Embalagem plástica ganha agente de purga reciclável

A Chem-Trend, do Grupo Freudenberg, acaba de lançar um agente de purga químico, reciclável, direcionado ao mercado de embalagens alimentícias. Denominado Ultra Purge 1001 BR, é voltado para potes de sorvete, margarina, utilidades domésticas (UD), tampas e outros usos.

O lançamento resultou de esforços e pesquisas da equipe de desenvolvimento global da companhia, do relacionamento com os clientes e do aprendizado obtido junto a diversos segmentos e nichos potenciais para seu portfólio.

“Olhando para o mercado de paredes finas, percebemos a oportunidade de inovar e desenvolver uma solução inédita, agregando valor ao processo. Essa solução foi concebida por nossos profissionais especializados em termoplásticos, que atuam no centro técnico, situado na cidade de Maisach, na Alemanha”, explica Marcos Rufato, gerente nacional de vendas da companhia.

O executivo acrescenta que “a colaboração e a sinergia entre todos os técnicos da Chem-Trend possibilitaram uma rápida disponibilidade dessa solução para os fabricantes de peças com paredes finas aqui na América do Sul. Representa, portanto, uma tecnologia global produzida localmente”, salienta.

Leia Mais:

Agente de purga reciclável da Chem-Trend

Trata-se de um agente de purga granulado, reciclável, não abrasivo e pronto para uso, composto de resinas termoplásticas de alta qualidade com aditivos de limpeza de alta eficiência.

De acordo com a empresa, o produto remove os resíduos de forma mais rápida, promovendo uma redução nos custos de limpeza de até 70%. É própria, inclusive, para injeção de peças de PE e PP (polipropileno) em câmara quente com gates abaixo de 0,8 mm, contribuindo para a melhoria da qualidade, ao evitar desconformidades, como pontos pretos ou refugos.

Além disso, não interfere na transparência de peças à base de PP random, facilita o aproveitamento da própria injeção de peças na limpeza e pode ser utilizado em uma faixa de temperatura entre 170°C e 280°C. Com isso, evita a parada de máquinas para troca de cores, um diferencial em comparação com os agentes de purga convencionais. Os agentes concorrentes inviabilizam a limpeza em câmara quente usadas em processos de injeção, pois exigem a paralização temporária da operação de máquina.

Embalagem plástica ganha agente de purga reciclável ©QD Foto: Divulgação
Rufato: produto permite limpar a linha sem parar a produção

“Em outras palavras, é possível realizar a manutenção do equipamento enquanto as peças continuam sendo injetadas sem interrupção”, explica Rufato.

O executivo acrescenta que, por ter contato com alimentos, a solução conta com certificações Anvisa, válida para todo o Mercosul, NSF (Europa) e FDA (Estados Unidos).

Aplicação do novo produto

A aplicação, como explica, é descomplicada e direta: basta remover a cor anterior, incorporar o agente de purga reciclável Ultra Purge 1001 BR e continuar com o processo de injeção como de costume.

Na sequência, a nova cor é introduzida. Essa abordagem proporciona ganhos substanciais em termos de eficiência e rentabilidade no processo de fabricação de peças com câmara quente, segundo a empresa.

“Nós sabemos que uma embalagem segura resulta de controle de matérias-primas e processos. Por isso nossos investimentos em tecnologias e produtos visam fornecer soluções inovadoras, com certificação food safety e que impactam positivamente a operação, resultando em maior produtividade, confiabilidade e sustentabilidade. Dessa forma, continuamos atuando como parceiros confiáveis para manter a limpeza preventiva nos processos de transformação de plástico”, afirma Rufato.

Veja também:

Não deixe de conferir o Guia QD,  o mais eficiente Guia de Compra e Venda da indústria química,  saneamento, processos químicos, petrolífera, energética, laboratorial e do plástico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios