criado demanda consistente do material recuperado”. Como exemplo, a resina recuperada tem sido utilizada em componentes de automóveis (tapetes, para-choques, bancos de ônibus e outros), na construção civil (caixas d’água, tubos e conexões, sinalizadores para estradas e outros), na indústria eletroeletrônica (em celulares), na indústria em embalagens de produtos de higiene e limpeza, em tintas e vernizes e diversos itens domésticos, como mantas, cabides, tampos de pias, etc.

PP, PE e EVA – O mercado de embalagens tem papel fundamental para a Braskem. “O setor tem elevada representatividade em nossas vendas, temos equipes dedicadas e focadas na potencialização da nossa oferta de soluções”, explica Américo Bartilotti, diretor do negócio de embalagens e bens de consumo. Bartilotti destaca as muitas frentes de inovação relacionadas nas tendências de consumo e comportamento. “É isso que direciona para atender clientes, brand owners e consumidores”.

Plástico Moderno - Bartilotti: resinas amigáveis ao ambiente ganham mercado
Bartilotti: resinas amigáveis ao ambiente ganham mercado

O diretor cita alguns exemplos. As embalagens de 1 e 5 litros da brasileira Biowash, pioneira no desenvolvimento de produtos de limpeza naturais e 100% biodegradáveis, hoje são produzidas com a mistura de plástico renovável, feito à base da cana-de-açúcar (60% da composição), e resina pós-consumo (40%).

Outra linha de trabalho da empresa se concentra na parceria com clientes para o lançamento de embalagens monomateriais. “Elas favorecem a cadeia de reciclagem, pois facilitam o processo de separação dos materiais”, ressalta. Um resultado concreto se deu com o lançamento, por parte da Antilhas Flexíveis, de embalagens do tipo stand-up pouch monomaterial, com 100% de polietileno sem laminação. Outras aplicações, como embalagens para cereais e grãos, já estão em avaliação e testes de desempenho.

Filmes – Empresas que fornecem e transformam filmes para embalagens investem para modernizar seus produtos. A Terphane, do grupo industrial norte-americano Tredegar, fornece filmes especiais de poliéster biorientado (BOPET). Seus produtos são utilizados em vários setores industriais, com destaque para o mercado de embalagens flexíveis. Um dos trabalhos de destaque na área de pesquisa e desenvolvimento vem sendo o de lançar novos filmes com altíssima barreira a aromas, oxigênio e água. “Os produtos que antes necessitavam de folha de alumínio, hoje contam com embalagens de poliéster. A substituição reduz de forma considerável a pegada de carbono”, informa André Gani, diretor de vendas e marketing.

Plástico Moderno - EmbalagGani: poliéster substitui com vantagem as folhas de alumínio
Gani: poliéster substitui com vantagem as folhas de alumínio

Na planta brasileira, a empresa está investindo em nova linha de metalização, cuja instalação será finalizada ainda no primeiro trimestre. “Essa linha é a mais moderna para este tipo de aplicação nas Américas”. Um sucesso de vendas de empresa tem sido a linha Ecophane, lançada no ano passado. Ela é composta por mais de uma dezena de filmes PET fabricados com, no mínimo, 30% dessa resina reciclada. “Além de garantirem menor uso de matérias-primas virgens, os novos filmes da linha Ecophane estão inseridos no conceito de economia circular. O PET descartado na forma de embalagens ou outros itens é coletado, reciclado e volta a ser embalagem”. Uma versão da linha Ecophane é um filme biodegradável que em aterros sanitários se transforma em fertilizante natural. “A degradação completa acontece num período médio de quatro anos, sempre em condições anaeróbicas. O material já foi aprovado para contato com alimentos”.

Plástico Moderno - Bobina de Ecophane, filme com ao menos 30% de poliéster reciclado
Bobina de Ecophane, filme com ao menos 30% de poliéster reciclado

Os investimentos também ocorrem em transformadoras que utilizam filmes. Uma delas é a Embaquim, fabricante de bolsas de 800 ml a mil litros com diversas estruturas e várias opções de bocais e tampas para indústrias de alimentos, bebidas, químicos, cosméticos e farmacêuticos. A empresa adquiriu recentemente uma co-extrusora fabricada pela Carnevalli.

A máquina, já em pleno funcionamento na fábrica da empresa em São Bernardo do Campo-SP, tem capacidade para produzir 50 toneladas/mês de filmes com cinco camadas e garante aumento de 15% na capacidade produtiva de filmes. “Passamos a produzir nossos próprios filmes co-extrudados, antes comprados de fornecedores externos. Com isso, aumentamos a competitividade e a agilidade em atender ao mercado”, explica Renata Canteiro, diretora.

Página anterior 1 2 3 4Próxima página

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios