Logística reversa melhora resíduos

Economia circular: Logística reversa melhora qualidade dos resíduos

Filmes de proteção e de superfície utilizados em obras são objetos de um programa de logística reversa implementado pela Promaflex, que em uma planta localizada em Taboão da Serra-SP produz mensalmente cerca de um milhão de metros quadrados de filmes e mantas para diversos setores.

Feitos de polietileno (PE), na construção civil esses filmes servem, por exemplo, para proteger de danos caixilhos, vidros e perfis instalados antes que as obras estejam concluídas.

“Para proteção de pisos temos mantas com recheio de PE expandido”, diz Andrea Velletri, gerente de marketing da Promaflex.

Implementado em parceria com uma empresa que recolhe entulhos em obras, o programa de logística reversa da Promaflex teve início há cerca de um ano: em cerca de aproximadamente duzentas coletas realizadas em oito canteiros de obras na Grande São Paulo, já recolheu e destinou a recicladores 8 toneladas de filmes, que contêm adesivos base água (saem na lavagem).

“Por ser apenas de PE, esse material gera um reciclado de excelente qualidade, até superior à que inicialmente projetávamos”, diz.

Economia circular: Logística reversa melhora qualidade dos resíduos ©QD Foto: Divulgação
Andrea Velletri, gerente de marketing da Promaflex.

“Já reaproveitamos as sobras e rejeitos de nossa fábrica, e estamos estudando a viabilidade de usar, em alguns produtos, também reciclado PCR gerado por esse projeto”, finaliza.

Leia Mais:

Acesse o www.GuiaQD.com.br, o mais eficiente Guia de Compra e Venda do setor de transformação do plástico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios