Plástico

Elastômeros – Novos desenvolvimentos contemplam aplicações de alta exigência e ampliam a abrangência do setor

Rose de Moraes
5 de maio de 2007
    -(reset)+

    Plástico Moderno, Daniel Hamaoui, gerente de vendas para a América Latina da Kraton Polymers do Brasil, Elastômeros - Novos desenvolvimentos contemplam aplicações de alta exigência e ampliam a abrangência do setor

    Hamaoui: novos elastômeros servem para aplicações médicas

    Segundo Hamaoui, as novas borrachas também constituem material adequado para as mais exigentes aplicações médicas, incluindo a fabricação de bolsas para acondicionar sangue, soluções parenterais, plaquetas e tubos. Entre as aplicações potenciais, contudo, além da utilização em compostos de PP e itens para tratamento médico, essas borrachas podem ser aplicadas em sobremoldagens, filmes soprados ou planos, co-extrudados e termoformagem.

    Barreira a gases – A indústria alimentícia e os transformadores focados em embalagens flexíveis, porém, também poderão se beneficiar da borracha de SEBS da Kraton, funcionalizada para eliminar a necessidade de uso de adesivos em filmes multicamadas, como substituta dos filmes promotores de barreira a gases.
    “As novas aplicações dos copolímeros estirênicos blocados e hidrogenados representam grande inovação para os mercados de filmes e de embalagens flexíveis porque oferecem novas possibilidades para as indústrias e permitem processos de fabricação mais eficientes e de menor custo”, afirmou Hamaoui.

    Nos processos de co-extrusão, no lugar de camadas adesivas para unir diferentes materiais, como filmes de náilon e EVOH, com função barreira, e selantes, o transformador poderá usar uma única borracha termoplástica com propriedades de adesão, transparência e resistência a rasgos.

    O elastômero também propiciará, segundo observou Hamaoui, maior resistência ao calor, em comparação com os níveis alcançados pelos materiais convencionais empregados em camadas adesivas. Borrachas co-extrudadas com poliolefinas eliminam resíduos de adesivos. “A nova tecnologia de camada adesiva será particularmente útil para a confecção de embalagens e oferece novas possibilidades para as indústrias”, acrescentou.Segundo o gerente, os produtos podem ser co-extrudados com poliolefinas em linhas convencionais de produção tanto de filmes cast quanto de filmes soprados, permitindo reduzir os custos com a eliminação da segunda camada de revestimento adesivo durante a fabricação de filmes adesivos sensíveis às pressões mecânicas.



    Recomendamos também:








    0 Comentários


    Seja o primeiro a comentar!


    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *